BIBLE JOURNALING: Jó

Escrevendo sobre a vida da esposa de Jó no Telegram, me inspirei na arte tirada do Pinterest. Imprimi a página em papel de ofício comum e decalquei as flores no papel vegetal. A frase foi tirada da canção “Jó”, de Midian Lima, baseada nas palavras  em Jó 1:21. A borboleta simboliza a metamorfose que a Sra. Jó passou, ela foi ao fundo do poço, mas depois viveu os dias mais incríveis de sua vida.

Aproveitei para adiantar as ilustrações do livro de Jó, a pedido das queridas irmãs que estão lendo a Bíblia em ordem cronológica.

Podem imprimir, copiar, pintar à vontade! 😉

📎 PDF – JÓ

Anúncios

MULHERES DA BÍBLIA 2018: Março

Continuamos os estudos sobre as mulheres da Bíblia durante o mês de março, o mês da mulher.

Para saber como funciona o estudo, para acompanhar o plano bíblico em ordem cronológica, para acessar a lista de livros das mulheres da Bíblia, clica nesse outro link: MULHERES DA BÍBLIA 2018

Se você ainda não viu a postagem do mês de janeiro e de fevereiro, que somam 32 fichas de mulheres da Bíblia clica nesses links:
MULHERES DA BÍBLIA 2018: Janeiro 1-17
MULHERES DA BÍBLIA 2018: Fevereiro 18-32

Acompanhe também no Telegram meditações de segunda a sexta sobre as mulheres da Bíblia: @lisland

Abaixo vamos continuar a lista com a numeração e dados das mulheres da Bíblia.

LISTA:

33. As 3 primeiras filhas de Jó

34. A esposa de Jó

35. As irmãs de Jó

36. Jemima, Quézia, Querén-Hapuque

NOMES E TEMAS FEMININOS NO LIVRO DE JÓ

37. Sifrá e Puá

38. Joquebede

39. Miriã

40. A filha de Faraó

41. As 7 filhas de Reuel

42. Zípora

43. Eliseba

44. A esposa de Eleazar

TEMAS FEMININOS EM ÊXODO: Leis para as mulheres

45. Selomite

TEMAS FEMININOS EM LEVÍTICO: Leis para as mulheres

FICHAS DE DADOS:

33. MULHERES DA BÍBLIA: As 3 primeiras filhas de Jó

REFERÊNCIA BÍBLICA: Jó 1:2,4,13,18,19

SIGNIFICADO DO NOME: Seus nomes não são mencionados

LOCAL: Uz

ÉPOCA: ~ 1967 a.C. ou 585 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Foram ensinadas pelo pai a temer a Deus.

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • PAIS: Jó e esposa

  • IRMÃOS: 7 homens

RESUMO DA VIDA:

As 3 primeiras filhas de Jó viviam num padrão alto de riqueza, eram as socialites da época. Elas se divertiam em festas nas casas de seus irmãos. A Bíblia não comenta se já eram casadas (elas eram convidadas pelos seus irmãos), mas caso fossem solteiras, eram beneficiadas com os contatos de homens ricos que seus irmãos tinham. Jó se preocupava com o ritual de purificação após essas festas, e elas eram purificadas e santificadas de qualquer erro que porventura houvessem cometido. Numa dessas festas, elas morreram com seus irmãos depois de uma ventania de alta intensidade, que causou o desabamento do lugar onde comiam alegremente.

PROPÓSITO:

  • Essas 3 mulheres eram as riquezas de seu pai, Jó, e eram honradas pelos seus irmãos. Enquanto viveram, celebraram a vida sem esquecer de manter-se puras diante de Deus. A morte repentina delas e de seus irmãos, foi uma provação para seu pai.

DEVO IMITAR:

  • Posso celebrar a vida, lembrando de me manter pura diante de Deus.

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

CHAMPLIN, Russell Norman. DICIONÁRIO A-Z. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 6 e 7.

CHAMPLIN, Russell Norman. O ANTIGO TESTAMENTO INTERPRETADO: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Jó. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 3.

34. MULHER DA BÍBLIA: A esposa de Jó

REFERÊNCIA BÍBLICA: Jó 2:9-10; 19:17; 42:13-15

SIGNIFICADO DO NOME: Seu nome não é mencionado

LOCAL: Uz

ÉPOCA: ~ 1967 a.C. ou 585 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • O relacionamento da esposa de Jó com Deus estava em construção.

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • ESPOSO: Jó

  • FILHOS: 20 filhos, dos quais somente 3 filhas tem seus nomes citados: Jemima, Quezia e Quéren-Hapuque.

RESUMO DA VIDA:

A esposa de Jó se casou com um homem temente a Deus, ela vivia em excelentes posição e condição social e financeira, tinha 10 filhos. Com a provação do diabo ao seu esposo, ela perdeu todos os filhos e riquezas. Totalmente em estado de choque e sem esperança na vida ela acreditou que amaldiçoar a Deus era a única saída quando viu a situação de Jó. Mas, Deus por sua misericórdia, concedeu um final feliz a ela e a Jó. Juntos, o casal teve mais 10 filhos, dentre os quais as 3 filhas eram as mais bonitas da terra.

PROPÓSITO:

  • Acompanhou Jó durante todo a provação e com ele foi participante das bençãos que vieram depois.

DEVO IMITAR:

  • Devo ser companheira do meu esposo na saúde ou na doença.

DEVO EVITAR:

  • Não posso dar maus conselhos ao meu esposo.

DESTAQUES:

“[…] É relativamente fácil contar as bênçãos, atribuindo a Deus o bem que dEle recebemos. E no momento da aflição? “Temos recebido o bem de Deus, e não receberíamos também o mal?” (João 2:10) […] Entendamos nós que Deus não critica nossa falta de compreensão! […] A Sra. Jó, coitada, também não entendeu que, naquele momento, ela precisava ajudar seu esposo a enfrentar seus problemas. […] Dá para desesperar mesmo. Mas não podemos jamais desesperar! E não podemos tampouco nos dar ao luxo de pensar que a criticar o esposo e/ou xingar Deus vai resolver os problemas. Muito pelo contrário, que “habite ricamente em vós a palavra de Cristo; instruí-vos e aconselhai-vos mutuamente em toda sabedoria, louvando a Deus… com gratidão” (Cl 3:16). […]”

Joyce Elizabeth W. Every-Clayton, em “Fale, Mulher!”

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO APLICAÇÃO PESSOAL. Versão Almeida Revista e Corrigida. Ed. 1995. São Paulo: CPAD, 2010.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

EVERY-CLAYTON, Joyce Elizabeth W. FALE, MULHER! Brasília: Editora Betânia, 1998.

35. MULHERES DA BÍBLIA: As irmãs de Jó

REFERÊNCIA BÍBLICA: Jó 42:11

SIGNIFICADO DO NOME: Seus nomes não são mencionados.

LOCAL: Uz e redondezas

ÉPOCA: ~ 1967 a.C. ou 585 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Não é mencionado.

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • IRMÃO: Jó

  • PESSOAS ENVOLVIDAS:

RESUMO DA VIDA:

As irmãs de Jó foram citadas brevemente no final da provação de Jó. Muito provavelmente, elas moravam longe de Uz, mas quando receberam as notícias do que havia acontecido com Jó (Deus já tinha mudado o cativeiro de Jó), reuniram todos os familiares para prestar apoio, confortar e consolar Jó. Elas deveriam ser ricas, presentearam o irmão com dinheiro e pendentes de ouro.

PROPÓSITO:

  • Mostrar que família se apoiam mutuamente e ajudam uns aos outros.

DEVO IMITAR:

  • Devo imitar a atitude das irmãs de Jó, ajudar, confortar, consolar meus familiares quando estes passarem por momentos difíceis.

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

CHAMPLIN, Russell Norman. O ANTIGO TESTAMENTO INTERPRETADO: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Jó. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 3.

36. MULHERES DA BÍLIA: Jemima, Quézia, Querén-Hapuque

REFERÊNCIA BÍBLICA: Jó 42:13-15

SIGNIFICADO DO NOME:

Jemima, significa “Pomba”;

Quézia, ou ainda, Cássia, é uma casca aromática;

Quéren-Hapuque, significa “Vaso de antimônio”.

LOCAL: Uz

ÉPOCA: ~ 1967 a.C. ou 585 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Faz parte da família restaurada por Deus.

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • PAI: Jó

  • IRMÃOS: 7 homens, seus nomes não são citados

RESUMO DA VIDA:

Depois que Deus restaurou Jó e o fez mais feliz que seu estado anterior, deu também a ele a bênção de ter filhos e 3 filhas: a primogênita, Jemima, a segunda Quezia, e a caçula Quéren-Hapuque. A Bíblia as descreve como as mulheres mais bonitas da terra. Aqui ocorre algo interessante, é comum encontrarmos na Bíblia os nomes dos homens, no entanto, entre todos os filhos que Jó teve, somente suas últimas 3 filhas tem o nome citado. Outro fato interessante, é que a herança normalmente era concedida ao primogênito e demais filhos, mas aqui as 3 mulheres receberam herança junto com os seus irmãos. Elas também se casaram e Jó conheceu os filhos e os netos delas.

PROPÓSITO:

  • A beleza e posição de Jemima, Quézia, Querén-Hapuque foram concedidas por Deus, para honrar a Jó.

DEVO IMITAR:

  • Como as filhas de Jó, posso honrar meus pais e receber de Deus as bênçãos da obediência.

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

CHAMPLIN, Russell Norman. DICIONÁRIO A-Z. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 6 e 7.

SCHIMIDT, Alaid Schiavone. PEQUENA ENCICLOPÉDIA BÍBLICA DE TEMAS FEMININOS – Com Ênfase nos Assuntos da Família. São Paulo: Arte Editorial, 2008.

NOMES E TEMAS FEMININOS NO LIVRO DE JÓ

NOMES FEMININOS

MULHERES CUJOS NOMES NÃO SÃO MENCIONADOS

TEMAS FEMININOS

Jemima

As 3 primeiras filhas de Jó

A esposa de Jó

Aborto

Quézia

Irmãs de Jó

Esposa

Querén-Hapuque

Estéril

Filhas

Moças

Nascido de mulher

Seios para amamentar

Servas

Mães(+1 metáfora)

Viúva

Mulher

Ventre materno

37. MULHERES DA BÍLIA: Sifrá e Puá

REFERÊNCIA BÍBLICA: Êxodo 1:15-21

SIGNIFICADOS DOS NOMES:

Sifrá, em hebraico significa “Esplendor” ou “Beleza”

Puá vem da mesma raiz que “Esplêndido” em hebraico.

PROFISSÃO: Parteiras

LOCAL: Egito

ÉPOCA: ~ 1570 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Elas eram tementes ao Deus dos hebreus

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • Faraó, mulheres hebreias

RESUMO DA VIDA:

Sifrá e Puá eram colegas de profissão, por certo eram as chefes das parteiras, ambas egípcias, atendiam à maternidade das hebreias. Elas eram especialistas em parto, e provavelmente, devido ao contato constante com as hebreias passaram a conhecer e a temer o Deus dos hebreus. Elas receberam uma ordem clara e direta de Faraó para matarem todos os meninos hebreus, e deixarem as meninas vivas. Mas, o temor a Deus era maior que o temor a Faraó. Quando Faráo percebeu que a taxa de natalidade dos meninos continuava aumentando, inquiriu às duas parteiras-chefes e terminou se conformando com a simples resposta delas de que as hebreias eram vigorosas e davam à luz antes que chegassem. Deus se agradou do temor e atitude delas, por isso as recompensou com filhos.

PROPÓSITO:

  • Salvar a vida dos meninos hebreus, mesmo tendo que desobedecer uma ordem de Faraó.

DEVO IMITAR:

  • Devo imitar a coragem e temor a Deus de Sifrá e Puá, mesmo pondo em risco minha própria vida e sem esperar nada em troca.

DESTAQUE:

“[…] é preciso observar como o autor bíblico tem bastante tempo para contar histórias de parteiras, mães, meninos e meninas. A Bíblia não é somente, como alguns tem alegado, um livro escrito por homens para homens. Mesmo aqui, no início do livro de Êxodo, em meio ao drama tremendo daqueles dias, há tempo para falar das coisas comuns da vida, das coisas de mulher – da mulher e seu papel importante na sociedade em geral, e no contexto especial do povo de Deus. Observemos também que os nomes das parteiras foram conservados, sinal sem dúvida da valorização da memória delas na história posterior do povo de Deus.”

Joyce, em “Fale Mulher! 2”

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

CHAMPLIN, Russell Norman. DICIONÁRIO A-Z. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 6 e 7.

EVERY-CLAYTON, Joyce Elizabeth W. FALE, MULHER. Vol. 2. Rede de Mulheres de Ação Global, 2003.

SCHIMIDT, Alaid Schiavone. PEQUENA ENCICLOPÉDIA BÍBLICA DE TEMAS FEMININOS – Com Ênfase nos Assuntos da Família. São Paulo: Arte Editorial, 2008.

38. MULHER DA BÍBLIA: Joquebede

REFERÊNCIA BÍBLICA: Êxodo 2:1-9, 6:20

SIGNIFICADO DO NOME: “Glorificada por Deus”

LOCAL: Egito e deserto

ÉPOCA: ~ 1591 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Joquebede era uma serva do SENHOR.

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • PAI: Levi

  • ESPOSO: Anrão

  • FILHOS: Miriã, Arão e Moisés

RESUMO DA VIDA:

Nascida no Egito, Joquebede cresceu temente ao SENHOR e se casou com seu sobrinho, Anrão. Joquebede teve 3 filhos: Miriã, Arão e Moisés. Sua fé foi colocada em ação quando concebeu um menino e escolheu desobedecer a ordem do Faraó. Deus a recompensou fazendo com que se tornasse protegida da filha de Faraó, criando seu filho em liberdade até incutir em seu filho o temor ao único Deus.

PROPÓSITO:

  • Gerar filhos com propósitos divinos.

DEVO IMITAR:

  • Devo imitar a fé e coragem de Joquebede, que não temeu a ordem de Faraó e conseguiu livrar seu filho da morte.

DESTAQUE:

“Sob a influência divina ela preparou os filhos para as grandes tarefas que eles desempenhariam no futuro foi o amor de Joquebede, sua fé e coragem, que salvou seu filho de uma morte cruel e o preservou para abençoar o mundo. […] Que grande influência exerceu Joquebede na vida de Moisés! Ela teve o privilégio de marcar em sua mente ainda em desenvolvimento impressões que durariam por toda a vida! Joquebede foi uma mulher de fé e Deus recompensou o seu trabalho assim como faz ainda hoje conosco. Sejamos fiéis.”

Áurea Soares, em “Mulheres da Bíblia: Aprendendo com elas”.

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

SCHIMIDT, Alaid Schiavone. PEQUENA ENCICLOPÉDIA BÍBLICA DE TEMAS FEMININOS – Com Ênfase nos Assuntos da Família. São Paulo: Arte Editorial, 2008.

SOARES, Áurea. MULHERES DA BÍBLIA: Aprendendo com elas. São Paulo: Casa Publicadora Brasileira, 2010.

39. MULHER DA BÍBLIA: Miriã

REFERÊNCIA BÍBLICA: Êxodo 2:4,7,8; 15:21-22

SIGNIFICADO DO NOME: “A amada do lar”, variação de Maria que significa “Forte”.

LOCAL: Egito e deserto

ÉPOCA: ~ 1548 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Miriã era profetisa.

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • PAIS: Anrão e Joquebede

  • Irmãos: Arão e Moisés

  • PESSOAS ENVOLVIDAS: As mulheres israelitas; a cuxita, esposa de Moisés; e o povo de Israel.

RESUMO DA VIDA:

Desde pequena Miriã demonstrou suas características de líder: era proativa, inteligente, dinâmica e agitada. Ela viveu como escrava no Egito; participou junto ao irmão da libertação do povo de Israel (Miquéias 6:4); liderou a equipe de mulheres que louvavam a Deus com as seguintes palavras: “Cantai ao Senhor, porque gloriosamente triunfou; e lançou no mar o cavalo com o seu cavaleiro.” (Êxodo 15:21); como levita que era, se santificou a Deus, e serviu como profetisa. Mais tarde, se rebelou contra a liderança de Moisés e foi punida severamente por Deus, ficando 7 dias leprosa, fora do arraial (Números 12), impedindo o povo de prosseguir viagem. Esse acontecimento trágico serviu de alerta para os israelitas não se rebelarem contra o líder instituído por Deus.

PROPÓSITO:

  • Colaborar com a salvação da vida do bebê Moisés;

  • Servir a Deus como profetisa da tribo levítica;

  • Alertar o cuidado que os líderes devem ter de estarem submissos à vontade de Deus.

DEVO IMITAR:

  • Devo imitar a coragem e atitude proativa de Miriã para ser colaboradora dentro dos propósitos de Deus.

  • Posso me alegrar e levar todos ao meu redor a adorar.

DEVO EVITAR:

  • Não posso me rebelar contra minha liderança, devo orar por ela.

DESTAQUE:

“Seria melhor nos lembrarmos de Miriã, a primeira mulher a ser chamada de profetisa na Bíblia, como aquela cantora vitoriosa na praia do Mar Vermelho, cheia do espírito de Deus, obediente ao seu chamado, firme em sua posição entre o povo de Deus. Mas o restante da história de Miriã nos ensina que mesmo aqueles que estão no alto da montanha podem ter que atravessar o vale. Mesmo mulheres que foram poderosamente tocadas por Deus podem ainda ser consumidas pelo ressentimento, pela ira e pelo ciúme. Somente ao voltar nos nossos olhos adeus e mantermos viva nossa conexão com ele poderemos continuar no compasso da melodia triunfante da qual deseja levar-nos a participar.”

Trudy J. Morgan-Cole, em “Filhas da Graça”

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

MCNAIR, S. E. PEQUENO DICIONÁRIO BÍBLICO. Tradução: Degmar Ribas. CPAD: Rio de Janeiro, 2012.

MORGAN-COLE, Trudy J.. FILHAS DA GRAÇA: O que você pode aprender com as mulheres da Bíblia. Ilustrações: Robert Hunt. Tradução: Davidson Deana. Tatuí, SP: Casa Publicadora Brasileira, 2010.

40. MULHER DA BÍLIA: A filha de Faraó

REFERÊNCIA BÍBLICA: Êxodo 2:5-10

SIGNIFICADO DO NOME: A Bíblia não cita o nome dela, Josefo cita seu nome como “Thermuthis”.

OCUPAÇÃO: Princesa do Egito.

LOCAL: Egito

ÉPOCA: ~ 1543 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Ela foi um instrumento usado por Deus para proteger Moisés, o futuro libertador do povo hebreu.

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • PAI: Faraó

  • PESSOAS ENVOLVIDAS: Servas, Joquebede e Miriã.

RESUMO DA VIDA:

A princesa egípcia, costumava tomar banho no rio Nilo. Foi lá que ela encontrou o cesto com um lindo bebê hebreu, encheu-se de compaixão por ele e aceitou a proposta de Miriã de se tornar a mãe adotiva e pagar um salário para uma ama hebreia cuidar do bebê. Ela o chamou de Moisés, que significa “filho tirado”, porque ela o pegou das águas do rio. Alguns acreditam que Moisés passou aos cuidados dela quando completou 12 anos, a partir daí foi iniciado à ciência e educação do Egito.

PROPÓSITO:

  • A filha do homem que desejava ver os meninos hebreus mortos, protege e cria em liberdade o hebreu que livrou seu povo da escravidão dos egípcios.

DEVO IMITAR:

  • Devo imitar a compaixão da princesa egípcia que suplantou a lei severa do pai.

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

CHAMPLIN, Russell Norman. O ANTIGO TESTAMENTO INTERPRETADO: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Êxodo. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 1.

JOSEFO, Flávio. HISTÓRIA DOS HEBREUS: De Abraão à Queda de Jerusalém. Tradução por: Vicente Pedroso. Rio de Janeiro: Casa Publicadora das Assembleias de Deus, 2004.

41. MULHERES DA BÍBLIA: As 7 filhas de Reuel

REFERÊNCIA BÍBLICA: Êxodo 2:16-20

SIGNIFICADO DO NOME: Somente o nome de Zípora é mencionado. Zípora significa “Pássaro”.

OCUPAÇÃO: Pastoras de ovelhas.

LOCAL: Margens do Golfo de Ácaba, território dos midianitas

ÉPOCA: 1502 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Elas eram filhas do sacerdote.

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • PAI: Reuel

  • IRMÃO: Hobabe

  • PESSOAS ENVOLVIDAS: Midiã, o filho que Abraão teve com Quetura; Moisés

RESUMO DA VIDA:

As sete filhas de Reuel, tinham o mesmo ascendente que Moisés, o príncipe que havia fugido do Egito. Eles se encontraram no poço, de uma região desértica. As 7 moças eram filhas do sacerdote do lugar e cuidavam das ovelhas do pai. Por serem mulheres, sofriam o desprezo dos pastores da região, elas podiam chegar primeiro no poço, mas saíam por último. No dia que encontraram Moisés, identificado por elas como um homem egípcio (ou por causa das vestes, ou pelo sotaque), ajudou as moças e elas conseguiram chegar mais cedo em casa. O pai, acostumado ao horário em que elas chegavam, descobriu que um homem as havia ajudado e mandou elas chamarem ele para jantarem juntos. Moisés aceitou ficar na casa de Reuel, casou-se com uma das filhas dele, Zípora, e assumiu o cargo de pastor de ovelhas, livrando as moças da hostilidade dos pastores daquela região.

PROPÓSITO:

  • Elas ofereceram, com a ordem do pai, um novo lar a Moisés.

DEVO IMITAR:

  • Devo imitar a determinação e disposição das filhas de Reuel, que mesmo hostilizadas e tratadas com desprezo insistiam em concluir as tarefas diárias.

  • Preciso estar debaixo da autoridade do meu pai (mesmo depois de casada).

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

CHAMPLIN, Russell Norman. DICIONÁRIO A-Z. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 6 e 7.

CHAMPLIN, Russell Norman. O ANTIGO TESTAMENTO INTERPRETADO: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Êxodo. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 1.

42. MULHER DA BÍBLIA: Zípora

REFERÊNCIA BÍBLICA: Êxodo 2:21-22; 4:20,25,26; 18:2-6

SIGNIFICADO DO NOME: “Pássaro” ou “Beleza”, em grego seu nome foi traduzido como “Séfora”.

LOCAL: Margens do Golfo de Ácaba, território dos midianitas; e deserto

ÉPOCA: ~ 1450 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • O relacionamento de Zípora com Deus foi construído aos poucos.

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • PAI: Reuel

  • IRMÃO: Hobabe

  • IRMÃS: Seis moças

  • ESPOSO: Moisés

  • FILHOS: Gérson e Eliézer

  • PESSOAS ENVOLVIDAS: Midiã, o filho que Abraão teve com Quetura

RESUMO DA VIDA:

Zípora provavelmente era a primogênita das 7 filhas de Reuel. Seu pai arranjou o casamento dela com Moisés, e o casal teve 2 filhos: Gérson e Eliézer. Zípora acompanhou Moisés com sua missão para o Egito, mas no meio do caminho um anjo iria matá-los por não terem executado o sinal do pacto abraâmico (Gn 17:11), mesmo intervindo heroicamente ao fazer a circuncisão dos filhos, ela reclamou a Moisés sobre a circuncisão (alguns acreditam que Zípora não permitiu que Moisés fizesse a circuncisão nos filhos, mas com o risco de morte iminente, ela mesmo realizou a circuncisão e depois chamou Moisés de sanguinário). Chegando ao Egito, Zípora e seus filhos foram enviados para a casa de Reuel, porque Moisés temia pela vida deles. Finalmente, quando Moisés já guiava o povo pelo deserto, Reuel trouxe Zípora e os filhos para perto de Moisés. Visto que a Bíblia cita que Moisés tomou uma esposa cuxita (Nm 12:1), alguns acreditam que Zípora havia falecido.

PROPÓSITO:

  • Ser a esposa de um dos maiores líderes israelitas.

  • Cuidar dos filhos de Moisés.

DEVO IMITAR:

  • Devo imitar a rapidez de Zípora ao agir corretamente diante de uma situação urgente.

DEVO EVITAR:

  • Não posso resistir às ordens de Deus, por mais que não entenda.

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

CHAMPLIN, Russell Norman. DICIONÁRIO A-Z. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 6 e 7.

CHAMPLIN, Russell Norman. O ANTIGO TESTAMENTO INTERPRETADO: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Êxodo. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 1.

SCHIMIDT, Alaid Schiavone. PEQUENA ENCICLOPÉDIA BÍBLICA DE TEMAS FEMININOS – Com Ênfase nos Assuntos da Família. São Paulo: Arte Editorial, 2008.

43. MULHER DA BÍBLIA: Eliseba

REFERÊNCIA BÍBLICA: Êxodo 6:23

SIGNIFICADO DO NOME: “Deus é jurador” ou “aliança de Deus”.

LOCAL: Egito e deserto

ÉPOCA: ~ 1506-1486 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Eliseba foi uma mulher fiel a Deus.

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • PAI: Aminadabe

  • IRMÃO: Naassom

  • ESPOSO: Arão

  • FILHOS: Nadabe, Abiú, Eleazar e Itamar.

  • PESSOAS ENVOLVIDAS: Tribo de Judá e de Levi.

RESUMO DA VIDA:

Eliseba, uma mulher da tribo de Judá, foi escolhida por Arão, da tribo de Levi. Dessa união, nasceram filhos que se tornaram sumo-sacerdotes e sacerdotes. Ela perdeu 2 dos seus filhos mais velhos, por causa da desobediência a uma ordem clara do SENHOR. Entretanto, seus outros dois filhos desempenharem muito bem suas funções e entraram na terra prometida.

PROPÓSITO:

  • Ser a esposa do 1º sumo-sacerdote do povo de Israel.

  • Gerar e educar uma linhagem de ministros sacerdotais.

DEVO IMITAR:

  • Devo imitar sua posição de serva simples e fiel ao SENHOR.

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

CHAMPLIN, Russell Norman. DICIONÁRIO A-Z. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 6 e 7.

CHAMPLIN, Russell Norman. O ANTIGO TESTAMENTO INTERPRETADO: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Êxodo. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 1.

SCHIMIDT, Alaid Schiavone. PEQUENA ENCICLOPÉDIA BÍBLICA DE TEMAS FEMININOS – Com Ênfase nos Assuntos da Família. São Paulo: Arte Editorial, 2008.

44. MULHER DA BÍBLIA: A esposa de Eleazar

REFERÊNCIA BÍBLICA: Êxodo 6:25

SIGNIFICADO DO NOME: Seu nome não é citado.

LOCAL: Egito, deserto e Canaã

ÉPOCA: ~ 1480 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Ela foi uma serva de Deus.

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • PAI: Putiel

  • ESPOSO: Eleazar

  • SOGRO: Arão

  • FILHO: Finéias

RESUMO DA VIDA:

Ela era uma das filhas de Putiel (não sabemos de qual tribo ele pertencia, mas era alguém importante), e foi escolhida por Eleazar para ser sua esposa. Eleazar era o terceiro filho, mas assumiu o lugar do primogênito porque seus dois irmãos foram fulminados pelos seus pecados. A esposa de Eleazar concebeu um filho por nome Finéias, que se tornou um sumo-sacerdote devoto e justo.

PROPÓSITO:

  • Dar prosseguimento à linhagem sacerdotal de Israel.

DEVO IMITAR:

  • Devo imitar sua disposição em servir ao SENHOR.

  • Devo honrar a posição de liderança de meu esposo.

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

CHAMPLIN, Russell Norman. DICIONÁRIO A-Z. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 6 e 7.

CHAMPLIN, Russell Norman. O ANTIGO TESTAMENTO INTERPRETADO: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Êxodo. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 1.

SCHIMIDT, Alaid Schiavone. PEQUENA ENCICLOPÉDIA BÍBLICA DE TEMAS FEMININOS – Com Ênfase nos Assuntos da Família. São Paulo: Arte Editorial, 2008.

TEMAS FEMININOS EM ÊXODO: Leis para as mulheres

DEVERES

DIREITOS

PROIBIÇÕES

Êx 19:15 Ritual de pureza: afastar-se de ter relações sexuais para apresentação diante de Deus

Êx 20:12 Honrar mãe

Êx 20:17 Proibido mulheres e servas do próximo serem cobiçadas

Êx 20:10 Filhas e servas guardam o sábado

Êx 21:2-11 Direitos da escrava hebreia

Êx 22:18 Proibido feiticeiras

Êx 21:15 e 17 A violência física e verbal à mãe é crime

Êx 34:16 Proibido israelitas casarem com mulheres pagãs

Êx 21:20, 21, 26, 27, 32 Ferir ou matar a escrava é crime

Êx 21:22-23 Direitos da mulher grávida

Êx 21:28 Penas quando uma mulher morrer chifrada pelo boi

Êx 22:16 e 17 Direito das virgens

Êx 22:22-24 Direito das viúvas e órfãs

45. MULHER DA BÍBLIA: Selomite

REFERÊNCIA BÍBLICA: Levítico 24:10-11

SIGNIFICADO DO NOME: “Pacífica”, “Perfeita”, “Completa”

LOCAL: Egito e deserto

ÉPOCA: ~ 1440 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • A Bíblia não cita seu relacionamento com Deus.

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • PAI: Dibri

  • ESPOSO: um egípcio

  • FILHO: o blasfemador

RESUMO DA VIDA:

Selomite, era da tribo de Dã, uma israelita nata, que havia se casado com um egípcio, no tempo em que esteve escravizada por Faraó. Ela teve um filho com esse homem, que na fase adulta, discutiu com um homem israelita e no calor da discussão, blasfemou o nome do SENHOR. Ao citar o nome de Selomite, a tribo a que pertencia e a origem do estado civil, o texto sagrado mostra o perigo que são expostos os filhos de se tornarem maldição pela mistura entre as culturas sagrada e profana. Selomite viu o seu filho ser apedrejado.

PROPÓSITO:

  • Mostrar que uma mulher do povo de Deus erra ao se casar com um homem que não teme ao SENHOR.

  • Assinalar a responsabilidade que a mãe temente a Deus assume ao gerar um filho de um homem ímpio.

DEVO EVITAR:

  • Não posso me unir a um homem que não tenha as mesmas convicções e princípios cristãos que eu.

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

CHAMPLIN, Russell Norman. DICIONÁRIO A-Z. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 6 e 7.

CHAMPLIN, Russell Norman. O ANTIGO TESTAMENTO INTERPRETADO: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Levítico. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 1.

TEMAS FEMININOS EM LEVÍTICO: Leis para as mulheres

TEMAS FEMININOS EM LEVÍTICO: LEIS PARA AS MULHERES

DEVERES

DIREITOS

PROIBIÇÕES

Lv 12:2-8 Ritual de purificação no resguardo (período menstrual)

Lv 10:14 As filhas dos sacerdotes podem comer das ofertas dedicadas ao SENHOR

Lv 18:6-23 É proibido um homem ter relação sexual com uma parente próxima, mãe, madrasta, irmã, neta, meia-irmã, tia, cunhada, nora, mãe e filha, mulher no ciclo menstrual, esposa de outro homem

Lv 13:38 Ritual de purificação da mulher com manchas de pele

Lv 19:20 Direitos da escrava prometida em casamento

Lv 18:23 É proibido uma mulher ter relação sexual com animais

Lv 15:18-19 A purificação do esposo e esposa após o ato sexual

Lv 20:10-21 Punições para pecados sexuais contra mulheres

Lv 19:29 É proibido o pai fazer a filha se prostituir; 21:9 A filha do sacerdote recebe pena de morte se tornasse prostituta

Lv 15:20-33 purificação da mulher no ciclo menstrual

Lv 21:2 O sacerdote pode comparecer ao sepultamento da mãe e irmã virgem

Lv 20:9 Quem amaldiçoar a mãe recebe pena de morte

Lv 19:3 Respeito devido à mãe

Lv 22:13 A filha do sacerdote que ficou viúva ou divorciada, e sem filhos, pode comer das ofertas sagradas

Lv 20:27 É proibido mulheres consultar médiuns ou espíritos

Lv 21:13-15 A esposa do sacerdote tem que ser virgem e de seu próprio povo, proibido se casar com viúva, divorciada, moça que perdeu a virgindade e prostituta

Lv 25:6 Direito da escrava

Lv 21:7 Uma prostituta, moça que perdeu a virgindade, ou mulher divorciada não pode se casar com um sacerdote

Lv 27:4, 6, 7 Oferta atribuída à mulher, meninas e idosas que fizeram voto

Lv 21:11 O sumo sacerdote não pode comparecer ao sepultamento da mãe, nem ficar de luto por ela

Lv 22:12 É proibido a filha do sacerdote comer das ofertas sagradas estando casada com um homem que não seja sacerdote

Lv 26:29 É proibido comer a carne das filhas

📎 PDF

MULHERES COMO EU: Eva

Como Eva, sou criada à imagem e semelhança de Deus.
Deus me fez única, linda e com a eternidade em meu coração.

Como Eva, meu propósito de vida é ser companheira do homem que Deus designou para mim.
Deus me fez mulher.

Como Eva, Deus me abençoou com o milagre de gerar filhos, para multiplicar e encher a terra.
Deus me deu a virtude da vida.

Como Eva, meu líder espiritual me ensina o caminho de Deus.
Deus cuida de mim.

Como Eva, sou tentada pelo diabo, mesmo estando no Jardim da comunhão com Deus.
Deus me deu livre arbítrio.

Como Eva, me envergonho tanto dos meus erros que sinto a necessidade de encobri-los.
Deus expõe o meu erro.

Como Eva, faço padecer minha alma pelas escolhas erradas que faço.
Deus faz minha tristeza produzir arrependimento para salvação.

Como Eva, posso confessar e deixar o pecado que me separou de Deus.
Deus me convence do meu pecado.

Como Eva, recebo a punição pelos meus erros.
Deus é justo!

Como Eva, creio na Salvação enviada por Deus.
Deus é bom para mim.

Como Eva, recebo o perdão de Deus e volto à comunhão com o Eterno e Soberano Deus.
Sou definitivamente filha de Eva, e esta de Deus.

📖 Versículos selecionados:

📖 GÊNESIS 2 – 4

💎 COMO A MULHER FOI CRIADA:

“Então o Senhor Deus fez o homem cair em profundo sono e, enquanto este dormia, tirou-lhe uma das costelas, fechando o lugar com carne. Com a costela que havia tirado do homem, o Senhor Deus fez uma mulher e a trouxe a ele. Disse então o homem:

— Esta, sim, é osso dos meus ossos e carne da minha carne! Ela será chamada mulher, porque do homem foi tirada.

Por essa razão, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e eles se tornarão uma só carne. O homem e sua mulher viviam nus, e não sentiam vergonha.”

Gênesis 2:21-25 NVI

⚜ A ÚLTIMA PALAVRA É A DE DEUS

Em Gênesis 3:1-6 lemos a narração de como Eva conversou com o diabo. Para Eva tudo era novidade, não lhe causou espanto uma serpente falar. Ela parecia não se atentar para o fato de que estava conversando com o Pai da Mentira, o diabo. Na primeira vez que a serpente lançou seu veneno, Eva combateu com a Verdade. Na segunda vez, no entanto, Eva permitiu que as mentiras do diabo despertasse nela desejos que até então ela sequer havia pensado. Ela se calou e deixou aquelas palavras permearem o seu ser. A última palavra foi a do diabo, Eva caiu em tentação.

Em Mateus 4:1-11, lemos a narração de como Jesus conversou com o diabo. Quando foi tentado pelo diabo, Jesus venceu toda e qualquer sugestão ou ordens do diabo combatendo com a pura e poderosa Palavra de Deus. Jesus não deixou que a última palavra fosse a do diabo. Corajosamente, Jesus citou as Palavras de Deus e não cedeu a nenhuma das mentiras da antiga serpente.

Lição valiosa: A última palavra é a de Deus. Toda vez que formos tentados, Deus nos oferece uma palavra de esperança, paz e segurança, na qual podemos confiar e citar para vencermos a tentação. As palavras do SENHOR são verdadeiras e boas, elas duram para sempre.

🚫 “A CONCUPISCÊNCIA DA CARNE,
A CONCUPISCÊNCIA DOS OLHOS
E A SOBERBA DA VIDA”

Gênesis 3:6

1 João 2:16,17

“Quando a mulher viu que a árvore parecia agradável ao paladar,

“Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne,

era atraente aos olhos

a concupiscência dos olhos

e, além disso, desejável para dela se obter discernimento,

e a soberba da vida,

tomou do seu fruto, comeu-o e o deu a seu marido, que comeu também.

não vem do Pai, mas sim do mundo. Ora, o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus, permanece para sempre.”

Eva acreditou que teria prazer físico ao ingerir o fruto proibido por Deus (concupiscência da carne);

Eva desejou ter tudo o que viu, mesmo sendo proibido por Deus (concupiscência dos olhos);

Eva encheu o coração de orgulho ao se imaginar igual a Deus (soberba da vida).

Eva ao perceber seu erro, não pôde reverter a situação, ela se envergonhou, se cobriu com folhas, se escondeu, mas venceu a culpa, confessou tudo a Deus, recebeu sua punição, se arrependeu e foi perdoada.

Lição valiosa: Toda a humanidade tem uma coisa em comum: os mesmos desejos pecaminosos de Eva. Queremos sentir prazer físico, desejamos tudo o que vemos e oprimimos o eu interior com um eu impostor dominado pelo orgulho. Ceder sempre nos levará ao fracasso. Precisamos crucificar nossa carne, santificar nossos olhos e aprendermos com Jesus a sermos mansos e humildes. O pecado envergonha e somente o sangue de Jesus pode cobri-lo, porque então somos purificados e nos justificados diante de Deus.

🌵 CARDOS E ESPINHOS NA ALMA DA MULHER

A desobediência de Eva imputou sobre ela e todas as mulheres dores e sofrimentos físicos, na alma e uma longa luta espiritual contra a antiga serpente.

“À mulher, ele declarou: “Multiplicarei grandemente o seu sofrimento na gravidez; com sofrimento você dará à luz filhos. Seu desejo será para o seu marido, e ele a dominará”.” Gênesis 3:16

🌵 O momento mais feliz que Eva experimentaria, o nascimento de seu filho, ficou manchado com dores, angústias e sofrimento por causa do pecado. Entretanto, a promessa de Deus de enviar o Messias ao mundo para a reconciliação eterna do homem com Deus, trouxe esperança para Eva e para todas as mulheres que temiam a Deus.

🌵 A liberdade que Eva usufruía de auxiliadora do marido, foi tolhida, devido sua atitude de comer e compartilhar o fruto proibido com seu marido. Ela passou a ser submissa ao marido, e este a Deus.

🌵 Eva experimentou a perfeição da comunhão com Deus, a queda por causa do pecado e a remissão do pecado com a morte de um animal inocente. Nós nascemos em pecado, alguns de nós experimentamos a remissão dos pecados quando cremos no Cordeiro inocente de Deus que se sacrificou pelos nossos pecados, e se continuarmos firmes na fé em Deus, alcançaremos o corpo incorruptível. Enquanto vivermos aqui na terra, conviveremos com cardos e espinhos.

♻ CRIADA E NASCIDA

Eva foi a única mulher que não nasceu do ventre materno. Ela foi criada, formada pelas mãos de Deus. Entretanto, depois de se arrepender de seu pecado, ela experimentou o novo nascimento.

Eva colocou o nome do primeiro homem e exclamou uma nota de gratidão ao SENHOR pelo Seu auxílio. Caim foi o primeiro a nascer e o primeiro a matar (o próprio irmão, Abel). A Bíblia diz que Caim saiu da presença do SENHOR. Para consolo de Eva, Deus lhe concedeu mais um filho, Sete. Das entranhas de Eva procederam todas as nações da terra, pessoas que amam e obedecem a Deus e pessoas que se afastam e vivem longe de Deus. Temos o privilégio de nascermos da carne e também do espírito.

“Ninguém pode entrar no Reino de Deus, se não nascer da água e do Espírito. O que nasce da carne é carne, mas o que nasce do Espírito é espírito.” João 3:5-6

📖 2 CORÍNTIOS 11:3

“O que receio, e quero evitar, é que assim como a serpente enganou Eva com astúcia, a mente de vocês seja corrompida e se desvie da sua sincera e pura devoção a Cristo.” 2 Coríntios 11:3

Comentário → Precisamos estar vigilantes e sermos mais conhecedores da Palavra, para não sermos enganados e perdermos nossa comunhão com Jesus. Se cairmos, precisamos nos despir das vestes da vergonha e pedir perdão a Deus, que é misericordioso para nos perdoar e restaurar.

📖 1 TIMÓTEO 2:11-15

v. 11-13 “A mulher deve aprender em silêncio, com toda a sujeição. Não permito que a mulher ensine, nem que tenha autoridade sobre o homem. Esteja, porém, em silêncio. Porque primeiro foi formado Adão, e depois Eva.”

Comentário → A mulher é facilmente guiada pelo que ouve, devido a audição ser o sentido mais aguçado. Por esse motivo, precisa estar atenta ao ensino do homem que é submisso a Deus, para não ser enganada e induzir outros ao erro. A mulher não pode tomar do homem essa responsabilidade. Uma atitude aceitável e inteligente é quando a mulher ora para Deus dar mais visão, poder, autoridade e sabedoria ao homem que a conduz e instrui.

Observação importante: É inegável que Deus tem levantado mulheres para o crescimento do Reino, desde que estejam debaixo da benção de seus líderes elas podem falar, evangelizar e compartilhar o que Deus tem feito por elas. O homem que se submete a Deus reconhece quando Deus levanta uma mulher para benefício do Reino dEle. É importante observar que homens ou mulheres que se exaltam, que deixam o orgulho entrar em cena, tornam-se inaptos ao ensino.

v. 14 “E Adão não foi enganado, mas sim a mulher, que, tendo sido enganada, tornou-se transgressora.”

Comentário → Aqui o versículo expõe o modo como o homem e a mulher pecaram: Eva pecou às cegas, comeu o fruto proibido porque foi enganada pela serpente, quando ela ofereceu o fruto ao marido, Adão comeu de olhos abertos, sabia o que estava fazendo.

v. 15 “Entretanto, a mulher será salva dando à luz filhos – se elas permanecerem na fé, no amor e na santidade, com bom senso.”

Comentário → Segundo Champlin, “A interpretação correta é aquela que diz que as mulheres, apesar de terem sido amaldiçoadas a um parto doloroso (ver Gên. 3:16), estando debaixo do juízo divino por suas transgressões, ainda assim são passíveis de salvação. E sua «esfera» de redenção depende do cumprimento de seus deveres legítimos, que Deus lhe atribuiu, isto é, no lar, e não fora do mesmo, envolvendo-se ela na observância e no desenvolvimento das virtudes cristãs normais, como a fé, o amor, a santidade e a modéstia.” (CHAMPLIN, 2001).

📝 Respostas do Questionário

1. História de Eva:

CRIAÇÃO:
Deus trouxe todos os animais para Adão nomeá-los. Para cada espécie havia o macho e a fêmea que se correspondiam, entretanto não se encontrou uma correspondente para o homem. Deus, então, declarou que faria alguém que lhe correspondesse e auxiliasse, porque não era bom o homem estar só. Deus tirou uma costela do homem e criou uma mulher. O homem e a mulher formam uma só carne.

QUEDA:
Eva estava no Jardim do Éden, sabia que não podia comer do fruto da Árvore do Bem e do Mal, mas ouviu o que a serpente falou, olhou para o aparente sabor agradável da árvore, para a beleza externa do fruto e para a promessa de que teria o mesmo conhecimento que Deus tinha, comeu o fruto proibido e ainda ofereceu ao marido (Adão comeu sabendo qual fruto era aquele).

REMISSÃO:
A mulher foi justa e severamente punida por Deus: dor na conceição e submissão ao marido. Mas, também reteve a esperança da promessa de um, nascido de mulher, derrotar a serpente. Depois de conceber seu 1º filho, reconheceu a ajuda de Deus em ter um filho homem. Eva teve muitos outros filhos e filhas, mas a Bíblia cita apenas o nome de 3 deles: Caim, Abel e Sete.

2. Local em que Eva morava na época e o país na atualidade:

ANTES DA QUEDA:
O Jardim do Éden não possui localização bem definida, a Bíblia afirma que era banhado por 4 rios (Gn 2:10-14), dos quais somente 2 ainda existe, os rios Tigre e Eufrates. Esses rios irrigam os países do Iraque, Irã, Turquia e Síria. Essa informação nos dá uma ideia sobre a localização do Jardim. O Jardim do Éden tinha um acesso ao oriente e passou a ser guardado por um querubim e por uma espada flamejante ao redor, para guardar a Árvore da Vida. O local foi destruído depois do dilúvio.

Rio Tigre

Rio Eufrates

DEPOIS DA QUEDA:
Adão e Eva foram expulsos do Jardim e passaram a morar nos arredores do Éden. Alguns acreditam que esse lugar foi a Mesopotâmia, o berço das civilizações. Hoje esse território pertence ao Iraque.

3. Significado do nome de Eva:
Em hebraico (חַוָּה) Havvah (transliterado “Chavá”), Eva, significa “Vivente”, “Mãe da Vida”, conforme falou Adão, ela se tornou a mãe de toda a humanidade.

4. Vida cotidiana:

  • Papel nas Escrituras → Primeiramente o papel de Eva era de ser a companheira de Adão, co-auxiliadora nas tarefas do lindo Jardim onde moravam e mãe. Com a queda, Eva teve que submeter seus desejos a Adão, se tornou dominada por ele e se tornou mãe concebendo filhos com dores.

  • Posição Social → Eva foi a 1ª dama do planeta terra e a mãe de toda a humanidade.

  • Tarefas Diárias → Pelas palavras do SENHOR, descritas em Gênesis 3:17-19, eles se tornaram agricultores depois da queda. A tarefa de Eva estava subordinada à que seu esposo lhe indicasse. Adão provia os ingredientes e Eva  preparava o prato. Ela também estava responsável de cuidar dos filhos, prover água e manter o lar confortável. Devemos nos atentar ao fato de que apesar de àquela época não haver as tecnologias e conforto de hoje, Adão e Eva foram tutoreados pelo próprio Deus, portanto se resolviam muito bem.

5. Relacionamentos de Eva:
A primeira pessoa com a qual Eva se relacionou foi com o seu Criador. Depois, ela viu Adão dormindo e viu quando Deus o acordou para apresentá-la a ele. Adão ficou admirado com a beleza de Eva. Era um relacionamento a 3, Deus, Adão e Eva. Depois da queda, o relacionamento entre eles ficou muito difícil, o pecado afastou Eva de Deus e a punição de se submeter ao seu marido gerou conflitos entre o casal. Eva teve filhos e filhas, aprendeu a ser mãe, e os ensinou no caminho do SENHOR.

6. Testemunho de Eva para mim:
Estudando a vida de Eva tenho a impressão de que ela era uma mulher mansa. O modo ingênuo como falou as Palavras de Deus para a serpente (Gn 3:2-3), o modo como mesmo envergonhada respondeu sinceramente a inquisição de Deus (Gn 3:13), e depois de todas as perdas pelas quais sofrera, o modo como humildemente agradece a Deus pelos filhos que lhe dera (Gn 4:1,25), mostrando ainda os resquícios de sua mansidão. Eva me faz lembrar as palavras do Mestre Jesus: “aprendei de mim que sou manso e humilde de coração” (Mt 11:29). A mansidão é realmente um bom testemunho que uma mulher de Deus pode dar.

7. Virtudes de Eva:

🚺 Linda
🚺 Mansa
🚺 Modesta
🚺 Suave
🚺 Boa esposa
🚺 Boa mãe
🚺 Sincera
🚺 Humilde
🚺 Ingênua
🚺 Simples
🚺 Pura
🚺 Quebrantada
🚺 Grata
🚺 Gostava de compartilhar
🚺 Forte, superou suas perdas

🚺 Além de todas essas virtudes, Eva é a mãe de toda a humanidade.

🎶 Sugestão de canção:

O meu orgulho me tirou do jardim,
Tua humildade colocou o jardim em mim”

Música: “Eu quero conhecer Jesus”
Compositor: Alessandro Vilas Boas

✅ Para mais informações sobre Eva CLIQUE AQUI

Estudo da Bíblia: 1 Reis

ÉTIMO DO TÍTULO DO LIVRO: O livro de 1 Reis no cânon hebraico forma com 2 Reis, um único volume. A primeira palavra em hebraico, “E o rei…” [wehammelek], é o que dá título ao livro, cuja característica principal é descrever a história dos reis de Israel e de Judá.

AUTOR: Desconhecido, alguns acreditam ter sido escrito por Jeremias ou por um grupo de profetas.

DATA: 970 – 853 a.C.

TOTAL DE CAPÍTULOS: 22

CONTEÚDO:

A) Davi e Salomão → 1 Reis 1 – 2

A.1) Adonias x Davi

A.2) Davi transfere o reino para Salomão

A.3) O reino de Salomão é confirmado

B) Reinado de Salomão → 1 Reis 2 – 10

B.1) Salomão torna-se um rei sábio

B.2) Salomão constrói o Templo

B.3) Salomão expande o reino

C) Reino dividido: Judá x Israel → 1 Reis 11 – 22

C.1) Revoltas das tribos do Norte

C.2) Reis de Israel e de Judá

C.3) Ministério do profeta Elias e o reinado de Acabe

A) DAVI E SALOMÃO → 1 Reis 1 – 2

A.1) Adonias x Davi → 1 Reis 1

ADONIAS, UM REI SEM COROA
1 Reis 1 → Adonias, irmão de Absalão, se une a Joabe e Abiatar, para se autoproclamar o novo rei. Davi já havia falado que o reino seria de Salomão, mas Adonias não respeitando a vontade de Deus e de seu pai, convida todos os seus irmãos, exceto a Salomão e prepara um banquete para comemorar sua ascensão ao trono. Mas, Natã e Bate-Seba executaram um plano para Davi coroar Salomão como rei. E assim sucede, as pessoas que estavam com Adonias fogem e Adonias implora misericórdia ao novo rei: Salomão.

A.2) Davi transfere o reino para Salomão → 1 Reis 2:1-11

DAVI INSTRUI O NOVO REI

1 Reis 2:1-11 → Davi dá 3 conselhos a Salomão:

  1. Guardar os mandamentos do SENHOR;

  2. Aplicar a justiça a Joabe e Simei por seus procedimentos desleais;

  3. Abençoar os filhos de Barzilai por ter servido Davi e todos que estavam com ele, da fuga de Absalão.

A.3) O reino de Salomão é confirmado → 1 Reis 2:12-46

SALOMÃO ELIMINA SEUS INIMIGOS → 1 Reis 2:12-46
1 Reis 2:12-46 → Adonias provocou Salomão ao pedir Abisague, a linda mulher que aquecia o rei Davi. Salomão deu ordem a Benaia para matá-lo. Salomão proibiu o sacerdote Adonias de exercer o cargo e assim se cumpriu o que Deus falou a respeito da descendência de Eli (1 Samuel 2:27-36). Joabe foge para o Tabernáculo com medo de ser morto, mas morre lá mesmo.

B) REINADO DE SALOMÃO → 1 Reis 2 – 11

B.1) Salomão torna-se um rei sábio

OS PRIMEIROS FEITOS DO REI SALOMÃO

1 Reis 3:1 → Salomão se casa com a filha de Faraó, começa a construir seu palácio, o templo, e as muralhas de Jerusalém.

1 Reis 3:16-28 → Salomão julga com sabedoria a causa do bebê disputado por duas prostitutas. O povo teme o rei pela sabedoria de Deus em fazer justiça.

1 Reis 4:1-28 → Os assessores de Salomão e a organização do reino:

CARGO

NOME

Sumo sacerdote

Azarias

Sacerdotes

Zadoque e Abiatar

Secretários

Eliorete e Aías

Historiador do reino

Josafá

Sacerdote e conselheiro pessoal do rei

Zabude

Administrador do palácio

Aisar

Responsável pelo tributo

Adonirão

Supervisor dos governadores distritais

Azarias

12 governadores distritais

  1. Ben-Hur

  2. Ben-Dequer

  3. Ben-Hesede

  4. Ben-Abinadabe

  5. Baaná

  6. Ben-Geber

  7. Ainadabe

  8. Aimaás

  9. Baaná

  10. Josafá

  11. Simei

  12. Geber

1 Reis 4:20-23 → Quantidade de alimento para o palácio de Salomão:

ALIMENTO DIÁRIO

ALIMENTO MENSAL

30 cestos grandes da flor da farinha

900 cestos grandes da flor da farinha

60 cestos de farinha

1.800 cestos de farinha

10 vacas gordas

300 vacas gordas

20 vacas do pasto

600 vacas do pasto

100 carneiros

3.000 carneiros

+ veados, cabras monteses, corços e aves selecionadas

+ veados, cabras monteses, corços e aves selecionadas

Cada 1 dos 12 distritos provia a quantidade mensal de alimento 1 vez por ano.

1 Reis 4:29-34 → Ranking de sábios da época de Salomão:

#1 Salomão

#2 Etã, o ezraíta

#3 Hemã

#4 Calcol

#5 Darda, filho de Maol

B.2) Salomão constrói o Templo

CARACTERÍSTICAS

TABERNÁCULO

TEMPLO

MODELO

Como Deus ordenara a Moisés (Êx 24 – 31)

Mesmo modelo do Tabernáculo, mas com medidas maiores.

MEDIDAS

Tabernáculo: 13,71m de comprimento, 4,57m de largura e 4,50m de altura

Pátio: 45,72m de comprimento, por 22,86m de largura

Templo: 27m de comprimento, 9m de largura e 13,5 de altura

Pátio: 450m de comprimento, por 300 m de largura

TRABALHADORES NA OBRA

Bezalel, Aoliabe, artífices, arquitetos, fabricadores de móveis, designers do produto, engenheiros, mestres de obras, bordadores, tecelões, marceneiros, decoradores e costureiras.

Salomão; o rei Hirão e seus servos; Hirão Abiú, filho de uma danita (1 Rs 7:13-14; 2 Cr 2:13-14); 156.600 estrangeiros que viviam em Israel dos quais 70.000 eram carreteiros, 80.000 eram cortadores de pedras e 3.600 eram inspetores (2 Cr 2:17-18)

TEMPO PARA SER LEVANTADO

Aproximadamente 10 meses (Êx 19:1; 40:17)

7 anos (1 Rs 6:1,37,38)

DIFERENÇAS

O Tabernáculo era feito de linho fino torcido, pelos de cabra, peles de carneiro e de texugo; tábuas de madeiras de cetim cobertas de ouro e bases de cobre (Êxodo 25-31).

O templo era feito de pedras, coberto com madeira de cedro entalhado com flores abertas e botões e era revestido com ouro. O piso era de madeira de cipreste, exceto o Santo dos Santos que era coberto com cedro do chão ao teto e possuía entalhe de querubins, palmas e flores abertas (revestido de ouro também).

Altar de madeira de acácia coberta com bronze, medindo aproximadamente 2,5m de comprimento, 2,5m de largura e 1,5m de altura (Êx 27: 1-2).

Altar de bronze com 9m de comprimento, 9m de largura e 4,5m de altura (2 Cr 4: 1).

Recâmaras, pórticos de colunas, fortaleza ao redor, 2 colunas chamadas de Jaquim e Boaz, mar de bronze com capacidade de 42.000 litros de água, 10 tanques móveis com capacidade de 840 litros de água cada, pátio dos gentios, pátio das mulheres

2 querubins de 4,5m de altura, feitos de madeira de oliveira coberta com ouro, que ficavam no santuário interno do templo

Exceto pelo altar de holocausto, as peças sagradas (Arca da Aliança, Altar de Incenso, Mesa dos Pães, o Castiçal) foram mantidas.

INAUGURAÇÃO

Deus acendeu o altar, consumiu o holocausto e a gordura, e a nuvem encheu o templo (Êx 40:34-35; Lv 9:24)

Uma nuvem encheu o templo (1 Rs 8:10).

O REI HIRÃO X O ARTÍFICE HIRÃO
1 Reis 5:1-18, 7:13-14 → O rei Hirão, governava Tiro, amigo do rei Davi, também foi amigo de Salomão. O rei Hirão ajudou na construção do templo e enviou um de seus súditos, que era perito em cobre e tinha o mesmo nome: Hirão, filho de uma israelita (da tribo de Naftali) viúva de um homem de Tiro.

SALOMÃO E DEUS

1 Reis 3:2-15 → Salomão tem um lindo sonho, no qual Deus lhe pergunta qual o desejo dele, que Ele realizaria. Salomão responde com sabedoria e pede a Deus sabedoria. Deus aprova o pedido de Salomão e acrescenta muitas outras dádivas.

1 Reis 9:1-9 → Salomão tem um segundo sonho, em que Deus lhe aparece, confirma o seu reino e aprova a construção do Templo.

1 Reis 11 → Salomão se contamina com os deuses de suas esposas e Deus o avisa que seu sucessor perderia 10 tribos.

A RAINHA DE SABÁ
1 Reis 10:1-10 → Champlin (2001) afirma que “Sabá é o moderno lêmen (não a Etiópia), na Arábia, a cerca de 1.930 quilômetros de Jerusalém, para o sul.”. Salomão superou todas as expectativas da rainha de Sabá.

B.3) Salomão expande o reino

1 Reis 4:20-21 → A extensão do domínio de Salomão se estendia do rio à terra dos filisteus (leste-oeste), até próximo ao Egito (sul).

C) Reino dividido: Judá x Israel → 1 Reis 11 – 22

O REINO DIVIDIDO
1 Reis 11 → Salomão ergue templos aos deuses Astarote dos sidôneos, Milcom dos amonitas, Quemos dos moabitas, Moloque dos amonita, por isso, Deus enviou o profeta Aías para avisar que o reino seria divido. Deus começou a levantar inimigos contra Salomão: o príncipe Hadade, de Edom, e o príncipe Rezom, de Zobá.

C.1) Revoltas das tribos do Norte

JEROBOÃO
1 Reis 11:26-40; 12:20-33 → Jeroboão, homem valente, da tribo de Efraim, servo de Salomão, responsável pela casa de José, foi o escolhido por Deus para governar as 10 tribos: Rúben, Dã, Naftali, Gade, Aser, Issacar, Zebulom, Efraim, Manassés e Simeão. Essas 10 tribos se tornaram o Reino do Norte de Israel, cuja capital era Samaria.

REINO DO NORTE – REINO DE ISRAEL
1 Reis 12:1-33 a 14:1-20 → O reino mal fora formado e o rei Jeroboão ergueu 2 bezerros de ouro, um em Betel e outro em Dã, ergueu altares nesses lugares, colocou sacerdotes que não eram da tribo de Levi e instituiu culto da forma que achava melhor, tudo para impedir que o povo fosse à Jerusalém. O SENHOR mandou avisar ao novo rei constituído a ruína de sua descendência.

C.2) Reis de Israel e de Judá

REIS DO NORTE

REIS

TEMPO DE REINADO

JEROBOÃO

22 anos

NADABE

2 anos

BAASA

24 anos

ELÁ

2 anos

ZINRI

7 dias

ONRI/TIBNI

12 anos

ACABE

22 anos

ACAZIAS

2 anos

REINO DO SUL – REINO DE JUDÁ
1 Reis 12 → Os reis da descendência de Davi, reinavam sobre Judá, Benjamim e Levi.

LISTA DE REIS DE JUDÁ

REIS

TEMPO DE REINADO

ROBOÃO

17 anos

ABIAS

3 anos

ASA

41 anos

JOSAFÁ

25 anos

Comparação de 1 Reis 15:2, 10

ARC

NVT

2 E reinou três anos em Jerusalém; e era o nome de sua mãe Maaca, filha de Absalão.

10 E quarenta e um anos reinou em Jerusalém; e era o nome de sua mãe Maaca, filha de Absalão.

2 Reinou por três anos em Jerusalém. Sua mãe se chamava Maaca e era neta de Absalão.

10 Reinou em Jerusalém por 41 anos. Sua avó se chamava Maaca e era neta de Absalão.

Obs.: Maaca era a rainha-mãe.

BAASA TOMA O REINO DO FILHO DE JEROBOÃO
1 Reis 12:26-33; 13:1-34; 14:1-20; 15:25-32 → Baasa, da tribo de Issacar, mata Nadabe, filho de Jeroboão, e assume o trono das 10 tribos. Cumpre-se a profecia de do homem de Deus e do profeta Aías. Mas, porque Baasa cometeu os mesmos pecados de Jeroboão, a mesma coisa lhe sucedeu: seu filho também foi assassinado e o reino tomado.

A MALDIÇÃO DE JERICÓ

1 Reis 16:34 → Em Josué 6:26, Josué amaldiçoa a pessoa que reconstruísse Jericó. Isso acontece com Hiel, que perdeu o primogênito e o caçula conforme a palavra de Josué.

O REINO DO NORTE DIVIDIDO: Tibni e Onri
1 Reis 16:8-28 → Zinri matou o filho de Baasa, Elá, tomou o trono e reinou 7 dias. O povo de Israel se dividiu e 2 reis lutaram entre si: Tibni e Onri, mas o povo que estava com Onri foi mais forte e matou Tibni.

C.3) Ministério do profeta Elias e o reinado de Acabe

PROFETAS CONTEMPORÂNEOS AOS REIS DE ISRAEL E JUDÁ

Capítulo Reis do Norte Reis de Judá Profeta
1 Reis 12 – 14 Jeroboão (efraimita) Roboão Aías

+

Profeta novo e o profeta velho

1 Reis 15 Abias
Asa
Nadabe (efraimita)
Baasa (de Issacar) Jeú
1 Reis 16 Elá (de Issacar)
Zinri ( – )
Tibni ( – )
Onri ( – )
1 Reis 17 – 21 Acabe ( – ) Josafá Elias

Eliseu

850 profetas de Baal e Aserá

Um profeta anônimo

400 profetas falsos

Micaías

1 Reis 22 Acazias

QUEM ERA ELIAS

Tisbita (cidade de Gileade)

Habitava em Gieade (Reino do Norte)

Profeta

OS FEITOS DE ELIAS EM 1 REIS

1 Reis 17:1 → Elias profetiza para o rei Acabe que não haveria chuva até que o SENHOR ordenasse.

1 Reis 17:2-24 → Elias é sustentado por corvos no Ribeiro de Querite e depois por uma viúva de Sarepta (cidade que pertencia aos sidônios, atualmente no território do Líbano). O filho da viúva morreu, Elias orou e o menino ressuscitou.

Localização da cidade de Sarepta

1 Reis 18:16-40 → Elias desafia a 850 profetas de Baal e Aserá no Monte Carmelo. Deus demonstra seu poder e Elias mata todos os profetas de Baal e Aserá no Ribeiro de Quisom.

Monte Carmelo

1 Reis 18:41-46 → Após 3 anos, Elias ora e Deus derrama uma abundante chuva.

1 Reis 19 → Elias recebe conforto e resposta de Deus no Monte Horebe.

Monte Horebe

1 Reis 19:15-21 → Segundo a ordem do SENHOR, Elias unge um novo rei da Síria, um novo rei de Israel e um novo profeta.

1 Reis 21:20-29 → Elias prediz a ruína de Acabe e sua descendência.

ACABE X BEN-HADADE
1 Reis 20 – 22 → Acabe luta contra os siros, mas deixa o rei Ben-Hadade viver, por esse motivo recebeu a punição de Deus. A guerra contra os siros continua, o rei de Judá, Josafá, se alia a ao Reino do Norte para lutar contra os siros e Acabe morre nessa guerra.

ACABE X NABOTE
1 Reis 21 → Acabe propõe a Nabote a compra da vinha, uma herança de família, para fazê-la de horta. Nabote se negou a vender e a esposa de Acabe, Jezabel, arma um plano que culminou na morte de Nabote e na posse das terras para Acabe.

OS FEITOS DO REI JOSAFÁ
1 Reis 22:41-51 → O rei Josafá foi um bom rei, que servia a Deus. Ele teve paz com o rei de Israel, expulsou os rapazes escandalosos da terra, construiu navios e reinou 25 anos sobre Judá.

COMPARAÇÃO DE VERSÍCULOS

VERSÍCULOS

ARC

NVT

1 Reis 19:20

“Então deixou ele os bois, e correu após Elias; e disse: Deixa-me beijar a meu pai e a minha mãe, e então te seguirei. E ele lhe disse: Vai, e volta; pois, que te fiz eu?”

“Eliseu deixou os bois ali, correu atrás de Elias e disse: “Primeiro deixe-me dar um beijo de despedida em meu pai e em minha mãe; então o seguirei!”. Elias respondeu: “Pode voltar, mas pense no que lhe fiz”.”

1 Reis 20:11

“Porém o rei de Israel respondeu: Dizei-lhe: Não se gabe quem se cinge das armas, como aquele que as descinge.”

“O rei de Israel respondeu: “O guerreiro que se arma com sua espada para lutar não deve se vangloriar como o guerreiro que já venceu”.”

BIBLIOGRAFIA CONSULTADA:

BÍBLIA SAGRADA: Anote: Revista e Corrigida na Grafia Simplificada. 1ª ed. Editora Central Gospel: Santo André, São Paulo, 2009.

BÍBLIA SAGRADA: Nova Versão Transformadora. 1. ed. São Paulo: Mundo Cristão, 2016.

CHAMPLIN, Russell Norman. O Antigo Testamento Interpretado: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: 2 Samuel. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 2.

CHAMPLIN, Russell Norman. O ANTIGO TESTAMENTO INTERPRETADO: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Dicionário A-Z. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 6 e 7

CHAMPLIN, Russell Norman. O ANTIGO TESTAMENTO INTERPRETADO: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: 1 Reis. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 2.