ESTUDO DA BÍBLIA: 2 Reis

ÉTIMO DO TÍTULO DO LIVRO: Alguns estudiosos acreditam que o 2º livro de Reis foi um material suplementar escrito 50 anos depois de 1 Reis. Na Bíblia Hebraica, 1 Reis e 2 Reis formam um único rolo. Quando a Bíblia foi traduzida para o grego, Septuaginta, os tradutores preferiram dividir em 2 devido ao grande volume. Recebeu o título de 2 Reis, pois a primeira palavra em hebraico em 1 Reis é “E o rei…” [wehammelek], a característica principal de ambos livros é descrever a história dos reis de Israel e de Judá.

AUTOR: Desconhecido, alguns acreditam ter sido escrito por Jeremias.

DATA: 970 – 853 a.C.

TOTAL DE CAPÍTULOS: 25

CONTEÚDO:

A) 2 Reis 1:1-18 – 2:1-11 → O final do ministério de Elias

B) 2 Reis 2:12-25 – 8:1-6 → Os milagres de Eliseu

C) 2 Reis 8:7-29 – 2 Reis 25 → Reis de Israel e Judá

COMENTÁRIO

A) 2 Reis 1:1-18 – 2:1-11 → O final do ministério de Elias

ÚLTIMOS FEITOS DE ELIAS NA TERRA

2 Reis 1→ Elias profetiza a morte de Acazias, rei de Israel. Ousadamente Acazias envia 2 pelotões com 50 homens que morreram com o fogo de Deus que desceu do céu. O capitão do 3º pelotão se humilhou diante de Elias e o SENHOR permitiu que Elias fosse com ele. Elias transmite a mesma sentença de morte ao rei, que morre conforme as palavras do profeta.

2 Reis 2:2-11 → Elias deixa Eliseu em seu lugar e é arrebatado aos céus numa carruagem de fogo.

B) 2 Reis 2:12-25 – 8:1-6 → Os milagres de Eliseu

2 Reis 2:12-15 → O rio Jordão se abre quando Eliseu estende a capa de Elias.

2 Reis 2:19-21 → Eliseu joga sal nas águas, que se tornam boa para uso e consumo.

2 Reis 2:23-25 → Uma ursa devora os rapazezinhos que zombavam do profeta.

2 Reis 3 → O rei de Israel, Jorão, junta seus guerreiros para pelejar contra os moabitas, faltou água e coragem, então o profeta Eliseu foi chamado. As águas surgiram águas pelo caminho de Edom, sem vento e sem chuva. Os moabitas acharam que era o sangue dos israelitas, ao enfrentar Israel perdeu a batalha.

2 Reis 4:1-7 → O azeite da viúva é multiplicado, ela paga as dívidas e vive com o que sobrou.

2 Reis 4:8-37 e 8:1-6 → A sunamita hospeda o profeta e recebe a promessa de um filho. O filho nasce, mas ainda na infância morre. Eliseu foi chamado e o menino ressuscitou. Tempos mais tarde, Eliseu avisa à sunamita que haveria fome na terra por 7 anos, sob a orientação do profeta ela se refugia num local próspero, mas quando retorno encontra suas terras tomadas. Geazi que havia acabado de falar sobre ela perante o rei, aponta a mulher cujo filho ressuscitara. O rei devolve as terras da mulher.

2 Reis 4:38-44 → O veneno da comida foi retirado milagrosamente depois que Eliseu mandou jogar farinha na panela.

2 Reis 4:42-44 → 20 pães satisfazem 100 homens

2 Reis 5 → Naamã é curado da lepra e Geazi é amaldiçoado com a lepra de Naamã devido o pecado da cobiça e usura.

2 Reis 6:1-7 → O ferro do machado flutua, depois que Eliseu corta e lança um pau no rio.

2 Reis 6:8-33 – 7:1-20 → Eliseu delata todos os planos de Ben-Hadade, rei da Síria, para o rei de Israel, e é perseguido. Um exército siro cerca Dotã para capturar Eliseu. O profeta pede a Deus para cegar todos aqueles homens e guia o exército para as mãos do rei de Israel, que os poupa. A perseguição continua, Samaria é cercada e a fome aperta. Mas, Deus envia Sua Palavra de livramento pelo profeta Eliseu e os siros evadem do acampamento deixando muito despojo para trás.

C) 2 Reis 8:7-29 – 2 Reis 25→ Reis de Israel e Judá

HAZAEL

2 Reis 8:7-15 → Hazael, servo de Ben-Hadade, torna-se rei da Síria, conforme Deus havia revelado a Elias (1 Rs 19:15) e a Eliseu. Ele assassinou o rei da Síria e fez crueldade com os israelitas.

2 Reis 8 – 25

REIS DE ISRAEL

REIS DE JUDÁ

PROFETAS

ACAZIAS – filho de Acabe, reinou 2 anos

JOSAFÁ – reinou 25 anos

Elias (Israel)

JORÃO – filho de Acabe, reinou 12 anos

Eliseu (Israel)

JORÃO – filho de Josafá, reinou 8 anos

ACAZIAS – filho de Jorão, reinou 1 ano

JEÚ – usurpa o trono por ordem divina, mata toda a família de Acabe e destrói os altares e seguidores de Baal. Jeú reinou por anos, e seus filhos sucederam ao trono até a 4ª geração.

ATALIA – filha de Acabe e Jezabel, esposa de Jorão e mãe de Acazias, matou os sucessores ao trono e proclamou-se rainha. Reinou por 8 anos.

JEOACAZ – filho de Jeú, reinou 17 anos

JOÁS – filho de Acazias, salvo pela tia, Jeoseba, das mãos da avó, Atalia, e tutelado pelo sacerdote Joiada, começou a reinar aos 7 anos de idade e reinou até os 47 anos. Foi assassinado pelos seus servos.

JEOÁS – filho de Jeoacaz, reinou 16 anos.

JEROBOÃO – filho de Jeoás, reinou 41 anos.

AMAZIAS – filho de Joás, reinou 25 anos. Se vingou dos assassinos de seu pai.

JONAS (Israel)

AZARIAS – filho de Amazias, reinou 52 anos. Deus o feriu com lepra.

AMÓS E OSÉIAS (Israel); ISAÍAS (Judá)

ZACARIAS – filho de Jeroboão, reinou por 6 meses.

SALUM – filho de Jabez, assassinou o rei Zacarias e usurpou o trono. Reinou 1 mês.

MENAÉM – filho de Gadi, reinou 10 anos.

PECAÍAS – filho de Menaém, reinou por 2 anos.

PECA – filho de Remalias, capitão do rei Pecaías, conspirou contra o rei e tomou o trono. Reinou por 20 anos.

JOTÃO – filho de Uzias, reinou 16 anos.

OSÉIAS – filho de Elá, reinou 9 anos e Israel foi levado para o cativeiro assírio.

ACAZ – filho de Jotão, reinou 16 anos. Misturou religiões e removeu o altar de bronze do templo.

Ø

EZEQUIAS – filho de Acaz, reinou 25 anos. Foi um rei que combateu a idolatria e serviu ao SENHOR; recebeu livramento do SENHOR contra Senaqueribe e sua afronta; recebeu mais 15 anos de vida, como prova disso viu o relógio de Acaz recuar 10º; recebeu uma repreensão do SENHOR por se abrir aos babilônios; montou um sistema de saneamento básico grandioso.

MANASSÉS – filho de Ezequias (nascido durante os 15 anos a mais de vida que o rei Ezequias recebeu de Deus), reinou 55 anos, seu reinado foi marcado pela idolatria e pecados.

MIQUÉIAS e ISAÍAS (Judá)

AMOM – filho de Manassés, reinou 2 anos,

NAUM (Judá)

JOSIAS – filho de Amom, reinou 32 anos, foi um rei convertido ao SENHOR e obediente ao livro da lei, que foi achado na casa do SENHOR.

SOFONIAS, HULDA, JEREMIAS (Judá)

JEOACAZ – filho de Josias, reinou 3 meses

JEREMIAS (Judá)

ELIAQUIM/JEOAQUIM – filho de Josias, reinou 11 anos. Nabucodonozor, rei da Babilônia, se levanta contra Judá.

JEREMIAS, HABACUQUE (Judá)

JOAQUIM – filho de Jeoaquim, reinou 3 meses. Nabucodonozor leva cativo toda Jerusalém, somente os pobres da terra ficam.

JEREMIAS, HABACUQUE, OBADIAS (Judá)

MATANIAS/ZEDEQUIAS – tio de Joaquim, irmão do falecido rei Jeoacaz, intituído rei por Nabucodonozor, reinou por 11 anos. No 9º ano de Zedequias, este se revolta contra Nabucodonozor, que guerreia por 2 anos contra Jerusalém e a cidade é destruída. Nebuzaradã, capitão da guarda de Nabucodonozor, queimou o templo e o palácio em Judá. Zedequias teve os olhos furados e foi levado algemado para a Babilônia.

JEREMIAS E OBADIAS (Judá)

PERÍODO DE CATIVEIRO

Nabucodonozor coloca Gedalias como maioral em Judá, mas Gedalias foi assassinado por Ismael, do sangue real de Judá (Israel do cativeiro Assírio, foi dominado pelos babilônios).

O povo fugiu para o Egito.

O rei Joaquim foi honrado pelo rei da Babilônia, Evil-Merodaque.

O RELÓGIO DE SOL DE ACAZ

2 Reis 20:11 → O relógio pode ter sido uma escada, construída por Acaz, para marcar o tempo conforme a inclinação do sol. CHAMPLIN, assinala que cada grau desse relógio corresponde a 2 horas.

IMPÉRIO BABILÔNICO

BIBLIOGRAFIA CONSULTADA:

BÍBLIA DE ESTUDO APLICAÇÃO PESSOAL. Versão Almeida Revista e Corrigida. Ed. 1995. São Paulo: CPAD, 2010.

BÍBLIA SAGRADA: Anote: Revista e Corrigida na Grafia Simplificada. 1ª ed. Editora Central Gospel: Santo André, São Paulo, 2009.

BÍBLIA SAGRADA: Nova Versão Transformadora. 1. ed. São Paulo: Mundo Cristão, 2016.

CHAMPLIN, Russell Norman. O Antigo Testamento Interpretado: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: 2 Samuel. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 2.

CHAMPLIN, Russell Norman. O ANTIGO TESTAMENTO INTERPRETADO: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Dicionário A-Z. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 6 e 7

CHAMPLIN, Russell Norman. O ANTIGO TESTAMENTO INTERPRETADO: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: 2 Reis. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 3.

Obrigada por seu comentário! Ele será lido e aprovado em breve.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s