A vida cristã ilustrada por um agrônomo

colheita

A minha comida – disse Jesus – é fazer a vontade daquele que me enviou e terminar o trabalho que ele me deu para fazer. Vocês costumam dizer: “Daqui a quatro meses teremos a colheita.” Mas olhem e vejam bem os campos: o que foi plantado já está maduro e pronto para a colheita. Quem colhe recebe o seu salário, e o resultado do seu trabalho é a vida eterna para as pessoas. E assim tanto o que semeia como o que colhe se alegrarão juntos. Porque é verdade o que dizem: “Um semeia, e outro colhe.” Eu mandei vocês colherem onde não trabalharam; outros trabalharam ali, e vocês aproveitaram o trabalho deles. João 4:34-38 (NTLH)

A Semeadura

“Porque é verdade o que dizem: ‘Um é o que semeia…” (Jo 4:37a)

Etapas da semeadura:

  1. O Semeador: Pessoa que trabalha para espalhar a semente na terra. São pessoas que se dispõe a anunciar a Palavra de Boas Novas de Deus, evangelistas.
  2. A escolha da área: O mundo é o campo, os evangelistas escolhem ou são orientados a irem a um determinado local.
  3. A análise e preparação do solo: Há diferentes tipos de solos. Os solos são os corações e os tipos são:
  • 1 Coração simpatizante, mas não ativista;
  • 2 Coração superficial e inconstante;
  • 3 Coração distraído e descompromissado;
  • 4 Coração honesto e bom.

O pregador anuncia a Palavra a todos e cuida dos corações para receberem a Palavra.

  1. A limpeza da terra: A terra possui pedregulhos, restos de raízes e outros obstáculos que comprometem a nova plantação. Ao encontrar um coração disposto a receber a Palavra de Deus o evangelista trata de remover obstáculos para a Palavra penetrar no coração do ouvinte.
  2. O preparo de covas: O semeador abre covas em todo o solo para depositar a semente. É a hora de abrir espaço nos corações para receberem a Palavra de forma permanente.
  3. A semente: A semente é a Palavra de Deus.
  4. O plantio: A semente germina e cresce. A Palavra de Deus é ouvida, a fé é produzida nos corações e ganha força. A pessoa que ouve a Palavra passa a agir conforme o que ouviu.
  5. A irrigação: A plantação necessita de água. A pessoa que ouviu e creu na Palavra precisa ouvi-la constantemente para o conhecimento ganhar força.
  6. O controle das ervas daninhas e pragas: O lavrador controla o crescimento de ervas daninhas e proliferação de pragas. O evangelista tem o cuidado com ideias erradas que impeçam o crescimento da pessoa no Reino.

A Colheita

“… e outro é o que colhe’.” (Jo4:37b)

Etapas da colheita:

  1. A seara: Seara significa um campo com cereais que já foram semeados e já nasceram. Seguindo a linha anterior, a seara aqui representa pessoas com a Palavra de Deus nos corações.
  2. O Ceifeiro: O ceifeiro é aquela pessoa designada para colher os frutos da seara. Na obra de Deus o ceifeiro é o pastor que tem a tarefa de separar essas pessoas do mundanismo e prepará-las para viverem os propósitos de Deus.
  3. O Corte: Quando o fruto está maduro, o cereal é retirado da terra. Nessa etapa a pessoa possui conhecimento da Palavra e já está apta a ser batizada nas águas assume publicamente seu compromisso com Deus, se separa do mundo e se junta aos propósitos divinos.
  4. O Recolhimento: O ceifeiro junta os feixes de cereais. O pastor reúne os membros formando a igreja.
  5. A Eira: Local específico para trilhar e secar o cereal. O templo é o local onde pessoas se reúnem para juntas vencerem cada etapa da vida cristã.
  6. A limpeza: Nessa etapa o cereal é trilhado para se separar da palha. A pessoa continua o processo de santificação. Esta é a conhecida fase da tribulação, tribulação vem do latim tri- de triturar e –bulum a ferramenta utilizada para esse fim. Deus permite uma pessoa passar por situações adversas para que ela conheça o que é essencial em sua vida. Depois de triturado é hora de peneirar, cirandar o cereal. O pastor tem o trabalho de ensinar a Palavra purificadora e a pessoa atribulada precisa de paciência.
  7. O Armazenamento: Todo o cereal é armazenado para cumprir sua finalidade, novas sementes, farinha para alimento, etc.. O pastor cuida de seus discípulos, para que sigam fielmente à Palavra e se tornem cooperadores da obra de Deus. Ele também espera entregar ao SENHOR todas as pessoas sob seus cuidados.
  8. O Transporte: O cereal é levado para o seu destino. Esse é o grande momento do arrebatamento. O transporte da pessoa salva é providenciado pelo próprio Deus.
  9. A Recompensa: O semeador e o ceifeiro recebem a recompensa pelo seu trabalho. Tanto o evangelista quanto o pastor recebem de Deus presentes aqui na terra e no céu por todo trabalho realizado. A igreja recebe a recompensa por sua fidelidade ao SENHOR. A vida eterna com Deus é a maior de todas as recompensas.

P.S.: Eu fiz recortes do filme “O Verdadeiro Amor” para mostrar uma cena especial que é mostrada cada etapa da colheita. Foi muito interessante associar todo o processo com as passagens bíblicas. A cena combina com este versículo:

“Então, disse aos seus discípulos: A seara é realmente grande, mas poucos são os ceifeiros. Rogai, pois, ao Senhor da seara que mande ceifeiros para a sua seara.” Mateus 9:37-38

Anúncios

2 comentários

  1. Ellen Bianca · dezembro 3, 2014

    Muito interessante essa comparação. Ilustra bem o nosso trabalho como discípulos. Deus continue te abençoando grandemente!
    Bjs

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s