Muito obrigada!

“Cantarei ao Senhor enquanto eu viver;

cantarei louvores ao meu Deus, enquanto eu tiver existência.”

Salmos 104:33

Essa é uma nota de gratidão a você que acompanhou, e também àqueles que vão iniciar, os 30 dias de gratidão. [CLIQUE AQUI PARA SABER MAIS SOBRE O DESAFIO] Se ao terminar esse desafio você ficar com uma sensação de “Ah… acabou…”, é porque, assim como eu, o desafio deve continuar. Você pode fazer como eu fiz: continuar a escrever notas de gratidão todos os dias. O Cafezinho da Tarde disponibilizou gratuitamente um calendário mensal de gratidão em PDF, que pode ser impresso e todos os dias anotar algo pelo que agradece.  [CLIQUE AQUI PARA BAIXAR] Caso não tenha como imprimir, você pode separar um caderninho para fazer anotações diárias nele.

Com o Desafio 30 Dias de Gratidão, eu agradecia pelo motivo do dia e passava o dia inteiro lembrando e percebendo outras coisas para se agradecer. Parece que o botãozinho de “agradecer” ficava acionado, enquanto o de “reclamar” ficava inativo. O ato de agradecer não fez os problemas sumirem, antes, me deu uma nova perspectiva. Minha visão ampliou, quando vi que Deus faz de tudo para me ver feliz e agradecida. Então, levo todos os problemas, ansiedades e desprazeres para Deus, em oração, confio que Ele me ajudará a resolvê-los, aumentará minha fé e desenvolverá em mim uma alegria plena, verdadeira e sólida.

E enquanto vamos vivendo, vamos agradecendo. Quando os problemas chegarem, tentando tirar nosso chão, confiamos que Deus colocará suas mãos por baixo para nos pegar. Estamos seguros em Deus, por isso podemos agradecer sempre.

“Em tudo dai graças,

porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco.”

1 Tessalonicenses 5:18

Anúncios

Bible Journaling em português – Números

À medida que vamos avançando nos “Estudo da Bíblia”, teremos novas ilustrações para baixar, imprimir e colorir. Mesclei algumas ilustrações da “My Creative Bible” com mais ilustrações que encontro gratuitas na internet.

Para baixar clique na imagem ou faça o download do PDF

📎 PDF

Você encontra mais ilustrações clicando nos nomes dos livros abaixo:

Gênesis

Êxodo

Levítico

Deuteronômio

Estudo da Bíblia: Números 16-36

A REBELIÃO DE CORÉ, DATÃ E ABIRÃO
Números 16 → Coré, coatita de Levi, Datã e Abirão, da tribo de Rúben, e mais 250 filhos de Israel (coatitas) se reuniram contra a liderança de Moisés, contra o sacerdócio ordenado por Deus a Arão e contra a jornada no deserto.
Penas para os rebeldes:

  1. Coré foi engolido pela terra com sua família e pertences, à porta do Tabernáculo (conforme Números 26:11, os filhos de Coré não se juntaram a ele na rebelião e ficaram vivos; os filhos de Coré – os coraítas – foram autores dos Salmos 42, 44-49, 84, 85, 87 e 88);

  2. Datã e Abirão não se apresentaram no tabernáculo, ficaram em frente de suas próprias tendas, mas também foram tragados com suas famílias e pertences;

  3. Os 250 homens que queriam oferecer incenso morreram queimados, e os incensários foram transformados numa tampa como memorial.

  4. 14.700 pessoas morreram no dia seguinte de praga por acusarem a Moisés e Arão de terem matados os rebeldes, desconsiderando a ação divina.

Amêndoas e sua flor

A VARA DE ARÃO FLORESCE
Números 17 → Para confirmar o sacerdócio de Arão, Deus pediu que fossem reunidas 12 varas de do líder de cada tribo; cada vara teve gravado o nome da tribo, exceto a de Levi, que Deus pediu que gravasse o nome de Arão; a vara que florescesse era o sinal de qual líder e tribo Deus havia escolhido para o sacerdócio.
As varas foram reunidas no Tabernáculo, no dia seguinte, somente na vara com o nome de Arão tinha flores e amêndoas. As varas de todos os líderes foram devolvidas, exceto a de Arão, que foi guardada dentro da Arca da Aliança.

DEVERES E DIREITOS DOS SACERDOTES E LEVITAS
DIREITOS (Números 18:8-20) → Primeiros frutos, primogênitos dos animais (carne, peito e ombro direito), todos os dízimos por herança; os homens meraritas (linhagem sacerdotal) podiam comer das coisas santíssimas no lugar santíssimo; mulheres e homens, dos levitas, podiam comer das ofertas alçadas em suas casas.
DEVERES (Números 18:8-20) → Cuidar do Tabernáculo e das ofertas, o sacerdócio é serviço dos meraritas, oferecer o dízimo dos dízimos.

A PURIFICAÇÃO PARA QUEM TOCAR UM MORTO
Números 19 → Uma novilha vermelha era sacrificada e queimada fora do arraial. O ritual de purificação acontecia 3 dias depois de a pessoa tocar o morto, com as cinzas e água misturados e aspergidos pelo sacerdote. Ao 7º dia a pessoa fica pura.

O REGISTRO DA MORTE DE ARÃO E MIRIAM
Números 20:1 → Miriã morre aos 125 anos, no deserto de Zim, em Cades.
Números 20:22-29 → Arão morre aos 123 anos, no Monte de Hor, na data de 01/05/40 (Nm 33:38).

MOISÉS FERE A ROCHA 2x
Êxodo 17:1-7 → Em Refidim, no deserto de Sim. O lugar foi chamado de Massá e Meribá. Deus manda Moisés ferir a rocha, Moisés fere.
Números 20:2-13 → Em Cades, no deserto de Zim. O lugar foi chamado de Meribá. Deus manda Moisés falar à rocha, Moisés fere.
MASSÁ E MERIBÁ
Massá significa “teste” ou “tentação”. Meribá significa “ralhar”, “querelar” (sua raiz é rib ou rub), “rebelião”. Os dois termos (Massá e Meribá) tornaram-se sinônimos da “dureza de coração” e da “infidelidade” de Israel. (CHAMPLIN, 2001)

POVOS E CONQUISTAS NO CAMINHO
Edom (Nm 20:14-21) → O rei de Edom nega passagem. Deus não deu a terra de Edom para Israel.
Arade (Nm 21:1-3) → O rei de Arade, um cananeu, lutou contra Israel e levou prisioneiros. Israel fez um voto e destruiu as cidades dele. O lugar passa a se chamar Horma, do hebraico herem significa “destruição” ou “banimento”, que numa tradução literal significa: “devotados à destruição”.
Seom (Nm 21:21-31) → Israel solicita permissão para passar por Seom, além de negar passagem Seom guerreou contra Israel. Israel conquistou todas as cidades deles e habitou nelas. Cidades conquistadas: Seom, Arnom, Jaboque, Hesbom e aldeias.
Jazer (Nm 21:33) → Moisés envia espias e expulsa os amorreus de lá.
Basã (Nm 21:33-35) → Ogue, rei de Basã, sai à peleja contra Israel em Edrei. Israel vence a guerra e conquista o território.

Números 21:16-18 → Deus leva o povo a Beer, e ali concede água. O povo entoa um cântico:

“Brote água, ó poço!
Cantem a seu respeito,
a respeito do poço que os líderes cavaram,
que os nobres abriram com cetros e cajados”

OS NÚMEROS DE BALAQUE E BALAÃO
2x Balaque chamou Balaão
3x Balaão espancou a jumenta
4x Balaão abençoou o povo de Deus
2x Balaque preparou 7 altares, para Balaão sacrificar 7 bezerros e 7 carneiros

Números 22-25, 31:16 e Apocalipse 2:14 → Balaque, rei de Moabe, enviou mensageiros para chamar Balaão com o objetivo de amaldiçoar Israel. Balaão era profeta de Deus, mas se interessou pela recompensa prometida por Balaque. Não conseguindo amaldiçoar o povo de Deus, Balaão usou de outros meios para levar o povo abençoado a se tornar amaldiçoado: o povo de Israel pecou contra Deus ao cair na cilada preparada por Balaão e Balaque, fornicaram e comeram sacrifícios de idolatria. Entretanto, o final de Balaque e Balaão foi trágico: ambos morreram na guerra por ordem de Deus (Josué 13:22).

O NEGÓCIO DE BAAL-PEOR
Números 25 e 31:16 → Balaão fecha negócio com Balaque, moabita mais outros povos interessados na derrota de Israel, como os midianitas. O negócio consistia em persuadir os israelitas a pecarem contra Deus, para então serem rejeitados por Deus e perecerem diante deles. 24 mil israelitas morreram de praga.

Lista geneológica dos líderes [CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR]

O 2º CENSO DOS ISRAELITAS: comparação

CENSOS PARA A GUERRA

TRIBOS

1º RECENSEAMENTO
soldados de 20 anos para cima, todos que podiam guerrear (Nm 1)

2º RECENSEAMENTO após 38 anos

soldados de 20 anos para cima, todos os que podiam guerrear (Nm 26)

RÚBEN 46.500 ⬇ 43.730
SIMEÃO 59.300 ⬇ 22.200
JUDÁ 74.600 ⬇ 76.500
ISSACAR 54.400 ⬆ 64.300
ZEBULOM 7.400 ⬆ 60.500
JOSÉ EFRAIM 40.500 ⬇ 32.500
MANASSÉS 32.200 ⬆ 52.700
Total 72.700 ⬆ 85.200
BENJAMIM 35.400 ⬆ 45.600
62.700 ⬆ 64.400
ASER 41.500 ⬆ 53.400
GADE 45.650 ⬇ 40.500
NAFTALI 53.400 ⬇ 45.400
LEVI [ ⬆ 23.000 – para serviços sacerdotais]
TOTAL DO CENSO 603.550 ⬇ 601.730 [sem os levitas]

[623.730 com os levitas]

TOTAL ESTIMADO DO POVO (crianças, mulheres, idosos e estrangeiros) 2.000.000 a 3.000.000

Genealogia da Tribo de Levi

A LEI DAS HERANÇAS
Números 27:1-17 → As filhas de Zelofeade, Macla, Noa, Hogla e Tirza, levaram a causa da divisão da herança para o pai de família que não tivesse filho homem. Deus dá sua ordem sobre a herança:
– O homem que morresse e não tivesse filho homem, deixaria herança para as filhas
– Se ele não tivesse filhas, a herança ficava para seus irmãos
– Se não tivesse irmãos, a herança ficava para seus tios
– Se não tivesse tios, a herança ficava para o parente mais chegado.

JOSUÉ É ESCOLHIDO PARA SUBSTITUIR MOISÉS
Números 27:12-23 → Deus revela a Moisés que mostraria a terra Prometida e que o levaria, Moisés intercede por um líder substituto, Josué é escolhido por Deus.

HOLOCAUSTO DIÁRIO E CONTÍNUO
Números 28:1-8 → Eram sacrificados diariamente, pela manhã e outro à tarde:
2 cordeiros de 1 ano, sem mancha
2kg da flor de farinha
1l de azeite puro de olivas prensadas
1l de vinho

HOLOCAUSTO NO SÁBADO
Números 28:9-10 → Era sacrificado o Holocausto Diário mais um sacrifício adicional do sábado:
2 cordeiros de 1 ano sem defeito
4kg da flor de farinha umedecida com azeite (Oferta de Cereal)

HOLOCAUSTO MENSAL
Números 28:11-15 → No 1º dia de cada mês era sacrificado o Holocausto Diário mais um sacrifício adicional do Holocausto Mensal:
2 novilhos sem defeito + 12kg da flor de farinha + 4l de vinho
1 carneiro sem defeito + 4kg da flor de farinha + 1,33 litros de vinho
7 cordeiros de 1 ano sem defeito + 14kg da flor de farinha + 7l de vinho
+ 1 bode sem defeito para expiação do pecado

HOLOCAUSTO NA PÁSCOA
Números 28:16-25 → Do dia 14 ao 21 do 1º mês era sacrificado o Holocausto Diário mais um sacrifício adicional do Holocausto da Páscoa:
2 novilhos sem defeito + 12kg de flor de farinha umedecida com azeite
1 carneiro sem defeito + 4kg de flor de farinha umedecida com azeite
7 cordeiros sem defeito + 14kg de flor de farinha umedecida com azeite
(Pela manhã)

HOLOCAUSTO DA FESTA DA COLHEITA
Números 28:26-31 → No dia marcado como o dia oficial da Festa da Colheita era sacrificado o Holocausto Diário mais um sacrifício adicional da Festa da Colheita:
2 novilhos sem defeito + 12kg da flor de farinha umedecida com azeite
1 carneiro sem defeito + 4kg da flor de farinha umedecida com azeite
7 cordeiros de 1 ano sem defeito + 14kg da flor de farinha umedecida com azeite
1 bode sem defeito para expiação de pecado
+ Ofertas Derramadas e Ofertas de Cereal

HOLOCAUSTO NA FESTA DE TROMBETAS
Números 29:1-6 → No 1º dia do 7º mês era convocado um dia oficial de reunião sagrada e sacrificado o Holocausto Diário mais um sacrifício adicional:
1 novilho sem defeito + 6kg da flor de farinha umedecida com azeite
1 carneiro sem defeito + 4kg da flor de farinha umedecida com azeite
7 cordeiros de 1 ano sem defeito + 14kg da flor de farinha umedecida com azeite
1 bode para expiação de pecado

HOLOCAUSTO DO DIA DA EXPIAÇÃO (Dia do Perdão de Pecados)
Números 29:7- → No 10º dia do 7º mês era sacrificado o Holocausto Diário mais o sacrifício adicional do Dia da Expiação de Pecados:
1 novilho sem defeito + 6kg da flor de farinha umedecida com azeite
1 carneiro sem defeito + 4kg da flor de farinha umedecida com azeite
7 cordeiros de 1 ano sem defeito + 14kg da flor de farinha umedecida com azeite
1 bode para expiação de pecado + Oferta de Cereal + Oferta de Libação (vinho)

HOLOCAUSTO PARA A FESTA DAS CABANAS
Números 29:12-40 → Do dia 15 ao 21 do 7º mês, era sacrificado o Holocausto Diário mais os sacrifícios adicionais da Festa das Cabanas:

1º DIA 13 novilhos sem defeito + 78 kg da flor de farinha

2 carneiros sem defeito + 8kg da flor de farinha

14 cordeiros de 1 ano sem defeito + 28 kg da flor de farinha

1 bode para expiação de pecado + Oferta de Cereal e Oferta Derramada

2º DIA 12 novilhos sem defeito + 72 kg da flor de farinha

2 carneiros sem defeito + 8kg da flor de farinha

14 cordeiros de 1 ano sem defeito + 28 kg da flor de farinha

1 bode para expiação de pecado + Oferta de Cereal e Oferta Derramada

3º DIA 11 novilhos sem defeito + 66 kg da flor de farinha

2 carneiros sem defeito + 8kg da flor de farinha

14 cordeiros de 1 ano sem defeito + 28 kg da flor de farinha

1 bode para expiação de pecado + Oferta de Cereal e Oferta Derramada

4º DIA 10 novilhos sem defeito + 60 kg da flor de farinha

2 carneiros sem defeito + 8kg da flor de farinha

14 cordeiros de 1 ano sem defeito + 28 kg da flor de farinha

1 bode para expiação de pecado + Oferta de Cereal e Oferta Derramada

5º DIA 9 novilhos sem defeito + 54 kg da flor de farinha

2 carneiros sem defeito + 8kg da flor de farinha

14 cordeiros de 1 ano sem defeito + 28 kg da flor de farinha

1 bode para expiação de pecado + Oferta de Cereal e Oferta Derramada

6º DIA 8 novilhos sem defeito + 48 kg da flor de farinha

2 carneiros sem defeito + 8kg da flor de farinha

14 cordeiros de 1 ano sem defeito + 28 kg da flor de farinha

1 bode para expiação de pecado + Oferta de Cereal e Oferta Derramada

7º DIA 7 novilhos sem defeito + 42 kg da flor de farinha

2 carneiros sem defeito + 8kg da flor de farinha

14 cordeiros de 1 ano sem defeito + 28 kg da flor de farinha

1 bode para expiação de pecado + Oferta de Cereal e Oferta Derramada

A LEI DOS VOTOS
Números 30 → O voto significava uma promessa ou abstinência (de alimentos, por exemplo ver v. 13). Quando um homem fazia um voto tinha de cumprir. Quando uma mulher fizesse um voto, se o pai ou marido discordassem o voto era anulado.

VITÓRIA NA GUERRA
Números 31 → Antes da morte de Moisés, Deus ordena vingança contra os midianitas (Nm 25:17-18), por causa do Negócio de Peor. Morreram 5 reis midianitas, todos os homens e mulheres, exceto mulheres virgens. 12 mil israelitas foram à guerra, mil de cada tribo, quando os 12 mil retornaram se purificaram conforme a ordem de Deus (Nm 19).
Despojos: foram purificados e divididos entre os israelitas e uma parte foi oferecido a Deus.

DESPOJOS

OVELHAS BOIS JUMENTOS ALMAS
TOTAL 675.000 72.000 61.000 32.000
METADE DOS GUERREIROS 337.500 36.000 30.500 16.000
METADE DO POVO 337.500 36.000 30.500 16.000
1/5 DE DEUS 675 72 61 32
OFERTA ALÇADA PELA CONTAGEM DO EXÉRCITO 200 Kg de ouro em vasos, braceletes, anéis, brincos e colares

O PEDIDO DE RÚBEN E GADE
Números 36 → Rúben, Gade e parte da tribo de Manassés pediram a Moisés as terras daquém do Jordão (Reinos de Seom e Ogue, e Gileade), pois eram boas para a criação de gados. Eles prometeram (v.17) ajudar seus irmãos a conquistarem a Terra de Canaã, que ficava além do Rio Jordão, e só voltar para suas casas depois de haverem se estabelecido.

JORNADAS NO DESERTO
Números 33 → Moisés lista os locais onde o povo de Israel acampou, segundo a ordem de Deus.
Pouco mais de 40 lugares em 40 anos:
Ramessés → Sucote → Etã → Pi-Hairote → meio do mar ao deserto → Mara → Elim → junto ao Mar Vermelho → deserto de Sim → Dofca → Alus → Refidim → deserto de Sinai → Quibrote-Taavá→ Hazerote → Ritmá → Rimom-Perez → Libna → Rissa → Queelata → Séfer → Harada → Maquelote → Taate → Tara → Mitca → Hasmona → Moserote → Bene-Jaacã → Hor-Hagidgade → Jotbatá → Abrona → Ezion-Geber → deserto de Zim, que é Cades → monte Hor → Zalmona → Punom → Obote → Ije-Abarim, no termo de Moabe → Dibom-Gade → Almom-Diblataim → montes de Abarim, defronte de Nebo → campinas de Moabe, junto ao Jordão, na direção de Jericó.

DEUS ORDENA A EXPULSÃO DOS CANANEUS E DEMARCA O TERRITÓRIO DE ISRAEL:

 

DEUS NOMEIA LÍDERES
Números 34 → Eleazar e Josué, líderes da repartição das terras + 1 líder de cada tribo:

TRIBOS PRÍNCIPES
JUDÁ Calebe
SIMEÃO Simeão
BENJAMIM Elidade
Buqui
JOSÉ MANASSÉS Haniel
EFRAIM* Quemuel
ZEBULOM Elizafã
ISSACAR Paltiel
ASER Aiúde
NAFTALI Pedael

RÚBEN E GADE já haviam conquistado a terra daquém do Jordão

*Josué era da tribo de Efraim, sua função era de liderar todas as tribos. Portanto, Quemuel, príncipe da tribo de Efraim liderava a distribuição das terras somente em sua tribo, enquanto Josué era o líder, junto a Eleazar, de liderar a distribuição das terras de todas as tribos.

AS CIDADES DOS LEVITAS
Números 35:1-8 → Das heranças de Israel algumas cidades e pastagens deviam ser separadas para a Tribo de Levi:

  • 48 cidades com 450m dentro dos muros e 900m de pastagem ao redor dos muros, se estendendo ao norte, sul, leste e oeste

  • 6 dessas cidades eram cidades de refúgio

CIDADES DE REFÚGIO
Números 35:9-34→ 6 cidades, 3 cidades daquém do Jordão e 3 dalém do Jordão, eram separadas para proteger a integridade física de um homicida culposo, fosse ele israelita ou estrangeiro. Enquanto o homem julgado por homicídio culposo permanecesse na cidade estaria protegido de ser morto; saindo da cidade ficava à mercê do seu vingador. Um homicida doloso era condenado, por 2 ou mais testemunhas, à morte.

O CASAMENTO DAS HERDEIRAS
Números 36 → Os manassitas entram com a questão das filhas de Zelofeade se tornarem as herdeiras da terra que seria do pai (confira Nm 27:1-11), porque se elas se casassem com homens que não fossem manassitas, as terras passariam para outra tribo, diminuindo o território demarcado por Deus. A resposta e ordem de Deus foi que nenhuma terra passaria de uma tribo para outra, portanto uma herdeira só poderia casar com seus primos, para as terras ficarem em sua tribo, segundo a casa de seu pai. Completou-se então, a Lei das Heranças.

REFERÊNCIAS CONSULTADAS

 

BÍBLIA DE ESTUDO APLICAÇÃO PESSOAL. Versão Almeida Revista e Corrigida. Ed. 1995. São Paulo: CPAD, 2010.

A Bíblia em Ordem Cronológica: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

 

Bíblia Sagrada: Anote: Revista e Corrigida na Grafia Simplificada. 1ª ed. Editora Central Gospel: Santo André, São Paulo, 2009.

 

Bíblia Sagrada: Nova Versão Internacional. São Paulo: Editora Vida, 2000.

 

BÍBLIA SAGRADA: Nova Versão Transformadora. 1. ed. São Paulo: Mundo Cristão, 2016.

 

CHAMPLIN, Russell Norman. Dicionário A-Z. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 6 e 7.

 

CHAMPLIN, Russell Norman. O Antigo Testamento Interpretado: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Números. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 1.

Estudo da Bíblia: Livro de Números 1 – 15

ÉTIMO DO TÍTULO DO LIVRO: em hebraico o título chama-se: בְּמִדְבַּר, Bəmiḏbar, “No deserto [de]”, extraído do primeiro versículo, é a quinta palavra do livro. Em português o título “Números” vem da Vulgata, em latim, Numeri, e é uma referência aos dois censos citados no livro. O livro se caracteriza pela mistura de narrativas e leis.

AUTOR: Moisés

DATA: 1450 – 1410 a.C.

CAPÍTULOS TOTAIS: 36

CONTEÚDO: Registro dos 40 anos da jornada do povo à Canaã, cujo tema central é fé, obediência e santidade.

ANOTAÇÕES:

RECENSEAMENTO (Números 1) – para convocação militar

Data: 01/02/02 (o 2º mês de Zive/Iyar, e o 2º ano após a saída do Egito)

Regras: Homens, acima de 20 anos (até 50/70 anos).

Lista dos líderes escolhidos para juntar os homens de guerra de cada tribo

TRIBO

LÍDER

RÚBEN Elizur
SIMEÃO Selumiel
JUDÁ Naassom
ISSACAR Natanael
ZEBULOM Eliabe

JOSÉ

EFRAIM Elisama
MANASSÉS Gamaliel
BENJAMIM Abidã
Aiezer
ASER Pagiel
GADE Eliasafe
NAFTALI Aira

Escolhidos para fazer o recenseamento: Moisés e Arão

1º RECENSEAMENTO
soldados de 20 anos para cima, todos que podiam sair à guerra (Nm 1)

TRIBO CENSO
RÚBEN 46.500
SIMEÃO 59.300
JUDÁ 74.600
ISSACAR 54.400
ZEBULOM 7.400
JOSÉ EFRAIM 40.500
MANASSÉS 32.200
Total 72.700
BENJAMIM 35.400
62.700
ASER 41.500
GADE 45.650
NAFTALI 53.400
LEVI
TOTAL DO CENSO 603.550
TOTAL ESTIMADO DO POVO

(crianças, mulheres, idosos e estrangeiros)

2.000.000 a 3.000.000

Obs.: Os levitas não são contados entre os homens de guerra porque estavam a total serviço do tabernáculo.

CENSO DOS LEVITAS SEPARADOS PARA O SERVIÇO DO TABERNÁCULO
varões de 1 mês pra cima (Números 3)

LEVI

GÉRSON (gersonitas)

COATE (coatitas)

MERARI (meraritas)

7.500

8.600

6.200

TOTAIS:

22.000 (Nm 3:39)

22.273 (Nm 3:43)

22.300 (Soma de Nm 3:22, 28 e 34)

ORDEM DAS TENDAS DAS TRIBOS AO REDOR DO TABERNÁCULO (Nm 2)

ORDEM DA MARCHA (Números 2; 10:11-28)

Sacerdotes com a Arca

Judá

Issacar

Zebulom

Gersonitas e Meraritas

Rúben

Simeão

Gade

Coatitas

Efraim

Manassés

Benjamim

Aser

Naftali

O SERVIÇO DOS LEVITAS (Números 3)

LEVI

GÉRSON (gersonitas)

COATE (coatitas)

MERARI (meraritas)

30 a 50 anos, homens aptos a servirem

2.630

2.750

3.200

LÍDER

Eliasafe, filho de Lael (Números 3:24)

Elisafã, filho de Uziel; o principal líder dos levitas era Eleazar, filho do sacerdote Arão, devia supervisionar os encarregados de cuidar do santuário, encarregado do azeite para a iluminação, do incenso aromático, da oferta costumeira de cereal e do óleo da unção. (Números 3:30 e 32; 4:16)

Zuriel, filho de Abiail (Números 3:35)

SERVIÇOS

Cuidar do tabernáculo, da tenda, da cobertura, da cortina da entrada da Tenda do Encontro, das cortinas externas do pátio, da cortina da entrada do pátio que rodeia o tabernáculo e o altar, das cordas, e de tudo o que estava relacionado a esse serviço. (Números 3:25,26)

Cuidar da arca, da mesa, do candelabro, dos altares, dos utensílios do santuário com os quais ministravam, da cortina e de tudo o que estava relacionado com esse serviço. (Números 3:31)

Cuidar das armações do tabernáculo, de seus travessões, das colunas, das bases, de todos os seus utensílios e de tudo o que estava relacionado com esse serviço,

bem como das colunas do pátio ao redor, com suas bases, suas estacas e suas cordas. (Números 3:36,37)

Levar cortinas internas do tabernáculo, Tenda do Encontro, a cobertura, a cobertura exterior de couro, as cortinas da entrada da Tenda do Encontro. (Números 4:25)

Arão e seus filhos deviam cobrir os móveis e utensílios do Tabernáculo com panos e cobertas prescritas por Deus, só depois os coatitas podiam vir para carregar os objetos sagrados do santuário. (Número 4:4-15)

Carregar as armações do tabernáculo, travessões, colunas e suas bases, colunas do pátio, que rodeia a tenda, com suas bases, estacas e cordas; todos os utensílios e tudo o que está relacionado com o seu uso. Designe a cada um aquilo que deverá levar. (Números 4:31,32)

PESSOAS FORA DO ARRAIAL

Números 5:1-4 → Pessoas leprosas, com fluxo e imunda por contato com algum morto devem ficar fora do arraial. Essa ordem divina não visava somente a higiene e a contenção de epidemias, servia para mostrar a santidade e pureza de Deus.

O ESPÍRITO DE CIÚMES
Números 5:11-31 → O rito para descobrir se a mulher adulterou deixava a culpada com o ventre inchado e infértil, se não tivesse adulterado a mulher ficava livre da maldição e podia gerar filhos.

A LEI DO NAZIREADO
Números 6:1-21 → O termo “nazireu” ou “nazirita” é a transliteração do verbo hebraico nàzír, derivado de nazar, ‘separar’, “consagrar”, “abster-se”. Os levitas eram consagrados e separados para o serviço divino, mas qualquer homem ou mulher podia de separar por um período, de no mínimo 30 dias, para o serviço ao SENHOR.
Essa prática restringia a pessoa de algumas práticas:
1. Beber vinho ou qualquer bebida forte, comer qualquer alimento com uvas frescas ou secas
2. Cortar o cabelo
3. Tocar nalgum morto
Caso o nazireu fizesse algumas dessas práticas, os dias anteriores são perdidos. E ficaria obrigado a encerrar seu voto com um sacrifício. Caso o nazireu cumprisse todos os dias do voto, ele encerrava seu voto com outro sacrifício.

A BÊNÇÃO DOS SACERDOTES SOBRE O POVO DE ISRAEL

O Senhor te abençoe e te guarde;

O Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti e tenha misericórdia de ti;

O Senhor sobre ti levante o seu rosto e te dê a paz.”

Números 6:24-26

OFERTAS DA DEDICAÇÃO DO TABERNÁCULO E DO ALTAR

DIA

TRIBO PRÍNCIPE

OFERTAS DE CADA PRÍNCIPE:

OFERTAS DE MANJARES OFERTAS DE HOLOCAUSTO OFERTAS DE ESPIAÇÃO DE PECADOS OFERTAS DE SACRIFÍCIO DE PAZ
 1º Judá Naassom 1 bandeja de prata de 1.560g, cheia de flor de farinha amassada com azeite

1 bacia de prata de 840g, cheia de flor de farinha amassada com azeite

1 vasilha de ouro de 120g, cheia de incenso

1 novilho

1 carneiro

1 cordeiro de 1 ano

1 bode 2 bois

5 carneiros

5 bodes

5 cordeiros de 1 ano

 2º Issacar Natanael
 3º Zebulom Eliabe
 4º Rúben Elizur
 5º Simeão Selumiel
 6º Gade Eliasafe
 7º Efraim Elisama
 8º Manassés Gamaliel
 9º Benjamim Abidã
 10º Aieser
 11º Aser Pagiel
 12º Naftali Aira

TOTAL

12 bandejas de prata

12 bacias de prata

12 vasilhas de ouro

12 novilhos

12 carneiros

12 cordeiros de 1 ano

12 bodes 24 bois

60 carneiros

60 bodes

60 cordeiros de 1 ano

TOTAL GERAL

28,8kg de prata 1.440g de ouro

36 animais

12 bodes 204 animais

ORDENS SOBRE A CONSAGRAÇÃO DOS SACERDOTES
OBJETIVO: A vida consagrada dos levitas permitia ao povo se achegar ao Santuário sem sofrer pragas (Nm 8:19).
TEMPO DE SERVIÇO: Dos 25 aos 50 anos (Nm 8:24).
RITUAL: No ritual havia sacrifício de perdão de pecados, holocaustos ao SENHOR, oferta de manjares, purificação com lavagem em água e depilação total do pelo do corpo (Nm 8:5-14).
JUSTIFICATIVA: Levitas entregues em lugar de todo primogênito do povo (Nm 8:16).

A CELEBRAÇÃO DA PÁSCOA (Nm 9:1-14)
1ª Dia oficial: 14 do primeiro mês
2ª Dia para os que não se purificaram ou que estiveram viajando no dia oficial: 14 do segundo mês

A NUVEM SOBRE O TABERNÁCULO
Números 9:15-23 → A nuvem ficava sobre o Tabernáculo desde a manhã até a tarde. Ela era o indicador de quando o povo devia parar ou caminhar na jornada até Canaã.

AS DUAS TROMBETAS DE PRATA
Números 10:1-10 → Para convocação e partida, tocadas pelos sacerdotes

  • Ambas trombetas tocam: convocação do povo à porta do Tabernáculo
  • 1 trombeta toca: convocação dos príncipes
  • Ambas tocam retinindo: hora do alojamento ao leste partir
  • Ambas tocam retinindo na 2ª vez: hora do alojamento ao sul partir
  • Tocar as trombetas retinindo: hora de sair à peleja
  • Tocar as trombetas nas festas e solenidades.

HOBABE
Números 10:29; Juízes 1:16, 4:11 → Jetro, também chamado de Reuel é o sogro de Moisés. E nesses outros versículos encontramos “Hobabe”, que alguns estudiosos afirmam ser o cunhado de Moisés. Conforme assinala Champlin: “O termo hebraico que aparece no texto original, hoten, forma vocalizada de htn, pode significar qualquer dos parentes por casamento. Assim, talvez em Juízes também esteja em foco um cunhado de Moisés, e não seu sogro.” (CHAMPLIN, 2001)

DAVI CITA A ORAÇÃO DE MOISÉS

Números 10:35 (ARC, 2009) Salmos 68:1 (ARC, 2009)
Levanta-te, Senhor, e dissipados sejam os teus inimigos, e fujam diante de ti os aborrecedores.”

Moisés

Levante-se Deus, e sejam dissipados os seus inimigos; fugirão de diante dele os que o aborrecem.”

Davi

O ALIMENTO DO EGITO X O MANÁ (Números 11:4-10)

CARDÁPIO NO EGITO:

Peixes

Pepinos

Melões

Alho-porós

Cebolas

Alhos

O MANÁ NO DESERTO:

Sabor de azeite fresco (Nm 11:8) e bolos de mel (Êx 16:31)

Semelhante a semente de coentro

Cor parecida com resina (bdélio)

Podia ser moído e cozido

OS ISRAELITAS NOMEIAM LUGARES:
TABERA, “Lugar de Fogo” (Números 11:3) O povo murmura e o SENHOR acende um fogo nas extremidades do acampamento que só se apagou depois da oração de Moisés.
QUIBROTE-HATAAVÁ, “Sepulcro dos Desejos” (Números 11:34) Lugar onde ficaram enterrados os murmuradores por carne.
VALE DE ESCOL, “Cachos de Uvas” (Números 13:24) Lugar onde os espias cortaram o cacho de uvas.

70 ANCIÃOS
Números 11:11-30 → Moisés lamenta o peso de liderar o povo, Deus ordena que sejam separados 70 anciãos, estes são inscritos e separados para ajudar Moisés na tarefa de liderar o povo. Os 70 anciãos profetizaram 1 vez, Eldade e Medade não estavam no Tabernáculo, mas profetizaram também.

A ESPOSA CUSITA DE MOISÉS
Números 12:1 → “Cusita (Mulher Etíope). Moisés se casou com uma mulher etíope. Cuxe ou Etiópia era a região ao sul da primeira catarata do rio Nilo. A Septuaginta e a Vulgata apresentam essa mulher como natural da Etiópia. Mas as tradições judaicas identificam-na com Zípora, pensando que ela era natural de Cusã, que aparece em Habacuque 3.7. Cusã também tem sido região identificada com a Etiópia; mas outros preferem pensar em Midiã, ou algum aliado desse território.” (CHAMPLIN, 2001)

MIRIÃ
Números 12 → Questionou a liderança de seu irmão, Moisés, acompanhada de Arão. Foi repreendida severamente por Deus e punida. Os 7 dias que ficou leprosa fora do arraial, ela impediu o povo de prosseguir na viagem à Canaã.

OS 12 ESPIAS
Números 13:4-15

  1. Samua – tribo de Rúben 🚫
  2. Safate – tribo de Simeão 🚫
  3. Calebe – tribo de Judá ✅
  4. Jigeal – tribo de Issacar 🚫
  5. Oséias (Josué) – tribo de Efraim ✅
  6. Palti – tribo de Benjamim 🚫
  7. Gadiel – tribo de Zebulom 🚫
  8. Gadi – tribo de Manassés 🚫
  9. Amiel – tribo de Dã 🚫
  10. Setur – tribo de Aser 🚫
  11. Nabi – tribo de Naftali 🚫
  12. Geuel – tribo de Gade 🚫

MISSÃO DOS ESPIAS:

  1. Ver se a terra era boa ou má
  2. Ver se o povo era forte ou fraco
  3. Ver se a cidade era arraiais ou fortalezas
  4. Ver se era cultivável, se havia árvores frutíferas ou não

RELATÓRIO DOS ESPIAS (após 40 dias):

  1. Terra boa
  2. Povo forte, altos, fortes, gigantes
  3. Cidades fortalezas
  4. Mana leite e mel

COMPARAÇÃO DE VERSÍCULOS

Números 14:9 ARC Números 14:9 NVI
Tão-somente não sejais rebeldes contra o Senhor, e não temais o povo dessa terra, porquanto são eles nosso pão; retirou-se deles o seu amparo, e o Senhor é conosco; não os temais.” – grifo nosso Somente não sejam rebeldes contra o Senhor. E não tenham medo do povo da terra, porque nós os devoraremos como se fossem pão. A proteção deles se foi, mas o Senhor está conosco. Não tenham medo deles!” – grifo nosso

INTERCESSÃO
Números 14:13-20 → O pedido de MOISÉS ao SENHOR alcançou o perdão para o povo

10x o povo tentou ao SENHOR (Números 14:22)

  1. Murmuração às margens do Mar Vermelho (Êx 14:11-12)
  2. Murmuração em Mara (Êx 15:23)
  3. Murmuração no deserto de Zim (Êx 16:2)
  4. Murmuração em Refidim (Êx17:1)
  5. Murmuração em Horebe (Êx 32)
  6. Murmuração em Taberá (Nm. 11:1)
  7. Murmuração em Quibrote-Hataavá (Nm 11:4)
  8. Murmuração em Cades (Nm 14)
  9. Coré e seus associados (Nm 16:41)
  10. Murmuração na chegada do Deserto de Zim, em Cades (Nm 20:5)

40 DIAS, 40 ANOS
Números 14:34 → Os espias levaram 40 dias para espiar a terra. E por causa da incredulidade deles e do povo, o SENHOR contou por cada dia, um ano, para eles levarem sua iniquidade. Por 40 anos o povo ficou no deserto, impedido de entrar na Terra Prometida, e todos os que cometeram tal pecado pereceram no deserto.

  • Números 14:37 → Os 10 espias que inflamaram o povo contra o SENHOR morreram de praga, o povo morreu no deserto, só entraram Calebe e uma nova geração liderada por Josué.
  • Números 14:39-45 → O povo se contrista, mas não dá sinal de humildade e submissão a Deus.

LEIS SOBRE LIBAÇÃO, ESTRANGEIRO E O PECADO
Números 15:1-14 → Ofertas Suplementares de Cereais e de Libação (libação é a oferta derramada sobre o sacrifício queimado por Cheiro Suave)

Holocaustos e Ofertas Ofertas Voluntárias: oferecer Ofertas Voluntárias
Todas as ofertas: + 2 Iitros de farinha, misturados com 1 Iitro de azeite
Cordeiro: + 1 Iitro de vinho
Carneiro: + 4 litros de farinha misturados com 1-1/4 Iitros de vinho
Novilho: + 6 litros de farinha misturados com 2 Iitros de vinho
Números 15:15 → A mesma ordem é dada ao natural e ao estrangeiro peregrino.
Números 15:16-21 → As primícias da colheita é do SENHOR: a oferta consiste 1 bolo e a oferta da eira.
Números 15:22-36 → 1 novilho em Cheiro Suave, Oferta de Manjares e Libação para o pecado por erro encoberto da congregação; 1 cabra de 1 ano para o pecado por erro de uma pessoa; e a extirpação da pessoa que pecar deliberadamente.

AS BORDAS DO VESTIDO
Números 15:37-41 → O SENHOR ordena aos filhos de Israel colocarem um acessório nas vestes para que lembrassem dos mandamentos e não pecassem, franjas com um cordão azul.

Resumo do livro de Números com ilustrações (ative a legenda em português)

 

REFERÊNCIAS CONSULTADAS

Bíblia Sagrada: Anote: Revista e Corrigida na Grafia Simplificada. 1ª ed. Editora Central Gospel: Santo André, São Paulo, 2009.

Bíblia Sagrada: Nova Versão Internacional. São Paulo: Editora Vida, 2000.

BÍBLIA SAGRADA: Nova Versão Transformadora. 1. ed. São Paulo: Mundo Cristão, 2016.

CHAMPLIN, Russell Norman. O Antigo Testamento Interpretado: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Dicionário A-Z. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 6 e 7.

CHAMPLIN, Russell Norman. O Antigo Testamento Interpretado: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Números. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 1.

Desafio #30diasdegratidão

 

No post Gratidão comentei sobre a importância de termos o hábito de agradecer e também sobre os 30 Dias de Gratidão. E agora poderemos praticar. No próximo mês, proponho nos juntarmos para agradecer a Deus por 30 dias por pequenos e grandes motivos.

Vou deixar aqui uma lista com os 30 motivos diários de gratidão, 1 motivo por dia, baseado nos posts do site TextMyJournal: “Gratitude Journal Prompts” e “30 Days of Gratitude Challenge – Part 2”.

Também estou disponibilizando um PDF para que você possa imprimir a lista, os lembretes com os motivos de gratidão e com espaços decorados com pauta para fazer anotações.

Todos os 30 dias vocês verão lembretes nas redes LisLand – Facebook, Telegram, Instagram e Twitter – com o motivo de gratidão do dia, com um Salmo e a hashtag: #30diasdegratidão.

COMO FUNCIONA?

Cada dia vamos agradecer a Deus pelo motivo do dia.

Escolha seu horário e a maneira de se expressar.

Você pode escrever diretamente nas notas impressas.
Sinta-se livre para compartilhar nas redes sociais uma foto, um vídeo, uma mensagem, usando a hashtag #30diasdegratidão.
Pode também anotar em seu caderno pessoal e manter sua gratidão em off.
É interessante também ir até a pessoa, lembrar de um acontecimento importante, dar um abraço, e dizer: “Obrigado!”.
Convide mais alguém para um lembrar ao outro sobre o motivo de gratidão do dia…

O importante é que a cada dia você tire um momento em seu dia para agradecer por pelo menos 1 motivo.

OBJETIVO:

O objetivo é criar o hábito de todos os dias agradecer a Deus, à família, amigos, colegas…
A gratidão não se restringe somente aos 30 dias, você pode continuar lembrando, anotando motivos agradáveis, indo até pessoas para agradecer pessoalmente, falando com Deus sobre o que você agradece…
Esse hábito te ajudará a enxergar a beleza da vida, desanuviará o foco nos problemas e deixará a vida mais leve.

A LISTA: #30diasdegratidão

🦋 Agradeço por…

1º DIA Um talento ou habilidade

2º DIA Um parente especial

3º DIA Uma amizade

4º DIA Um pequeno acontecimento

5º DIA Um objeto que uso diariamente

6º DIA Uma tecnologia

7º DIA Uma tradição

8º DIA Uma história

9º DIA Uma canção

10º DIA Alguém em minha vida

11º DIA Uma tarefa

12º DIA Uma situação difícil

13º DIA Meu corpo

14º DIA Uma fase da vida

15º DIA Uma conversa

16º DIA Um feriado

17º DIA Um lugar

18º DIA Um livro

19º DIA Uma memória

20º DIA Algo que o dinheiro não compra

21º DIA Uma roupa

22º DIA Um líder ou professor

23º DIA Um prazer simples

24º DIA Um versículo

25º DIA Uma pessoa que sempre posso contar

26º DIA Uma pessoa que me faz rir

27º DIA Meu devocional diário

28º DIA Uma refeição

29º DIA Uma oportunidade

30º DIA Um desafio

📎 PDF #30DIASDEGRATIDÃO