MULHERES DA BÍBLIA 2018: Julho

Continuamos os estudos sobre as mulheres da Bíblia durante o mês de julho.

Para saber como funciona o estudo CLICA AQUI, para acompanhar o plano bíblico em ordem cronológica CLICA AQUI, para acessar a lista de livros das mulheres da Bíblia, clica nesse outro link: MULHERES DA BÍBLIA 2018

Se você ainda não viu a postagem do mês de janeiro a junho, que somam 91 fichas sobre as mulheres da Bíblia, clica nesses links:
MULHERES DA BÍBLIA 2018: Janeiro 1-17
MULHERES DA BÍBLIA 2018: Fevereiro 18-32
MULHERES DA BÍBLIA 2018: Março 33-45
MULHERES DA BÍBLIA 2018: Abril 46-58
MULHERES DA BÍBLIA 2018: Maio 59-75
MULHERES DA BÍBLIA 2018: Junho 76-91

Acompanhe também no Telegram meditações de segunda a sexta sobre as mulheres da Bíblia: @lisland

Abaixo vamos continuar a lista com a numeração e dados das mulheres da Bíblia.

LISTA:

92. A mãe de Davi

93. As mulheres de Nobe

94. Abigail

95. As 5 servas de Abigail

96. Ainoã, esposa de Davi

97. Mulheres gesuritas, gersitas e amalequitas

98. A médium de En-Dor

99. Mulheres e filhas de Davi e de seu exército

100. As 7 primeiras esposas de Davi: Mical, Ainoã, Abigail, Maaca, Hagite, Abital e Eglá

101. Bate-Seba

102.Mais esposas, concubinas e as filhas de Davi

103. Rispa

104. A ama de Mefibosete

105. Tamar, filha de Davi

106. A mulher de Tecoa

107. A informante em En-Rogel

108. A mulher de Baurim

109. Abigail e Zeruia, as duas irmãs de Davi

110. A mulher de Abel-Bete-Maaca

FICHAS DE DADOS:

92. MULHER DA BÍBLIA: A mãe de Davi

REFERÊNCIA BÍBLICA: 1 Samuel 22:3-4

SIGNIFICADO DO NOME: Seu nome não foi citado

LOCAL: Belém, de Judá; Mispá, em Moabe

ÉPOCA: 1028 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • A Bíblia não menciona, certamente deve ter sido uma serva de Deus

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • ESPOSO: Jessé

  • SOGRO: Obede

  • FILHOS: Eliabe, Abinadabe, Siméia, Natanael, Radai, Ozém, Davi

  • FILHAS: Zeruia e Abigail

  • PESSOAS ENVOLVIDAS: Saul

RESUMO DA VIDA:

Saul, o rei de Israel havia sido rejeitado por Deus devido a sua desobediência e Deus já havia ordenado que Samuel ungisse a Davi como o próximo rei de Israel. Para Saul isso podia significar um caso de vida ou morte, então, abusando de sua posição, começou a perseguir Davi para proteger o trono e o reino de sua descendência. Davi fugiu de Saul e conforme a ordem dos profetas de Deus, se dirigia para fortalezas e cavernas. Com medo de que Saul o prejudicasse em sua família, Davi protege o seu pai e sua mãe numa cidade em Moabe, chamada de Mispá. Moabe era o povo de onde Rute, sua bisavó, nascera. Lá seus pais ficaram sob a proteção do rei moabita.

PROPÓSITO:

  • Os cuidados de uma mãe dedicada foram retribuídos até o final da vida pelo filho amoroso.

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

93. MULHERES DA BÍBLIA: As mulheres de Nobe

REFERÊNCIA BÍBLICA: 1 Samuel 22:19

SIGNIFICADO DO NOME: Seus nomes não são citados

LOCAL: Nobe, em Benjamim

ÉPOCA: a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Mulheres levitas e mulheres de levitas, separadas para o serviço ao SENHOR

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • PESSOAS ENVOLVIDAS: Saul, Doegue, Davi e Aimeleque

RESUMO DA VIDA:

As mulheres de Nobe, são citadas na narrativa bíblica na chacina de toda a cidade, a mando de Saul e executada por seus servos e Doegue. O motivo da execução foi porque o sacerdote Aimeleque ajudou a Davi, o homem que Saul temia lhe tomar o reino.

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

94. MULHER DA BÍBLIA: Abigail

REFERÊNCIA BÍBLICA: 1 Samuel 25:3, 14, 17-43; 27:3; 30:5 e 18

SIGNIFICADO DO NOME: “pai da alegria” ou “exultação”

LOCAL: Carmelo, em Maom; peregrinações; Hebrom e Jerusalém

ÉPOCA: 1027 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Uma fiel serva do Altíssimo

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • ESPOSOS: Nabal, Davi

  • FILHO: Quileabe Daniel

  • PESSOAS ENVOLVIDAS: Servos e servas de Nabal

RESUMO DA VIDA:

Abigail era uma jovem senhora, casada com um homem rico, mas ímpio. Nabal era judeu, como Davi, de clãs diferentes. Quando Nabal precisou de ajuda, Davi o protegeu. Mas, quando Davi precisou de alimento, Nabal negou e destratou a Davi e seus mensageiros. Somente por causa da ação de Abigail, que Nabal e toda a sua casa não caíram pela espada de Davi. Ao saber do que Nabal havia feito, Abigail pegou do melhor alimento e presenteou a Davi, junto com um pedido de perdão. Davi aceitou o presente e perdoou a Nabal. Quando Abigail voltou, esperou o dia seguinte, quando Nabal estava sóbrio, para contar como impedira a vingança de Davi. Nabal morreu 10 dias depois e Davi tomou Abigail como esposa. Davi e Abigail tiveram 1 filho.

PROPÓSITO:

  • Abigail salvou sua casa, como também sua própria vida, de serem mortos pela atitude néscia de um homem que não temia a Deus.

DEVO IMITAR:

  • Devo pedir a Deus sabedoria, coragem, fé e humildade, para saber agir conforme Jesus agiria.

DESTAQUE:

“[…] Abigail poderia ter deixado o comportamento de seu marido deprimir e paralisá-la. Mas ela engoliu sua frustração e agiu decisivamente para salvar na bal e sua família, mesmo se significasse aceitar culpa pelas ações de seu marido.

[…]

Nossa reação às pessoas não deveria ser determinada apenas pelo modo como ela nos trata. Podemos decidir amar outros quando lembramos que Jesus está intercedendo Deus intercedendo por nós romanos oito 34. E podemos ser gratos por Deus não nos dar o que merecemos, ainda que nós também possamos agir como tolas.”

Dianne Neal Matthews, em “Um ano com as mulheres da Bíblia”

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

MATHEWS, Dianne Neal. UM ANO COM AS MULHERES DA BÍBLIA. Tradução por: Elisa Tisserant de Castro. Curitiba: Publicações Pão Diário, 2016.

95. MULHERES DA BÍBLIA: As 5 servas de Abigail

REFERÊNCIA BÍBLICA: 1 Samuel 25:42

SIGNIFICADO DO NOME: Seus nomes não são mencionados

LOCAL: Carmelo, em Maom; peregrinações; Hebrom e Jerusalém

ÉPOCA: 1027 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Apesar de não haver menção do relacionamento delas com Deus, intuímos que por serem servas fieis de Abigail, era também servas de Deus.

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • SENHORA: Abigail

  • PESSOAS ENVOLVIDAS: Nabal e Davi

RESUMO DA VIDA:

Elas eram jovens virgens que eram compradas para servir sua senhora. Elas podiam ser escravas estrangeiras, ou israelitas pobres. A Bíblia diz que as 5 servas de Abigail, seguiam suas pisadas, isso significa dizer que eram obedientes e que seguiam sua senhora onde quer que esta fosse, como uma espécie de guarda-costas.

PROPÓSITO:

  • Servir e proteger sua senhora.

DEVO IMITAR:

  • Devo servir fielmente minhas líderes espirituais.

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

96. MULHER DA BÍBLIA: Ainoã, esposa de Davi

REFERÊNCIA BÍBLICA: 1 Samuel 25:43; 27:3; 30:5,18

SIGNIFICADO DO NOME: “Meu irmão é gracioso”

LOCAL: Jizreel; peregrinações; Hebrom e Jerusalém

ÉPOCA: 1027 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Não é mencionado.

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • ESPOSO: Davi

  • FILHOS: Amnom

  • PESSOAS ENVOLVIDAS: Abigail, Tamar

RESUMO DA VIDA:

Ainoã, a jizreelita, se tornou esposa de Davi e lhe deu o primeiro filho, Amnom (mais tarde ele estuprou sua meia-irmã, Tamar). Ainoã vivia seguindo Davi em suas fugas de Saul, chegou a ser levada cativa pelos amalequitas, mas foi resgatada junto com as demais mulheres, e por fim, ela também acompanhou a Davi na sua subida ao trono de Israel.

PROPÓSITO:

  • Acompanhar e dar filhos a Davi.

DEVO EVITAR:

  • Não posso permitir que meus filhos sejam levados pela emoção. Apesar de não ter controle sobre decisões dos meus filhos, preciso cuidar e ensiná-los a temer ao SENHOR.

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

SCHIMIDT, Alaid Schiavone. PEQUENA ENCICLOPÉDIA BÍBLICA DE TEMAS FEMININOS – Com Ênfase nos Assuntos da Família. São Paulo: Arte Editorial, 2008.

97. MULHERES DA BÍBLIA: Mulheres gesuritas, gersitas e amalequitas

REFERÊNCIA BÍBLICA: 1 Samuel 27:8-11

SIGNIFICADO DO NOME: Seus nomes não são mencionados

LOCAL: Gesur, Gersón, Amaleque

ÉPOCA: 1026 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Mulheres ímpias

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • PESSOAS ENVOLVIDAS: Davi e seu exército, Aquis, o rei filisteu.

RESUMO DA VIDA:

Gesuritas, gersitas e amalequitas eram povos amorreus, antigos inimigos de Israel, que habitavam ao sul de Judá. Davi estava refugiado em Ziclague, sob a proteção e mando do rei filisteu, Aquis. Para convencer Aquis que mesmo sendo israelita, agora estava do lado dos filisteus, Davi relatava ao rei que havia atacado o sul de Judá e proximidades, dando a entender que ele estava matando os israelitas. Para que nenhum amorreu denunciasse a Davi, ele e seus homens matavam homens e mulheres gesuritas, gersitas e amalequitas.

PROPÓSITO:

  • Elas serviram de bode expiatório para Davi convencer o rei Aquis de que estava trabalhando contra os israelitas. Elas estavam à mercê da sorte.

DEVO EVITAR:

  • Não posso estar fora da proteção de Deus para não perecer.

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

98. MULHER DA BÍBLIA: A médium de En-Dor

REFERÊNCIA BÍBLICA: 1 Samuel 28:7-24

SIGNIFICADO DO NOME: Seu nome não é mencionado

LOCAL: En-Dor

ÉPOCA: 1025 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Era desobediente e inimiga de Deus.

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • PESSOAS ENVOLVIDAS: Saul, soldados do rei

RESUMO DA VIDA:

Ela sobrevivia por suas consultas a espíritos malignos. A prática do espiritismo é proibida por Deus. Ela corria o risco de ser morta, mesmo assim prosseguia em seus atos pecaminosos de consultar a demônios. Saul foi consultá-la disfarçado, ela só o reconheceu quando viu o espírito maligno, fingindo ser Samuel, falar com Saul. Essa mulher chegou a alimentar Saul e ela foi poupada de ser morta.

PROPÓSITO:

  • Mostrar que o povo de Deus corre sérios riscos quando O desobedece, de passar de buscar e ouvir a Deus para ouvir enganos de demônios.

DEVO EVITAR:

  • Não posso desobedecer a Deus, nem consultar a espíritos. Somente o Deus de toda verdade deve ser buscado e ouvido.

DESTAQUE:

“[…] Saul consultou uma médium que se envolveu com práticas que eram condenadas por Deus como detestáveis e puníveis com a morte, contudo ela também apresentava um lado diferente. Quando Saul caiu no chão, paralisado pelas más notícias que acabara de ouvir, a mulher demonstrou preocupação. Ela suplicou que ele comesse para recuperar suas forças […] ser gentil não é a mesma coisa que ser piedosa […] Não é uma questão de nossas obras gentis serem em maior número do que as obras perversas. Todas nós falhamos quando se trata de viver conforme o padrão de Deus para perfeição. Por isso precisamos de um Salvador. Ser gentil jamais acobertar a desobediência deliberada.”

Dianne Neal Matthews, em “Um ano com as mulheres da Bíblia”, pág. 56

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

MATHEWS, Dianne Neal. UM ANO COM AS MULHERES DA BÍBLIA. Tradução por: Elisa Tisserant de Castro. Curitiba: Publicações Pão Diário, 2016.

99. MULHERES DA BÍBLIA: Mulheres e filhas de Davi e de seu exército

REFERÊNCIA BÍBLICA: 1 Samuel 30:1-22

SIGNIFICADO DO NOME: Somente Ainoã e Abigail tiveram os nomes mencionados

LOCAL: Amaleque e Ziclague

ÉPOCA: 1025 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Eram servas de Deus

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • PESSOAS ENVOLVIDAS: Davi, soldados de Davi e de Amaleque

RESUMO DA VIDA:

As esposas de Davi e de seus soldados ficaram expostas em Ziclague, quando eles foram lutar ao lado do rei Aquis. Os amalequitas destruíram a cidade e levaram todas as mulheres e seus filhos e filhas. O pouco tempo que estiveram sob domínio amalequita, estavam como cativas, escravas. Deus por sua misericórdia, as restabeleceu aos seus maridos e lar.

PROPÓSITO:

  • Mostrar que não estamos isentas de sofrer nessa terra.

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

100. MULHERES DA BÍBLIA: As 7 primeiras esposas de Davi: Mical, Ainoã, Abigail, Maaca, Hagite, Abital e Eglá

REFERÊNCIA BÍBLICA: 2 Samuel 3:2-14

SIGNIFICADOS DOS NOMES:

Mical: “Quem é semelhante ao Senhor?” ou “Um riacho”

Ainoã: “Irmã do agrado” ou “de graça”

Abigail: “Pai da exultação”

Maaca: “Opressão”, “Depressão”, ou “Pisando”

Hagite: “Exultação”

Abital: “Pai do orvalho”

Eglá: “Rapariga” ou “Novilha”

LOCAL: Gate, Caverna de Adulão, Mizpa, Bosque de Herete, Queila, Deserto de Zife, Bosque de Haquilá, Deserto de Maom, Vale de Arabá, Sela-Hamalecote, Engedi, Deserto de Parã, Deserto de Zife, Ziclague, Hebrom e Jerusalém.

ÉPOCA: 1022 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Algumas delas eram fiéis servas do Senhor.

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • MÃES & FILHOS:

Mical: Ø

Ainoã: Amnom

Abigail: Quileabe

Maaca: Absalão e Tamar

Hagite: Adonias

Abital: Sefatias

Eglá: Itreão

RESUMO DA VIDA:

A vida no “harém” das esposas de Davi era tranquila no início. Cada uma delas possuía seus aposentos privados e conviveram bem até Davi cometer adultério e homicídio. A única esposa de Davi que não foi honrada com filhos foi Mical, que o desprezou no coração. As demais tiveram filhos e filhas, além dos primogênitos citados, alegrando

PROPÓSITO:

  • Elas receberam a honra de se tornarem esposas do rei mais famoso de Israel.

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

101. MULHER DA BÍBLIA: Bate-Seba

REFERÊNCIA BÍBLICA: 2 Samuel 11:2-5, 11, 26-27; 12:8-11, 15, 24-25

SIGNIFICADO DO NOME: “A sétima filha”, ou “filha de um juramento”

LOCAL: Jerusalém

ÉPOCA: 1005 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Demonstrou fé e submissão em seu relacionamento com Deus, através da amizade com o profeta Natã.

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • PAI: Eliã

  • ESPOSOS: Urias, rei Davi

  • FILHOS COM DAVI: Primogênito que morreu, Salomão, Siméia, Sobabe e Natã.

  • PESSOAS ENVOLVIDAS: Soldados de Davi, profeta Natã

RESUMO DA VIDA:

Enquanto se banhava em sua casa, foi cobiçada pelo rei e chamada ao palácio, mesmo o rei sabendo que ela era casada com um de seus mais bravos guerreiros. Dessa noite, Bate-Seba engravidou, por isso, Davi tratou de se livrar de Urias, chegando a mandar ser exposto na guerra para que morresse e pudesse tomar Bate-Seba como esposa. Bate-Seba erdeu o primeiro filho, mas Deus prometeu que o filho chamado Salomão seria o sucessor de Davi no trono. No final da vida de Davi, ela foi até o seu leito para não relembrar essa promessa. Ela obteve a graça de contemplar seu filho no trono e ainda ganhou um trono adjacente ao de seu filho.

PROPÓSITO:

  • A história a que foi submetida a fez experimentar a graça e o perdão divinos.

DEVO IMITAR:

  • Pecadora como sou, devo lembrar que ao receber o perdão de Deus, devo deixar a culpa e a vergonha de lado, e viver a nova história que Deus preparou para mim.

DESTAQUE:

“Reparou que Mateus chama Bate-Seba de “mulher de Urias”? Não se trata de preconceito contra ela, e, sim, de um reconhecimento da verdade bíblica, qual seja, pecado traz consequências. […] A Bíblia nunca esconde fatos dolorosos, mas sempre exalta a graça divina. O escritor, Eugene O’neill, disse: “O ser humano nasce quebrado, e vive por meio de consertos constantes. A graça de Deus é a cola que conserta.” Vamos nós também buscar o conserto que Deus oferece. Corramos atrás da graça dEle, sabendo que é “poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos, ou pensamos, conforme o seu poder que opera em nós” (Ef 3:20).”

Joyce Elizabeth W. Every-Clayton, em “Fale, Mulher 2”

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

EVERY-CLAYTON, Joyce Elizabeth W. FALE, MULHER 2. Brasília: Rede de Mobilização de Mulheres, 2003.

SCHIMIDT, Alaid Schiavone. PEQUENA ENCICLOPÉDIA BÍBLICA DE TEMAS FEMININOS – Com Ênfase nos Assuntos da Família. São Paulo: Arte Editorial, 2008.

102. MULHERES DA BÍBLIA: Mais esposas, concubinas e as filhas de Davi

REFERÊNCIA BÍBLICA: 2 Samuel 5:13; 15:16; 16:21-22; 19:5; 20:3

SIGNIFICADOS DOS NOMES: Seus nomes não são citados.

LOCAL: Jerusalém

ÉPOCA: 1017 – 1010 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Algumas delas não serviam a Deus.

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • PESSOAS ENVOLVIDAS: Os filhos delas foram citados sem especificar as mães: “Ibar, Elisua, Nefegue, Jafia, Elisama, Eliada, Elifelete.” (2 Samuel 5:15-16); além desses nasceram filhas que não tiveram seus nomes citados.

RESUMO DA VIDA:

Essas mulheres viviam em palácios e gozavam da assistência e amor do rei Davi. Após, o pecado de Davi toda a família se desestruturou e pagou, junto com ele, das consequências do pecado.

PROPÓSITO:

  • Formar uma grande e honrada família real.

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

103. MULHER DA BÍBLIA: Rispa

REFERÊNCIA BÍBLICA: 2 Samuel 3:7-8; 21:1-14

SIGNIFICADO DO NOME: “Pedra quente” ou “carvão”

LOCAL: Gibeá

ÉPOCA: 1022 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Não é mencionado.

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • PAI: Aiá

  • FILHOS: Armoni e Mefibosete

  • PESSOAS ENVOLVIDAS: Rei Saul a tomou como concubina, Abner a tomou após a morte de Saul.

RESUMO DA VIDA:

Deveria ser uma bela mulher, e foi concubina do rei Saul. Ela teve 2 filhos com ele, Armoni e Mefibosete, cujos cadáveres, ao céu aberto, foram protegidos por sua mãe. Rispa também foi tomada por Abner, isso significava que Abner desejava usurpar o trono. Quando foi contestado por Isbosete, um dos filhos de Saul, ele rompeu com a casa de Saul e foi apoiar o novo rei de Israel, Davi. Como Davi lhe ofereceu uma posição de honra, Joabe o matou.

PROPÓSITO:

  • Demonstrou a força do amor, um dos princípios básicos da vida, ao proteger os corpos de seus filhos.

DEVO IMITAR:

  • Apesar de não ter uma boa posição, posso defender os princípios básicos dos direitos humanos.

DESTAQUE:

“Rispa foi devotada a seus filhos na vida e na morte. Por causa dos pecados de Saul, seus dois filhos com Rispa e cinco de seus netos foram executados em uma montanha. Rispa permaneceu ali, sem poder salvar a vida de seus filhos, mas decidiu que eles não receberiam mais nenhuma desonra depois de morrerem. Por cinco longos meses, Rispa cuidou dos corpos dos homens. Dia e noite, no calor e no frio, ela os protegeu de pássaros e animais selvagens. […] A devoção de Rispa tocou o rei Davi e ele deu a seus filhos e aos outros homens um sepultamento adequado. Deus irá recompensar nossa devoção a ele de modos muito mais grandiosos que este.”

Dianne Neal Matthews, em “Um ano com as mulheres da Bíblia”, p. 132

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

MATHEWS, Dianne Neal. UM ANO COM AS MULHERES DA BÍBLIA. Tradução por: Elisa Tisserant de Castro. Curitiba: Publicações Pão Diário, 2016.

104. MULHER DA BÍBLIA: A ama de Mefibosete

REFERÊNCIA BÍBLICA: 2 Samuel 4:4

SIGNIFICADO DO NOME: Seu nome não foi mencionado

LOCAL: Gibeá

ÉPOCA: 1025 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Não é mencionado

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • PESSOAS ENVOLVIDAS: Mefibosete e Saul

RESUMO DA VIDA:

Ela foi uma serva dedicada como mãe do filho do príncipe Jônatas, Mefibosete. Quando anunciaram a morte de Saul o pânico se instalou no palácio real, pois toda a casa de Saul estava sendo eliminada para abrir as portas para o novo rei. Na ânsia de salvar o pequeno princepezinho, a ama de Mefibosete o deixou cair, essa queda deixou o pequeno paralítico.

PROPÓSITO:

  • Salvar a descendência de Jônatas.

DEVO IMITAR:

  • Devo imitar a rapidez da ama de Mefibosete no sentido de salvar pessoas.

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

105. MULHER DA BÍBLIA: Tamar, filha de Davi

REFERÊNCIA BÍBLICA: 2 Samuel 13:1-21, 32

SIGNIFICADO DO NOME: “Tâmara (palmeira)”

LOCAL: Jerusalém, Gesur

ÉPOCA: 1002 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Conservava os princípios divinos.

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • PAI: rei Davi

  • MÃE: Maaca

  • IRMÃO: Absalão

  • MEIO-IRMÃO: Amnom, filho de Hagite com Davi

  • PESSOAS ENVOLVIDAS: Jonadabe, sobrinho de Davi

RESUMO DA VIDA:

Tamar era uma bela virgem, possuía sangue real dos dois lados de seus pais, Davi, rei de Israel, e Maaca, filha do rei de Gesur. A Bíblia revela que Tamar foi cobiçada pelo seu próprio meio-irmão e foi forçada a ter relações sexuais com ele, mesmo ela aconselhando a Amnom pedi-la antes em casamento. Ela foi abandonada e expulsa após o ato. Tamar saiu chorando e clamando pelas ruas de Jerusalém com as roupas rasgadas e com cinza na cabeça a sua desgraça. Ela nunca se casou, e viveu o resto dos seus dias isolada na casa de seu irmão Absalão. Dois anos depois, Absalão matou Amnom.

PROPÓSITO:

  • Revelar a pureza e dignidade das virgens de Israel.

DEVO IMITAR:

  • Devo preservar os princípios divinos sobre casamento e declarar minha posição de só ter relação sexual após o casamento.

DESTAQUES:

“FALE TAMAR! Eu estava usando minha roupa longa, colorida, realmente de princesa, ‘o tipo de roupa que as filhas virgens do rei usavam desde a puberdade’ (2 Sm 13:18 NVI). De fato, na minha época, a intimidade sexual foi descrita em termos de roupa: ‘descobrir a nudez’ (Lv 18:6-18) equivalia a tirar a roupa, ter relações sexuais. Eu tentei dizer-lhe que ele estava fazendo uma ‘loucura’. Em Gênesis 34.7, o ‘desatino’ ou ‘loucura’ de Siquém foi violentar a filha de Jacó. Em Deuteronômio 22:21, as relações sexuais antes do casamento são chamadas de ‘loucura’. […] O que ocorrera foi ago muito sério, uma verdadeira ofensa a Deus e à Sua Lei. Mas o meu irmão, além de ser ímpio, se fez de surdo, e por duas vezes recusou me ouvir. […] Só me restou uma coisa, sair gritando. Cinza na cabeça; mão na cabeça; a roupa bonita, a virgem bonita, tudo rasgado […].”

Joyce Elizabeth W. Every-Clayton, em “Fale, Mulher 2”

“[…] O fato de Amnom ser castigado, no final, não serve de grande consolo diante da realidade de uma vida destruída. […]”

Eva Mündlein, em “Histórias de Mulheres da Bíblia”, pág. 106

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

EVERY-CLAYTON, Joyce Elizabeth W. FALE, MULHER 2. Brasília: Rede de Mobilização de Mulheres, 2003.

MÜNDLEIN, Eva. HISTÓRIAS DE MULHERES DA BÍBLIA. Tradução: Irene Reinhold. Sociedade Bíblica do Brasil, 2010.

106. MULHER DA BÍBLIA: A mulher de Tecoa

REFERÊNCIA BÍBLICA: 2 Samuel 14:1-22

SIGNIFICADO DO NOME: Seu nome não é mencionado

LOCAL: Tecoa

ÉPOCA: 996 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Não é mencionado.

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • PESSOAS ENVOLVIDAS: Joabe e o rei Davi

RESUMO DA VIDA:

Ela era conhecida por ser astuta. Joabe usou dessa característica para ela encenar uma história que comovesse o coração do rei Davi. O objetivo era fazer voltar a Jerusalém Absalão, o responsável pela morte de Amonm, o estuprador de Tamar. Essa mulher em sua encenação cita a lei e é incisiva em seu pedido, até Davi entender o propósito de sua fala e aceder ao pedido real. Absalão voltou a Jerusalém.

PROPÓSITO:

  • A astúcia dela aliado à estratégia de Joabe, conseguiu o intento de Davi perdoar o filho.

DEVO IMITAR:

  • Devo usar minhas características para fazer o bem.

DESTAQUE:

“Acabo de fazer uma descoberta fascinante – há uma atriz na Bíblia e eu não sabia! Contratada por Joabe, um general importante em Israel, a tecoíta, com seus trajes especiais, seu texto bem decorado e gestos apropriados, soube representar muito bem. O relato acerca da estrela de encontra em 2 Samuel 14.”

Joyce Elizabeth W. Every-Clayton, em “Fale, Mulher 2”

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

EVERY-CLAYTON, Joyce Elizabeth W. FALE, MULHER 2. Brasília: Rede de Mobilização de Mulheres, 2003.

107. MULHER DA BÍBLIA: A informante em En-Rogel

REFERÊNCIA BÍBLICA: 2 Samuel 17:17

SIGNIFICADO DO NOME: Seu nome não foi mencionado

LOCAL: En-Rogel

ÉPOCA: 993 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Não é mencionado

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • PESSOAS ENVOLVIDAS: Jônatas, Aimaás e Davi

RESUMO DA VIDA:

Uma simples serva, que serviu de informante aos espiões de Davi, Jônatas e Aimaás, quando este fugia da rebelião levantada pelo seu próprio filho Absalão. Essa mulher corria risco de vida, mas sua posição de serva e o local escolhido não levantavam suspeitas. Ela entregou as informações secretas sobre Absalão e seu intento contra Davi a Jônatas e Aimaás, colaborando com Davi.

PROPÓSITO:

  • Ser uma colaboradora do lado certo político.

DEVO IMITAR:

  • Devo colaborar com o Reino de forma que honre a Deus.

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

108. MULHER DA BÍBLIA: A mulher de Baurim

REFERÊNCIA BÍBLICA: 2 Samuel 17:18-21

SIGNIFICADO DO NOME: Seu nome não foi mencionado

LOCAL: Baurim

ÉPOCA: 993 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Não foi mencionado

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • PESSOAS ENVOLVIDAS: Absalão e seus servos, Davi e seus dois espiões

RESUMO DA VIDA:

Ela foi uma senhora, dona de casa, agricultora, que foi rápida, prestativa e estratégica ao esconder os dois espiões de Davi dos servos de Absalão. Se eles encontrassem os espiões em sua casa, certamente seriam mortos eles e ela também. Elas os fez descer um poço, tampou e cobriu a tampa do poço com grãos secos. Os servos raivosos de Absalão passaram e nem desconfiaram. Ao perguntarem para onde foram os homens, ela calmamente respondeu que eles tinham passado adiante. Eles foram embora e os espiões de Davi chegaram sãos e salvos ao seu destino.

PROPÓSITO:

  • Salvar a vida dos dois espiões de Davi.

DEVO IMITAR:

  • Posso usar de criatividade e estratégias para salvar vidas.

DESTAQUE:

“O texto […] mostra como duas mulheres bem normais se dispuseram a cooperar com o plano de Deus para todo Seu povo. Elas fizeram o óbvio, o banal até – uma buscando água, a outra cobrindo um poço – e, em termos humanos, o sucesso militar de Davi dependia delas. Sem dúvida, “ trata-se de um pequeno episódio acerca da soberania de Deus”.”

Joyce Elizabeth W. Every-Clayton, em “Fale, Mulher 2”

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

EVERY-CLAYTON, Joyce Elizabeth W. FALE, MULHER 2. Brasília: Rede de Mobilização de Mulheres, 2003.

109. MULHERES DA BÍBLIA: Abigail e Zeruia, as duas irmãs de Davi

REFERÊNCIA BÍBLICA: 2 Samuel 17:25; 18:2; 19:22; 23:18

SIGNIFICADO DOS NOMES:

Abigail: “Meu pai é alegria” ou “o pai alegra-se”

Zeruia: “Separação” ou “Bálsamo”

LOCAL: Judá

ÉPOCA: 992 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Não é mencionado

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • PAI: Jessé

  • IRMÃO: Davi

  • FILHOS:

    ABIGAIL:Amasa

    ZERUIA: Abisai, Joabe e Asael

RESUMO DA VIDA:

Abigail e Zeruia são as duas irmãs de Davi, citadas por nome. Ambas tinham filhos guerreiros e traiçoeiros. Amasa traiu o rei Davi, apoiando a Absalão em sua rebelião. Joabe e seus irmãos, apesar de todo apoio que eles davam ao rei Davi, seu tio, agiam com violência matando qualquer pessoa – ou cidade – que atravessasse seu caminho. Davi responsabilizou Zeruia pelas más atitudes dos filhos.

PROPÓSITO:

  • Destacar a influência e importância das irmãs e sobrinhos de Davi em seu reinado.

DEVO EVITAR:

  • Devo evitar atos de gritaria ou violência na criação de meus filhos, para que eles também não fiquem violentos.

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

SCHIMIDT, Alaid Schiavone. PEQUENA ENCICLOPÉDIA BÍBLICA DE TEMAS FEMININOS – Com Ênfase nos Assuntos da Família. São Paulo: Arte Editorial, 2008.

110. MULHER DA BÍBLIA: A mulher de Abel-Bete-Maaca

REFERÊNCIA BÍBLICA: 2 Samuel 20:16-22

SIGNIFICADO DO NOME: Seu nome não é mencionado

LOCAL: Abel-Bete-Maaca, na tribo de Dã

ÉPOCA: 992 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Era uma serva de Deus.

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • PESSOAS ENVOLVIDAS: Joabe, Seba e conterrâneos

RESUMO DA HISTÓRIA:

Seba, levantou uma rebelião contra o rei Davi em Jerusalém. Joabe, em defesa do rei, saiu em busca dele para matá-lo. Seba fugiu e se escondeu na tribo de Dã, numa cidade chamada Abel-Bete-Maaca. Joabe cercou a cidade e estava disposto a matar todos ali porque pensava que eles concordavam em proteger Seba. Entretanto, uma mulher se levantou como pacificadora, falou com Joabe, entrou em consenso com os líderes de sua cidade e entregou Seba. Joabe desfez o cerco e foi embora.

PROPÓSITO:

  • Salvar a vida de toda a cidade de Abel-Bete-Maaca.

DEVO IMITAR:

  • A boa intenção de promover a paz, falando sabiamente.

DESTAQUE:

“Às vezes, as pessoas se concentra, tanto na batalha que perdem de vista o motivo da luta ou formas melhores de realizar seus objetivos. Quando enxergamos um conflito de maneira diferente das outras pessoas a nosso redor, é nossa responsabilidade expressar esse ponto de vista a elas, com respeito. Jesus disse: “Bem-aventurados os pacificadores, pois serão chamados filhos de Deus.” (Mt 5:9). Quem sabe? Deus pode usar você para salvar a vida de centenas – ou pelo menos para redirecionar a energia das pessoas para algo mais proveitoso.”

Bíblia de Estudo da Mulher de Fé, pág. 1009

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

📎 PDF – JULHO

Obrigada por seu comentário! Ele será lido e aprovado em breve.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s