❤ Livro “Quando Chama o Coração” – Série Oeste Canadense

Como um sonho, o livro que inspirou o filme e a série “Quando Chama o Coração” foi traduzido e publicado no Brasil pela Editora UPBooks – nosso muito obrigada! Este é o primeiro livro de uma série de 6.

 

Quem é fã da série “When Calls The Heart“, deve conhecer o filme piloto lançado sem o final e com a história de 2 Elizabeths (a tia e a sobrinha). O livro vai contar a história da Elizabeth (tia) com Winn Delaney.

Se ainda não viu o filme, recomendo que leia o livro primeiro, para não estragar as surpresas. Se já assistiu, o livro revela o final da história da tia Elizabeth com Winn e nos apresenta melhor a natureza de personagens já conhecidos, como o Sr. Higgins por exemplo.

No livro, Janette Oke consegue nos transportar para o oeste canadense, nos faz suspirar com a beleza das montanhas e florestas, com a educação, cultura e delicadeza peculiares do Canadá. A história é envolvente, com humor leve e princípios cristãos.

Agora vou deixar a sinopse publicada pela Editora UPBooks:

Nada em sua privilegiada educação preparou Elizabeth para os desafios da vida na fronteira.

Elizabeth Thatcher é jovem, bonita, culta e educada. Mas quando viaja para o Oeste para ensinar na escola no sopé das Montanhas Rochosas canadenses, ela está completamente despreparada para as condições que encontra. Ainda assim, ela está determinada a ser bem-sucedida na formidável tarefa de se adaptar aos local e moldar os corações e mentes dos alunos sob seus cuidados.

Ela está igualmente determinada a não entregar seu coração a nenhum dos homens da fronteira local. Até conhecer um membro da Real Polícia Montada do Canadá.

TÍTULO:  Quando chama o coração
AUTORA: Janette Oke
204 páginas – 16x23cm – Pólen

Se desejar comprar o livro físico, clique AQUI

Se desejar comprar o e-book, clica AQUI

JARDIM DA ORAÇÃO: O Segredo dos Heróis da Fé

No 27º dia de gratidão, agradecemos pelo “Devocional Diário”. Compartilhei um anexo muito útil de como fazer um devocional, que foi distribuído pelo Seminário Como no Pentecostes.

Nesse mesmo Seminário, eu ouvi falar pela primeira vez do “Jardim da Oração”, o momento a sós com Deus para ter intimidade. Estudando mais a fundo esse assunto, estive meditando sobre a comunhão que os heróis da fé tiveram com Deus e de como ela se assemelhava com o “Jardim da Oração”. Então nasceu a série “JARDIM DA ORAÇÃO: O Segredo dos Heróis da Fé”.

Nos próximos dias, quero compartilhar 35 tópicos com uma análise dos perfis dos heróis da fé, focando a comunhão que eles tinham com Deus. Inicialmente, cada tópico será publicado no Telegram, depois o estudo completo será disponibilizado aqui no blog.

O “Jardim da Oração” nada mais é que um momento dedicado à oração, leitura da Palavra e verdadeira comunhão com Deus. A fé de cada um desses heróis foi cultivada, fortalecida e desenvolvida nesse Jardim especial. Eles nos apresentam segredos contidos nos relatos bíblicos, que parecem estar escondidos aos nossos olhos.

Para fazer esse estudo utilizei as referências bíblicas dos perfis e 2 livros que super-recomendo a leitura.

O livro “O Recanto da Oração e o Jardim Sagrado”, de Rocky Fleming, se trata de um livreto com uma história alegórica que ilustra a comunhão de um cristão na caminhada com Jesus. Cada passo da jornada é ilustrado de uma forma muito linda.

O livro “O Temor do SENHOR: o segredo para conhecer Deus na intimidade”, de John Bevere, discorre sobre o lugar de comunhão dos homens com Deus desde o Jardim do Éden, Tabernáculo, Templo, até chegar ao coração do homem, com o sacrifício de Jesus e a descida do Espírito Santo. O autor se baseia em Salmos 25:14, “A intimidade do Senhor é para os que o temem, aos quais ele dará a conhecer a sua aliança.”. Bevere, introduz o livro com um relato de uma experiência maravilhosa que ele teve numa ministração aqui no Brasil!

Os perfis escolhidos para essa série estão na ordem listada em Hebreus 11, escolhi também heróis do Velho Testamento que tiveram apenas seus feitos listado, e, ao final, vamos estudar sobre o Heróis dos heróis: nosso amado Jesus, que foi quem nos reconduziu à perfeita comunhão com Deus. Cada perfil virá com a referência bíblica, a revelação do segredo e a aplicação prática para nós hoje.

Abaixo está a lista dos heróis da fé (Hb 11:4-38):

  1. ABEL
  2. ENOQUE
  3. NOÉ
  4. ABRAÃO
  5. SARA
  6. ISAQUE
  7. JACÓ
  8. JOSÉ
  9. MOISÉS
  10. JOSUÉ
  11. RAABE
  12. GIDEÃO
  13. BARAQUE
  14. SANSÃO
  15. JEFTÉ
  16. DAVI
  17. SAMUEL
  18. PROFETAS – DE SAMUEL A JOÃO BATISTA
  19. OTNIEL
  20. DÉBORA
  21. CALEBE
  22. DANIEL
  23. SADRAQUE, MESAQUE E ABDENEGO
  24. JOSAFÁ
  25. JÔNATAS
  26. PRÍNCIPES E GUERREIROS DE ISRAEL
  27. A SUNAMITA
  28. MICAÍAS
  29. JEREMIAS
  30. ZACARIAS
  31. ISAÍAS
  32. 85 SACERDOTES
  33. ELIAS
  34. JESUS

Comece a acompanhar a série no Telegram: @LisLand

Mulher Única

MULHER ÚNICA

Excertos do livro “Mulher Única“, de Edwin Louis Cole e Nancy Corbet Cole

Leve tudo ao Senhor em oração. – Nancy Cole

– Edwin

Cônjuges que vivem em reinos diferentes e depois são unidos em Cristo são grandemente abençoados, porém tais casos são raras exceções. Nancy e eu fomos uma dessas exceções. Quando a conheci, eu era extremamente mundano. Na primeira vez que a vi, eu a amei, realmente a amei. Mas isso não eliminou meus hábitos mundanos. Ela era uma jovem religiosa, moralmente correta, culta e naturalmente graciosa. O motivo de ela ter se casado comigo é um mistério para mim, mas graças a Deus ela quis! Dois anos depois, experimentei uma gloriosa conversão. Que maravilha; fui verdadeiramente salvo! Minha vida mudou instantaneamente, e, desde então, vem sendo mudada sempre. Minha transição de um mundano incorrigível para um cristão obediente foi drástica e traumática.

Nancy era “religiosa” e profundamente comprometida com a igreja, mas não era convertida a Cristo, pois jamais o havia recebido como seu Senhor. De repente, passamos a viver em dois reinos diferentes, absolutamente separados no que dizia respeito à perspectiva sobre a vida. O abismo se aprofundava toda vez que eu a deixava em casa para frequentar fielmente a igreja. Eu a amava mais que antes, porém nenhum de nós dois sabia o que fazer com a crescente distância. […]

Mais preocupado que nunca, fiz o que deveria ter feito desde o início: separei um tempo para oração e jejum e busquei a Deus.

Certo dia, no trabalho, mais uma vez perguntei a Deus o que fazer. Dessa vez, o conselho divino foi quase audível: “Conte tudo a ela!” Junto com isso veio a certeza de que Nancy iria conhecer a Deus da maneira como eu o conhecia. Naquela noite, por causa dessa grande novidade, corri para casa. Mas em meu zelo humano, quase abortei um nascimento espiritual.

Quando falei “Nancy, Deus me prometeu que vai salvá-la, e eu vou lhe contar tudo!”, ela reagiu com pouco entusiasmo. Mesmo assim, contei tudo a ela.

Algumas semanas depois, nos ajoelhamos ao lado da cama e pedimos a Deus que nos tornasse um, antes do nascimento do nosso primeiro filho. Concordamos em oração, mas Nancy pensava que eu me tornaria membro da igreja dela, enquanto eu cria no que Deus havia me dito. Depois ela começou a frequentar a igreja comigo e até a estudar a Bíblia.

Por fim, um mês antes de Paul nascer, Nancy estava passando roupa quando, em suas palavras, “a presença do Espírito Santo inundou a sala”. Ela largou o ferro de passar, olhou para o alto e disse: “Senhor, eu creio”. Naquele glorioso dia, ela saiu da morte para a vida.

Agora, vivendo no mesmo Reino, temos a mesma mentalidade, o mesmo Espírito, e o mesmo Conselheiro. Se não fosse por Ele, duvido que estivéssemos casados hoje. Se dependesse de mim, certamente meu estilo de vida mundano, egoísta e voltado somente para os prazeres teria destruído meu casamento.

– Nancy

Pelos padrões convencionais, nossas duas filhas se casaram tarde. Quando ambas estavam na faixa dos vinte aos trinta, observamos as amigas delas se casarem, uma após a outra, terem filhos e até se divorciarem. Finalmente, certa noite nos sentimos fortemente compelidos a orar para que Lois se casasse. Edwin, as garotas e eu concordamos em oração naquela noite. Na manhã seguinte, na faculdade de direito, um estudante chamado Rick Bivins convidou Lois para almoçar. Poucos meses depois estavam casados.

Vimos Joann chegar aos 31 anos com muitos amigos, mas sem nenhuma perspectiva de casamento. Um dia, durante uma viagem para nos visitar, o Senhor lhe disse que era tempo de orar conosco com relação a um marido para ela. Quando ela chegou, não nos falou nada sobre isso. Alguns dias depois, Edwin espontaneamente virou-se para ela e pela primeira vez perguntou se ela não sentia que já era tempo de orar por um marido! Ela concordou. Eles me chamaram no quarto e oramos juntos. Dois meses depois, ela reencontrou um amigo de faculdade, Richard Webster, e se casaram no mesmo ano.

7 Perguntas e Respostas sobre Livros e Leituras

LisLand Livros e Leituras

Estava para escrever um post com indicações de alguns livros legais, quando a Bia Perez, do Blog “O Terceiro Ato”, me indicou a “#TAG: 7 Pecados Capitais Literários”. Uni o útil ao agradável, mesclei as ideias e finalmente escrevi o post.

Confere aí:

1 – Qual o livro mais caro e o mais barato que você tem na sua biblioteca?

De mais caro, tenho uma coletânea de R. Champlin, “O NOVO TESTAMENTO INTERPRETADO: Versículo por Versículo”. Tenho 3 dos 6 livros, o valor de cada livro fica em torno dos R$ 150,00. Simplesmente sou fã dessa coletânea e meu sonho de consumo é ter a coleção completa.

Novo Testamento Interpretado Champlin

O livro mais barato que comprei custou R$ 2,00 – “À Espera do Amado”, de Debby Jones e Jackie Kendal. Ele ficou na minha lista de desejos por muito tempo, até que encontrei no bazar da igreja vendendo por essa bagatela. Ganhei o dia!

À Espera do Amado

2 – Com qual autor você tem uma relação de amor e ódio?

Robin Jones Gunn. Eu realmente amo essa autora, ela consegue descrever a rotina e cultura dos personagens de uma forma divertida, descolada e recheada de valores cristãos! Mas, sinceramente, eu morro de raiva com os micos que as personagens principais pagam! Nossa!!! A exemplo, cito a Série Cris, a série mais conhecida da autora. Basta ler para enfrentar a montanha-russa do amor e  do ódio! Kkk 😂

Robin Jones Gunn Série Cris

3 – Qual livro você devorou, sem vergonha nenhuma?

Este Mundo Tenebroso I”, de Frank Peretti. Vencendo as 2 primeiras páginas engoli as 470 restantes em 12 horas.

Este Mundo Tenebroso I

Os livros dele rodam em nossa cabeça como se fossem um filme! O difícil é citar qual o melhor! Do mesmo autor também devorei “Este Mundo Tenebroso II”, “O Profeta”, “O Pacto”, “Tilly”… Tem até post sobre o autor: Ótimas leituras, by Frank Peretti

4 – Qual livro você tem medo de iniciar por pura preguiça?

Os Beijos da Katie”, de Katie Davis. Minhas irmãs e amigas que leram, recomendam. Minha mãe já leu e me incentivou dizendo que eu e Katie temos paixões semelhantes. Estou protelando a leitura desse livro há alguns meses… 😳

Beijos da Katie

– Qual livro te deixou com orgulho por ter lido?

Ah, certamente: a Bíblia! Orgulhosamente anotei a data em que iniciei e terminei toda a leitura de: “A Bíblia em Ordem Cronológica”, na Nova Versão Internacional.

Bíblia em Ordem Cronológica

6 – Quais atributos você acha atraente em um personagem?

Seriedade, educação, cavalheirismo, honradez, cautela, generosidade, maturidade, fidelidade e princípios. Os atributos de um homem de verdade em um só personagem: Sr. Fitzwilliam Darcy! Personagem de Jane Austen, em “Orgulho e Preconceito”. Se ele perdesse toda a fortuna, eu ainda o consideraria um homem muito rico!

Mr Darcy Orgulho e Preconceito

7 – Qual livro você gostaria de receber de presente de alguém?

Morro de amores pelos livros da Janette Oke. Ela tem 3 livros traduzidos em português: “Uma Mulher chamada Dâmares”, “A Escolha de Thelma”, “Marcadas pela Diferença”, e já li todos. Em inglês ela já publicou quase 100 títulos (adoraria lê-los)! Essa autora além de best seller, ganhou duas de suas séries filmadas para televisão: “Loves come softly” & “When calls the heart“. Adoraria colecionar os livros dela! (Atualização: A Editora UPBooks lançou “Quando Chama o Coração” – que já li – e prometeu lançar todos os títulos da Janette Oke! Me belisca que estou sonhando!)

Janette Oke livros

P.S.: Repassei as perguntas para minha família e nos divertimos muito respondendo! Ao fim das 7 perguntas, me perguntaram se tinha mais… 😄

Clique aqui para ver mais títulos!

Mulheres da Bíblia: Bate-Seba

Bate-Seba

Por Francine Rivers

[…]

Ela esperou que Davi a chamasse de novo, mas isso não aconteceu. Observava atenta o terraço do palácio, mas ele não aparecia ali. […] Ela tentava se convencer de que Davi andava muito ocupado com os problemas do Estado, mas o ciúme e a mágoa a dominavam. Sua imaginação a atormentava. Quem estará em seus braços esta noite? Ainoã? Abigail? Ou será que Davi perdera todo o interesse por suas esposas e concubinas? Quantas outras mulheres nesta cidade já não levantaram os olhos para o belo rei, passeando no terraço do palácio, e ansiavam em aquecer sua cama? Bate-Seba podia se lembrar das outras meninas nos acampamentos, sempre contemplando Davi com adoração, acalentando sonhos com ele.

Davi poderia ter qualquer uma que quisesse. Antes mesmo que se tornasse rei, as mulheres já se apaixonavam por ele.

Bate-Seba passou a experimentar arrependimento e medo, à medida que os dias se passavam. Se ao menos tivesse fugido para a privacidade do interior da casa naquele dia… Se não continuasse o banho, de uma maneira tão despudorada, expondo-se àquela angústia interminável… Não podia culpar ninguém, senão a si própria, pelo que sofria agora. Fora de bom grado para a cama de Davi. Estava convencida de que o amor era a causa de sua entrega a Davi, seu deus.

Por que não pensara na Lei antes de se entregar? Davi assegurara que nenhuma pedra seria atirada contra ela. Mas o que ele poderia fazer se os sacerdotes a condenassem? Pois, se a ligação ilícita se tornasse conhecida, Bate-Seba não tinha ilusões sobre quem arcaria com a culpa. Davi era um rei amado. E ela não passava de uma mulher desamparada…

Adultério! Cometera adultério! Como fora capaz de fazer isso, depois de ser criada pela mãe, por seu pai e pelo avô, que se apegavam à Lei de Moisés com tanta devoção?

Eles me matarão se algum dia descobrirem!

Passaram-se três semanas e ela não recebeu qualquer chamado do palácio, nenhuma mensagem ou indicação de qualquer atenção do rei Davi. Com que facilidade ele a abandonara!

O período de sua menstruação não se confirmou. O terror invadiu-a. Depois de tantos anos tentando em vão conceber um filho de Urias, engravidava em uma única noite nos braços de Davi! Por que agora? Por que nessas circunstâncias? E o que ela faria? […]

Bate-Seba lamentava o silêncio de Davi. Apavorava-se ao pensar no que Urias faria quando descobrisse que ela o traíra. Que defesa tinha? Davi não a arrastara para o palácio gritando e esperneando.

Nunca desejara magoar Urias. Era um bom homem, um marido gentil e generoso. Mas as carícias de Urias não surtiam o mesmo efeito que as de Davi. […] Bate-Seba pensara que teria lembranças maravilhosas daquela noite de amor, que pudessem durar uma vida inteira. Em vez disso, no entanto, sentia-se atormentada. O fogo que Davi ateara nela ameaçava transformar sua vida em cinzas. Sentia-se abandonada, aterrorizada com o futuro. Transbordara de amor por ele. Despejara-se como vinho numa taça ao oferecer-se a Davi, seu rei e ídolo. Mas, agora, era consumida pelo medo e pela solidão cada vez mais. Era muito tarde para voltar atrás e desfazer qualquer coisa. Que preço teria de pagar por aquela noite?

[…]

Violei a Lei. Como posso desfazer o que aconteceu por causa do meu pecado? Ó Senhor, Deus de Israel, seja misericordioso. Por favor, tire-me do buraco que eu mesma cavei e mude o rumo de minha vida. […]

Bate-Seba suplicou a Deus para apagar suas violações, para purificá-la de todo pecado.

— Dê-me um coração que lhe agrade, Senhor. Não me lances nas trevas.

[…] E se Davi nunca a tivesse visto no banho? E se ele nunca a tivesse visto no banho? E se ele nunca a tivesse chamado e ela permanecesse fiel a Urias? Mas, depois de experimentar a disciplina de Deus, ela sabia que adquirira uma noção diferente da redenção e restauração. Sabia agora, acima e além de qualquer dúvida, como eram grandes a misericórdia e o amor de Deus. Por isso, sentia-se muito grata. O doce incenso da fé fora liberado quando sua vida e vontade estavam prestes a sucumbir.

Senhor, pensei que podia viver minha vida e ser feliz sem você. Eu estava enganada. Completamente enganada. Perdoe-me.

E Deus a perdoara.

[…]

Bate-Seba: Uma história de beleza e sofrimento
Série: Mulheres na Linhagem de Jesus
Francine Rivers