Mulher Única

MULHER ÚNICA

Excertos do livro “Mulher Única“, de Edwin Louis Cole e Nancy Corbet Cole

Leve tudo ao Senhor em oração. – Nancy Cole

– Edwin

Cônjuges que vivem em reinos diferentes e depois são unidos em Cristo são grandemente abençoados, porém tais casos são raras exceções. Nancy e eu fomos uma dessas exceções. Quando a conheci, eu era extremamente mundano. Na primeira vez que a vi, eu a amei, realmente a amei. Mas isso não eliminou meus hábitos mundanos. Ela era uma jovem religiosa, moralmente correta, culta e naturalmente graciosa. O motivo de ela ter se casado comigo é um mistério para mim, mas graças a Deus ela quis! Dois anos depois, experimentei uma gloriosa conversão. Que maravilha; fui verdadeiramente salvo! Minha vida mudou instantaneamente, e, desde então, vem sendo mudada sempre. Minha transição de um mundano incorrigível para um cristão obediente foi drástica e traumática.

Nancy era “religiosa” e profundamente comprometida com a igreja, mas não era convertida a Cristo, pois jamais o havia recebido como seu Senhor. De repente, passamos a viver em dois reinos diferentes, absolutamente separados no que dizia respeito à perspectiva sobre a vida. O abismo se aprofundava toda vez que eu a deixava em casa para frequentar fielmente a igreja. Eu a amava mais que antes, porém nenhum de nós dois sabia o que fazer com a crescente distância. […]

Mais preocupado que nunca, fiz o que deveria ter feito desde o início: separei um tempo para oração e jejum e busquei a Deus.

Certo dia, no trabalho, mais uma vez perguntei a Deus o que fazer. Dessa vez, o conselho divino foi quase audível: “Conte tudo a ela!” Junto com isso veio a certeza de que Nancy iria conhecer a Deus da maneira como eu o conhecia. Naquela noite, por causa dessa grande novidade, corri para casa. Mas em meu zelo humano, quase abortei um nascimento espiritual.

Quando falei “Nancy, Deus me prometeu que vai salvá-la, e eu vou lhe contar tudo!”, ela reagiu com pouco entusiasmo. Mesmo assim, contei tudo a ela.

Algumas semanas depois, nos ajoelhamos ao lado da cama e pedimos a Deus que nos tornasse um, antes do nascimento do nosso primeiro filho. Concordamos em oração, mas Nancy pensava que eu me tornaria membro da igreja dela, enquanto eu cria no que Deus havia me dito. Depois ela começou a frequentar a igreja comigo e até a estudar a Bíblia.

Por fim, um mês antes de Paul nascer, Nancy estava passando roupa quando, em suas palavras, “a presença do Espírito Santo inundou a sala”. Ela largou o ferro de passar, olhou para o alto e disse: “Senhor, eu creio”. Naquele glorioso dia, ela saiu da morte para a vida.

Agora, vivendo no mesmo Reino, temos a mesma mentalidade, o mesmo Espírito, e o mesmo Conselheiro. Se não fosse por Ele, duvido que estivéssemos casados hoje. Se dependesse de mim, certamente meu estilo de vida mundano, egoísta e voltado somente para os prazeres teria destruído meu casamento.

– Nancy

Pelos padrões convencionais, nossas duas filhas se casaram tarde. Quando ambas estavam na faixa dos vinte aos trinta, observamos as amigas delas se casarem, uma após a outra, terem filhos e até se divorciarem. Finalmente, certa noite nos sentimos fortemente compelidos a orar para que Lois se casasse. Edwin, as garotas e eu concordamos em oração naquela noite. Na manhã seguinte, na faculdade de direito, um estudante chamado Rick Bivins convidou Lois para almoçar. Poucos meses depois estavam casados.

Vimos Joann chegar aos 31 anos com muitos amigos, mas sem nenhuma perspectiva de casamento. Um dia, durante uma viagem para nos visitar, o Senhor lhe disse que era tempo de orar conosco com relação a um marido para ela. Quando ela chegou, não nos falou nada sobre isso. Alguns dias depois, Edwin espontaneamente virou-se para ela e pela primeira vez perguntou se ela não sentia que já era tempo de orar por um marido! Ela concordou. Eles me chamaram no quarto e oramos juntos. Dois meses depois, ela reencontrou um amigo de faculdade, Richard Webster, e se casaram no mesmo ano.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s