MULHERES COMO EU: Sara

Como Sarai, sou escolhida por Deus para o Seu Reino.
Deus é o Rei de toda a terra.

Como Sara, aparento e me comporto como uma princesa.
Deus me deu do seu doce Espírito Santo para me reeducar.

Como Sarai, não preciso sair por aí me elogiando, porque é a Palavra de Deus que diz que sou linda (por dentro e por fora).
Deus se agrada com a beleza de meu espírito calmo e tranquilo.

Como Sarai, devo me casar com meu irmão em Cristo.
Deus só me dá bênção, sem dores.

Como Sarai, sou obediente e submissa ao meu esposo.
Deus me recompensa com a paz por fazer esse bem.

Como Sarai, sou peregrina no mundo aqui e não reclamo durante o caminho.
Deus me prometeu a Canaã Celestial.

Como Sarai, só preciso esperar para conseguir tudo o que preciso.
Deus realiza o possível e o impossível só para me ver sorrir.

Como Sarai passou a se chamar Sara, também vou receber um novo nome que somente eu conhecerei.
Deus me surpreende.

Como Sara, vejo Deus cumprir suas promessas em minha vida.
Deus é fiel!

Como Sara, creio até o fim no Salvador do mundo.
Deus me fará reinar com Seu Filho.

Sou definitivamente princesa do Reino e herdei a beleza e graça de minha mãe da fé, Sara.

📖 Versículos selecionados:

📖 GÊNESIS 11:29-31; GÊNESIS 12:5-17; GÊNESIS 16:1-8; GÊNESIS 17:15-21; GÊNESIS 18; GÊNESIS 20:2-18; GÊNESIS 21:1-12; GÊNESIS 23:1-19; GÊNESIS 24:36, 37; GÊNESIS 25:10, 12; GÊNESIS 49:31

Os versículos selecionados em Gênesis narram a história de Sara que está resumida abaixo:

Sarai nasceu em Ur, a grande cidade na baixa Mesopotâmia. Dez anos antes, havia nascido seu irmão por parte de pai, Abrão, seu futuro esposo. No início da vida na terra, era normal parentes próximos casarem entre si. Após o casamento, Sarai descobriu que “era estéril, não tinha filhos” (Gn 11:29-30).

Sarai partiu de Ur, acompanhando o chamado de Deus a Abrão recebeu a ordem, eles foram morar numa outra terra que seria dada a ele e à descendência. Junto com eles também foram o pai-sogro de Sarai, Terá, e o sobrinho de Abrão, Ló. Ficaram morando por algum tempo em Harã.

Após a morte de Terá, Abrão e Sarai, na companhia de Ló, partiram de Harã para Canaã, eles foram conhecendo toda a extensão da terra que seus descendentes iriam morar. A fome na terra em que estavam os levou ao Egito, e lá Sarai foi requisitada pelo faraó, tamanha era sua beleza. Isso ocorreu porque Abrão e Sarai tinham combinado de falarem que eram irmãos, omitindo a parte de que eram casados (para Abrão, Sarai estaria provando sua lealdade a ele, porque ele temia por sua vida). Quando faraó descobriu a verdade, deu tudo que era necessário para eles partirem dali. Provavelmente, foi nessa época que Abrão e Sara adquiriram a serva egípcia, Hagar.

Depois de tantos anos, Sarai continuava bela, mas não tinha filhos. Eles voltaram à Canaã e Sarai, então, entrega sua serva, Hagar, para engravidar de Abrão. Com todos os percalços, Ismael nasce, mas Sarai não o torna seu filho como havia pensado.

Numa primavera, o SENHOR visitou Abrão e este lhe preparou um banquete, coma a ajuda de Sarai – que ficou responsável de fazer pães, usando a melhor farinha e sem fermento, para a visita mais ilustre que eles já tinham recebido. Deus mudou o nome de Abrão para Abraão e o de Sarai para Sara, explicando que a promessa de uma descendência numerosa também se estendia a ela. Ao ouvir o que o SENHOR dizia, por trás da tenda, Sara riu para si mesma, achando engraçado o fato de impossível ser mãe na velhice. O SENHOR a repreendeu e afirmou que o nome do filho deles seria “Isaque”, que significa “Riso”, e que ela engravidaria dali a 1 ano.

Sara, mesmo na velhice, tornou a ser cobiçada por outro rei, Abimeleque. Como combinado eles disseram que eram irmãos, e todas as mulheres da casa de Abimeleque ficaram estéreis, só depois que Sara foi dispensada que elas tornaram a engravidar. Deus não permitiu que outro homem, senão Abraão, seu marido, a tocasse.

Sara, enfim, engravidou aos 90 anos de idade e deu à luz a um lindo menino com o nome escolhido por Deus: Isaque. Sara riu de felicidade e também por achar engraçado amamentar na velhice.

A bênção de Deus trouxe à terra uma novidade milagrosa: uma anciã tornou-se mãe de primeira viagem, provando que para Deus nada é impossível. Isaque foi desmamado, e Ismael ria dele. Sara falou com Abraão para despedir Hagar e Ismael – segundo a própria Palavra de Deus, Ismael não herdaria com Isaque.

Sara morreu, aos 127 anos de idade, e Abraão realizou um grande sepultamento, com direito a um cemitério especial no campo de Macpela, comprado por 400 peças de prata, que correspondia cerca de 4,8 kg de prata. Isaque ficou profundamente triste com a morte de sua mãe e só foi consolado por Rebeca alguns anos depois.

📖 ISAÍAS 51:2

“Olhem para Abraão, seu pai, e para Sara, que lhes deu à luz.
Quando eu o chamei, ele era apenas um, e eu o abençoei e o tornei muitos.”

O capítulo 51 de Isaías é uma profecia escatológica que fala a respeito da salvação do remanescente de Israel. Neste versículo, Sara é citada como a que deu à luz aos israelitas, a matriarca da grande nação de Israel. O profeta explica o fato que Israel é uma nação que sempre esteve sob os cuidados divinos desde o início. Assim como Deus interveio para que filho de Abraão e Sara nascesse, dando início à descendência numerosa que a nação de Israel se tornou, assim também Deus faria com que os poucos remanescentes fossem restaurados à grande nação que fora um dia. Os israelitas que ouviam a profecia, deveriam crer, tal como Sara creu, que Deus estava no controle da situação e do tempo.

📖 ROMANOS 4:18-21

“Abraão, contra toda esperança, em esperança creu, tornando-se assim pai de muitas nações, como foi dito a seu respeito: “Assim será a sua descendência”. Sem se enfraquecer na fé, reconheceu que o seu corpo já estava sem vitalidade, pois já contava cerca de cem anos de idade, e que também o ventre de Sara já estava sem vitalidade. Mesmo assim não duvidou nem foi incrédulo em relação à promessa de Deus, mas foi fortalecido em sua fé e deu glória a Deus, estando plenamente convencido de que ele era poderoso para cumprir o que havia prometido.”

🛡 Abraão e Sara sabiam que pelas condições física e natural não poderiam mais gerar filhos. Entretanto, há uma grande diferença na atitude de Abraão e na de Sara quando ouviram a promessa que os dois teriam filho naquelas condições. Abraão não duvidou em seu coração, antes, Deus fortaleceu sua fé (Gn 17:17). Já Sara riu incrédula e foi repreendida por Deus (Gn 18:12). Quando Sara concebeu seu filho ela riu pela alegria e pela forma sobrenatural e atípica que o SENHOR planejara as coisas para eles.

📖 ROMANOS 9:9

“Não pensemos que a palavra de Deus falhou. Pois nem todos os descendentes de Israel são Israel.” Nem por serem descendentes de Abraão passaram todos a ser filhos de Abraão. Pelo contrário: “Por meio de Isaque a sua descendência será considerada”. Noutras palavras, não são os filhos naturais que são filhos de Deus, mas os filhos da promessa é que são considerados descendência de Abraão. Pois foi assim que a promessa foi feita: “No tempo devido virei novamente, e Sara terá um filho”.”

Matthew Henry, afirmou que da mesma forma que o filho de Sara, Isaque, nasceu no tempo de Deus, foi gerado pelo poder e vontade de Deus, assim, os verdadeiros crentes também não nascem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas da vontade de Deus (Jo 1:13). Assim como houve uma profecia e promessa cumpridas a respeito do nascimento de Isaque, também se cumprem a profecia e promessa do novo nascimento do homem espiritual (Jo 3:3). Portanto, todo aquele que crê e obedece a voz de Deus, como Abraão e Sara o fizeram, se torna filho de Abraão, pela fé, e filhos de Deus por adoção (Gl 4:5). Os filhos de Deus são movidos pelo sobrenatural. Em todas as áreas da vida precisam da fé para permitir Deus operar e esperar o tempo dELe executar seus planos da forma dEle.

📖 GÁLATAS 4:21-31

“Digam-me vocês, os que querem estar debaixo da lei: Acaso vocês não ouvem a lei? Pois está escrito que Abraão teve dois filhos, um da escrava e outro da livre. O filho da escrava nasceu de modo natural, mas o filho da livre nasceu mediante promessa. Isso é usado aqui como uma ilustração; estas mulheres representam duas alianças. Uma aliança procede do monte Sinai e gera filhos para a escravidão: esta é Hagar. Hagar representa o monte Sinai, na Arábia, e corresponde à atual cidade de Jerusalém, que está escravizada com os seus filhos. Mas a Jerusalém do alto é livre, e essa é a nossa mãe. Pois está escrito: “Regozije-se, ó estéril, você que nunca teve um filho; grite de alegria, você que nunca esteve em trabalho de parto; porque mais são os filhos da mulher abandonada do que os daquela que tem marido”. Vocês, irmãos, são filhos da promessa, como Isaque. Naquele tempo, o filho nascido de modo natural perseguia o filho nascido segundo o Espírito. O mesmo acontece agora. Mas o que diz a Escritura? “Mande embora a escrava e o seu filho, porque o filho da escrava jamais será herdeiro com o filho da livre”. Portanto, irmãos, não somos filhos da escrava, mas da livre.”

Nesses versículos, Sara é colocada como uma metáfora da que concebeu a nova aliança, feita pela graça do SENHOR Jesus. Em contraponto Hagar, a serva egípcia, é usada como metáfora da velha aliança, feita pela lei, imperfeita e natural. Sara representa a benção da liberdade que o homem espiritual experimenta ao aceitar a Jesus e seu sacrifício único e completo. E assim como Isaque foi concebido depois de Ismael, a lei veio primeiro que a graça.

Sara não aceitou de forma alguma conviver com o herdeiro da escrava, porque toda herança pertenceria a Isaque. Apesar de muitas pessoas acusarem a dureza no tratamento de Sara para com Hagar, o sábio Salomão escreveu sobre o absurdo de uma serva dominar sua senhora: “Não fica bem o tolo viver no luxo; quanto pior é o servo dominar príncipes!” (Pv 19:10).

Os cristãos em Gálatas estavam com dificuldade de aceitar a graça, e se mantinham presos à lei mosaica mesmo tendo aceitado a Jesus. Paulo tenta explicar a recente liberdade que eles agora possuíam em Cristo, e para tanto, utiliza-se do propósito dos nascimentos de Ismael e Isaque, o filho da escrava, que é a lei é inferior e imperfeito, e o outro, o filho da promessa, gerado de forma sobrenatural e pela fé é superior, eterno e celestial.

📖 HEBREUS 11:11

“Pela fé, Abraão – e também a própria Sara, apesar de estéril e avançada em idade – recebeu poder para gerar um filho, porque considerou fiel aquele que lhe havia feito a promessa.”

👑 Sara é uma das poucas mulheres de fé que foram citadas na lista dos Heróis da Fé. Sara é a mãe da fé. Ela não tinha filhos e esperou até o ciclo reprodutivo terminar. Em seu parecer a promessa dizia respeito a Abraão, seu esposo, e não a ela, por isso achou que podia usar sua serva como barriga de aluguel. Quando soube que a promessa de Deus era para Abraão e ela, e que Deus não considerava a Ismael como o primogênito de Abraão, de início ela duvidou, mas depois da repreensão do SENHOR ela temeu, creu e continuou a esperar o tempo se cumprir. Ao engravidar, ela sabia que era um milagre poderoso feito por Deus, ao conceber ela se alegrou e contagiou a todos em redor com sua felicidade – “Deus me encheu de riso, e todos os que souberem disso rirão comigo” (Gn 21:6).

📖 1 PEDRO 3:3-6

“A beleza de vocês não deve estar nos enfeites exteriores, como cabelos trançados e joias de ouro ou roupas finas.

Pelo contrário, esteja no ser interior, que não perece, beleza demonstrada num espírito dócil e tranquilo, o que é de grande valor para Deus.

Pois era assim que também costumavam adornar-se as santas mulheres do passado, que colocavam a sua esperança em Deus. Elas se sujeitavam a seus maridos, como Sara, que obedecia a Abraão e lhe chamava senhor.

Dela vocês serão filhas, se praticarem o bem e não derem lugar ao medo.”

Essa passagem bíblica é um alerta para as mulheres não ficarem presas a superficialidade dos adornos. Pedro destaca algumas belas características de Sara com o objetivo de que as mulheres tementes a Deus usem:

✨ A docilidade e tranquilidade de espírito;

✨ Esperanças postas em Deus;

✨ Sujeição e obediência ao marido;

✨ Prática do bem e coragem.

📝 Respostas do Questionário

1. História de Sara:

1957 a.C. → Nascimento

1927 a.C. → Casamento com Abraão

1907 a.C. → Partida de Ur para Harã

1892 a.C. → Partida de Harã e peregrinação em Canaã

1891 a.C. → Partida de Canaã para o Egito; aquisição da serva egípcia, Hagar. Retorno do Egito para Canaã.

1882 a.C. → Hagar engravida de Abrão.

1868 a.C. → Promessa de Deus diretamente à Sara

1867 a.C. →Sara engravida e dá à luz a Isaque, que significa “Riso”.

1864 a.C. → Isaque é desmamado, Sara fala com Abraão para despedir Hagar e Ismael.

1834 a.C. → O sacrifício de Isaque

1830 a.C. → Morte de Sara, aos 127 anos de idade.

2. Locais em que Sara morou na época e os países na atualidade:

🌏 Sara nasceu em Ur dos Caldeus, que ficava na baixa Mesopotâmia. Champlin (2001), afirma que “Ur é Xamerina (a cidade da lua), que alguns chamaram de Urie. Arqueólogos encontraram inscrições em vários locais na cidade que diziam U-ri. O nome moderno desse local é Tell el-Muqayyar, no Sul do Iraque, cerca de 10 km ao sudeste de Nasiriyah, no rio Eufrates.”.

🌎 Sara passou uma temporada em Padã-Harã, no hebraico significa “planície de Arã”. Essas palavras apontam para a área da alta Mesopotâmia, local próximo aos rios Eufrates e Harbur (Gn 25:20; 28:8; 31:18), ao sul da Turquia. As tribos que lá moravam eram conhecidas como arameus, um povo nômade que mais tarde imigrou para Alepo. Essa região é uma extensa planície, que o profeta Oséias chama de “terra da Síria” (Os 12:12).

Ruínas de Harã, ao sul da Turquia

🌍 Abraão e Sara percorreram toda faixa de Canaã, lugar que Deus prometeu dar à sua descendência, fazendo algumas paradas em determinados pontos, como Siquém, Betel e Ai. Todas essas cidades e mais outras faixas foram conquistadas pelos descendentes de Abraão e Sara, no período do rei Davi a extensão territorial aumentou. Hoje essa região é conhecida como Palestina e somente parte do território é reconhecido como da Nação de Israel.

🌍 Sara passou um período no Egito, mas depois que Faraó descobriu que Abraão e Sara haviam mentido para ele, foram expulsos de lá.

Rio Nilo, Egito

3. Significado do nome de Sara:

Fiz um estudo especial sobre o significado do nome de Sara em “Mulheres da Bíblia 2018: Janeiro” que desejo reproduzir aqui:

Os nomes Sarai e Sara costumam ser definidos como “Princesa”. Mas, devemos estudar os significados desses nomes, comparando com o de Abrão/Abraão no original, em hebraico. Observe os nomes no hebraico antes e depois da mudança:

Uma mesma letra hebraica foi adicionada em ambos os nomes: Hey [ ה ]. Segundo Parsons (2018), Hey [ ה ] é a junção de 2 letras: o Dalet [ ד ], essa letra carrega o significado da quebra do relacionamento do homem com Deus, e o Yod [ י ], essa letra representa a figura de uma mão e compunha o nome de Sarai. A junção das duas letras formou então a letra Hey [ ה ] que significa o homem resgatado por Deus e Deus morando no homem.

Abraão teve acrescentado essa letra em seu nome e Sara teve o Yod [ י ] trocado por essa letra, Hey [ ה ], ampliando assim o seu significado. A letra Hey [ ה ] está em posição diferente nos nomes de Sara e Abraão, porque essa letra no final, torna um substantivo feminino (lembre que as palavras em hebraico são lidas de trás para frente).

Os nomes de Abraão e Sara receberam uma mesma letra em seus nomes, tal como um casal recebe o mesmo sobrenome ao se casar. Além disso, o significado de seus novos nomes foi definido pelo próprio Deus: Abraão, “Pai de Nações”, e Sara, “Mãe de Nações”, deles foi escolhida uma nação feita por Deus e para Deus.

A tradução “Princesa”, também pode ser interpretada pelo seu campo semântico, que abrange “Senhora”, “rainha”, em outras palavras, uma mulher de posição elevada, do mesmo nível de Abraão, o Amigo de Deus, Pai da Fé e Pai de Uma Grande Nação.

Pouco percebemos essas mudanças na tradução para o português. Perderam-se o significado e uma letra, o “i” [SARAI → SARA; Abrão → Abraão], quando, originalmente, a letra foi trocada por outra que ampliou seu significado. Na tradução para o inglês, a letra “i” foi trocada por “h” a letra mais próxima à Hey [ ה ] [SARAI → SARAH; Abram → Abraham]. Toda vez que Deus falava de Sua promessa a Abraão, ele a ampliava.

4. Vida cotidiana:

  • Papel nas Escrituras: O papel de Sara foi a de se tornar a matriarca da nação de Israel e a mãe da fé das mulheres que temem a Deus.

  • Posição Social: Sara era uma princesa, honrada como senhora, administradora do lar, mãe e mulher.

  • Tarefas Diárias: A Bíblia nos dá alguns detalhes de sua tarefa diária, ela obedecia e era submissa ao seu senhor Abraão (1 Pe 3:6), ela cozinhava pão (Gn 18:6), ela tinha servas que ficavam sob suas ordens (Gn 16:5-6) e cuidou de seu filho Isaque com muito amor (Gn 24:67).

5. Relacionamentos de Sara:

  • PAI e SOGRO: Terá, o mesmo pai de Abraão. O casal, Abraão e Sara, ficaram sob a liderança de Terá até sua morte.

  • ESPOSO: Abrão/Abraão, a Bíblia diz que o tratamento de Sara ao seu esposo era de obediência e submissão, ela o chamava de “senhor”, ela o respeitava, amava e era amada por ele.

  • FILHO: Isaque, o filho prometido e tão desejado, foi criado com todo amor até os 37 anos de vida dele.

  • MEIOS-IRMÃOS: Abrão/Abraão, Naor e Harã, eles tinham um elo muito forte e esporadicamente recebiam notícias uns dos outros.

  • SOBRINHO: Ló, acompanhou o casal em parte das peregrinações e recebia ajuda sempre que precisava.

  • PESSOAS ENVOLVIDAS:

– o Anjo do SENHOR: Sara teve um contato íntimo quando o SENHOR lhe fez a promessa de um filho.

– Hagar e Ismael: Conforme o costume da época, Sara ofereceu sua escrava para ter um filho por meio dela. Entretanto, seu plano não era perfeito como o que o SENHOR já tinha planejado. Sara, justamente, puniu a serva exaltada e mais tarde agiu conforme a Palavra do SENHOR, expulsando Hagar e Ismael para que não recebesse a herança que pertencia por direito à Isaque.

– Reis do Egito e Gerar: Esses reis ficaram encantados com a extrema beleza de Sara, mesmo sendo ela avançada em idade! Sara entrou no harém desses dois reis, mas foi preservada pelo SENHOR, eles não a tocaram.

6. Testemunho de Sara para mim:

Sara me ensina a me enxergar do ponto de vista de Deus, onde tudo é possível no tempo dEle. Ela estava com idade avançada, mas inacreditavelmente sua beleza se conservou. Então quando ela se olhava no espelho, ela sabia que o tempo havia passado para ela, mas ela só conseguia enxergar sua beleza ainda mais ressaltada. Como Sara aprendo a esperar o tempo de Deus com esperança e fé, desejo conservar minha beleza e graça para o meu marido e aumento a minha fé de que Deus é quem executa a obra dEle em mim.

7. Virtudes de Sara:

🚺 Bela

🚺 Mulher de fé

🚺 Administradora do lar

🚺 Boa esposa

🚺 Boa mãe

🚺 Obediente

🚺 Submissa

🚺 Espírito dócil e tranquilo

🚺 Esperançosa

🚺 Benigna

🚺 Corajosa

🌹 A poesia abaixo me trouxe à memória o sentimento que Sara sentia enquanto o tempo passava e seu ciclo reprodutivo começava a cessar, mas, ainda assim, ela carregava uma pontinha de esperança em Deus:

4º Motivo da Rosa, por Cecília Meireles

Não te aflija com a pétala que voa:
também é ser deixar de ser assim.

Rosas verás, só de cinza franzida,
mortas intactas pelo teu jardim.

Eu deixo aroma até nos meus espinhos,
ao longe, o vento vai falando por mim.

E por perder-me é que me vão lembrando,
por desfolhar-me é que não tenho fim.

🌵

Referências Bibliográficas

A Bíblia em Ordem Cronológica: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

CHAMPLIN, Russell Norman. O Antigo Testamento Interpretado: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Dicionário A-Z. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 6 e 7

CHAMPLIN, Russell Norman. O Antigo Testamento Interpretado: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Gênesis. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 1

CHAMPLIN, Russell Norman. O Novo Testamento Interpretado: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Romanos. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 3

Obrigada por seu comentário! Ele será lido e aprovado em breve.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s