A pergunta que ecoa

Imagem

Deus pôs Abraão à prova, dizendo-lhe: “Abraão! ” Ele respondeu: “Eis-me aqui”. Então disse Deus: “Tome seu filho, seu único filho, Isaque, a quem você ama, e vá para a região de Moriá. Sacrifique-o ali como holocausto num dos montes que lhe indicarei”. Na manhã seguinte, Abraão levantou-se e preparou o seu jumento. Levou consigo dois de seus servos e Isaque seu filho. Depois de cortar lenha para o holocausto, partiu em direção ao lugar que Deus lhe havia indicado. No terceiro dia de viagem, Abraão olhou e viu o lugar ao longe. Disse ele a seus servos: “Fiquem aqui com o jumento enquanto eu e o rapaz vamos até lá. Depois de adorarmos, voltaremos”. Abraão pegou a lenha para o holocausto e a colocou nos ombros de seu filho Isaque, e ele mesmo levou as brasas para o fogo, e a faca. E caminhando os dois juntos, Isaque disse a seu pai Abraão: “Meu pai! ” “Sim, meu filho”, respondeu Abraão. Isaque perguntou: “As brasas e a lenha estão aqui, mas onde está o cordeiro para o holocausto?” Gênesis 22:1-7

A pergunta de Isaque ecoou durante séculos. “Pai, onde está o Cordeiro?” Pessoas de diferentes lugares e tempos distantes se perguntavam quem as salvaria da morte, de seus sofrimentos e da própria lamúria. Deus, o Senhor Provedor – Jeová Jireh, responde através de seu profeta Isaías:

Quem creu em nossa mensagem e a quem foi revelado o braço do Senhor? Ele cresceu diante dele como um broto tenro, e como uma raiz saída de uma terra seca. Ele não tinha qualquer beleza ou majestade que nos atraísse, nada em sua aparência para que o desejássemos. Foi desprezado e rejeitado pelos homens, um homem de tristeza e familiarizado com o sofrimento. Como alguém de quem os homens escondem o rosto, foi desprezado, e nós não o tínhamos em estima. Certamente ele tomou sobre si as nossas enfermidades e sobre si levou as nossas doenças, contudo nós o consideramos castigado por Deus, por ele atingido e afligido. Mas ele foi transpassado por causa das nossas transgressões, foi esmagado por causa de nossas iniquidades; o castigo que nos trouxe paz estava sobre ele, e pelas suas feridas fomos curados. Todos nós, tal qual ovelhas, nos desviamos, cada um de nós se voltou para o seu próprio caminho; e o Senhor fez cair sobre ele a iniquidade de todos nós. Ele foi oprimido e afligido, contudo não abriu a sua boca; como um cordeiro foi levado para o matadouro, e como uma ovelha que diante de seus tosquiadores fica calada, ele não abriu a sua boca. Is 53:1-7

 Ele mesmo prometeu enviar seu único Filho ao mundo como o Cordeiro da Salvação.

Tempos depois, uma virgem bem-aventurada recebe as boas novas de que fora escolhida para ser a mãe do Salvador do Mundo. Quem ecoou foi Jesus, o Cristo. Sua vida era o sacrifício vivo! Proclamou a Palavra da Vida, morreu, mas ao terceiro dia ressuscitou. E antes de ascender aos céus anunciou que voltaria uma segunda vez, para levar consigo todo aquele que acreditasse que Ele é o Filho de Deus, que veio ao mundo para salvação de muitos.

E hoje, essa pergunta continua a ecoar: “E o Cordeiro, onde está?”. Ecoa porque as profecias do Apocalipse a respeito da volta de Jesus estão se cumprindo. E a Igreja aguarda o Filho de Deus. Só o Senhor Deus sabe o dia e a hora em que Ele voltará. Certamente, Ele virá.

Anúncios

2 comentários

  1. Isa Lima · outubro 12, 2012

    Glória a Deus!! Boa é essa palavra!! Amém e Amém!! Quero sempre te servir e te agradar Cordeiro de Deus que foi morto por nós!!

    Curtir

  2. Rute · abril 1, 2015

    Digno é o Cordeiro que foi morto e reviveu nos resgatando da condenação eterna. A Ele toda honra e glória!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s