Tempestades da vida

tempestade

“Então o Senhor respondeu a Jó do meio da tempestade.” Jó 38:1

Quem nunca enfrentou uma tempestade? Ah! As intempéries da vida… Já enfrentei algumas. Mas, nada como a última. Sei que à frente dos meus dias enfrentarei mais das furiosas tormentas, a diferença é que aprendi como enfrentá-las. Listei aqui algumas dessas lições:

  1. A tempestade passa
  2. A tempestade vem para fortalecer nossa fé em Deus.
  3. Enquanto a fé não se fortalecer a tempestade não passa.
  4. O medo nos paralisa, tolhe nossa fé.
  5. Temos de sensibilizar o ouvido para ouvir a voz de Deus no meio do barulho.
  6. O bem-estar não depende das circunstâncias, depende de estarmos firmados em Deus.
  7. Quando em nosso interior há paz, a circunstância exterior se modifica. Quando em nosso interior há tormentas, causamos tempestades do lado de fora.
  8. Se cair no mar revolto da melancolia, creia que a mão salvadora de Jesus estará estendida para você.
  9. Se estiver enfrentando onda, se ficar de peito aberto você vai ser derrubado, a opção certeira é mergulhar e deixar ela passar.
  10. Podemos estar fracassando na área em que somos profissionais (você pode estar como Pedro no mar revolto e afundando, mesmo sendo pescador e saber nadar) porque estamos tratando de forma natural o sobrenatural, sua autoconfiança aqui não serve só a confiança NELE.
  11. Desfrutamos da liberdade que há no Espírito quando superamos a tempestade com fé.
  12. O SENHOR é exaltado na tempestade, Ele a usa para mostrar o poder DELE.
  13. A Palavra de Jesus nos sustenta de modo que podemos enfrentar qualquer situação e ir além do que supúnhamos.
  14. Você pode sofrer perdas, mas considere a maior vitória de todas se sua alma for poupada.
  15. Na tempestade você conhece mais de Deus e de você mesmo.
  16. Você sairá mais forte da tempestade.
  17. Deus está no controle.
  18. A tempestade pode servir para curar traumas.
  19. Fuja da autocomiseração, autopiedade, vitimização, coitadismo. Levante a cabeça e enfrente tudo com perseverança.
  20. Tudo depende de como você passa por ela, se estiver confiante em Deus você não sucumbirá.
  21. Nos sentimos enfraquecidos com a força da tormenta, mas se Jesus estiver no barco conseguiremos resistir com a força DELE!
  22. Nunca perca a esperança!
  23. No fim, não vale o nosso trabalho/esforço, mas sim o andar com Deus.
  24. Lembre-se: quando enfrentar uma tempestade foque na luz que há acima das nuvens, em sua Luz veremos a luz” (Sl 36:9b).

Eu lembro que estava envolta em grossas nuvens quando ouvi esse último conselho. Bom, nem preciso dizer o quanto essas palavras foram preciosas para mim naquele momento (Pv25:11). Espero que de alguma forma também sejam proveitosas para você.

“A ansiedade no coração deixa o homem abatido, mas uma boa palavra o alegra.” Provérbios 12:25

P.S.¹: Tem uma música que gosto muito. Ela foi baseada no que está escrito em Marcos 14:24-33, com Jesus convidando Pedro a andar sobre as águas. O título no original é Oceans (Where Feet May Fail), interpretada pela belíssima voz da Taya Smith, de Hillsong United.

Tem também a versão em português Oceanos (Onde meus pés podem falhar), cantada por Ana Nóbrega e em espanhol – Océanos (Donde mis pies pueden fallar) – interpretada por Betsy do grupo Blest.

P.S.²: Assista também uma pregação do Pr. Klauber “Enfrentando as Tempestades”

A Beleza Invisível da Adoração

Flying

O Senhor diz: Esse povo se aproxima de mim com a boca e me honra com os lábios, mas o seu coração está longe de mim. 

A adoração que me prestam só é feita de regras ensinadas por homens.

Isaías 29:13

A principal missão do homem é a adoração a Deus. Segundo Champlin (2001) a origem da palavra latina adorar é a composição ad, que significa “à”, e palavra-raiz oris, “boca”, há também ad e orare, “fala”. Se a boca fala do que o coração está cheio, louvar talvez seja a principal expressão de adoração. Quero discorrer um pouco do que tenho aprendido sobre a adoração.

Vou compartilhar com vocês um sonho que tive aos dez anos de idade e que nunca esqueci. Acredito que esse sonho serviu para me ensinar acerca do louvor que Deus deseja receber de mim. Ele se parece um pouco com a descrição feita por Jesus em Mateus 23:27-28.

No sonho eu estava extasiada ao ouvir o louvor de um trio de mulheres que trajavam vestes longas e brancas. O coro estava numa plataforma olhando para o céu e a música produzida combinava com a expressão maviosa estampada em seus semblantes. De repente, elas ascenderam aos céus e a eu gritei para ir junto, consegui me segurar na orla da veste de uma delas.  Do mesmo modo repentino que subimos começamos a cair. Quando percebi que havia sido enganada era tarde demais. A queda levou as quatro para o abismo.

A feiura invisível

Quem ministra louvor tem a grande responsabilidade de adorar a Deus sem chamar a atenção para si mesmo. O perigo que corre de cair no mesmo erro de Lúcifer é grande. A ovação do público, a beleza da voz e performance podem exaltar o coração. E quando a pessoa que louva perde um dos itens do qual se orgulha fica completamente perdida e a vida sem sentido. Ela perde a identidade de adoradora de Deus porque o adorador-hipócrita assumiu o senhorio. E o pior: influencia outras pessoas, faz discípulos hipócritas, egoístas.

Darlene Zschech, em seu livro “Adoração Extravagante” afirma que um dos maiores obstáculos que um músico e cantor enfrenta é o orgulho, se a pessoa consegue anular esse obstáculo alcança a maravilhosa liberdade de servir no Reino de Deus. Ela adverte que “Não pensar muito alto de si mesmo, dar preferência aos outros, ouvir conselhos e correções, ajuda a lidar com o orgulho”. O orgulho é imperceptível até para o orgulhoso. Sua aparência, justificativas, regras, tudo fomenta o engano. E se tentarmos copiar as regras desses “adoradores” poderemos cair na mesma transgressão da hipocrisia, superficialidade e orgulho. Se Deus com sua misericórdia não disciplinasse a seus filhos levando-os ao arrependimento, eles terminariam ouvindo o “Não vos conheço”.

A Beleza de Deus

A adoração a Deus é um caminho de mão dupla com fluxo contínuo: ela inicia no próprio Deus aquecendo o coração com amor e quando o homem corresponde recebe toda a benignidade de Deus e O adora mais. Os lábios então revelam a adoração que flui no secreto da pureza de um coração transbordante de fé e amor por Deus. A adoração agradável a Deus nos é aberta quando:

  • Há arrependimento e confissão de pecados ao Senhor e salvador Jesus
  • O Espírito Santo habita na vida santificada
  • Há convicção de que a própria vida requer adoração a Deus
  • Existe comunhão com a comunidade de adoradores
  • A motivação de nossas ações é exaltar ao SENHOR

A fonte da adoração a Deus é o próprio Deus! É a Beleza que os olhos carnais não percebem. Quando encontramos pessoas ou coisas com a Beleza de Deus, não devemos voltar nossa atenção a elas, muito menos segui-las, mas nos dirigir a Deus, o foco e a fonte de nossa adoração. A Beleza de Deus foi plenamente revelada em seu Filho. E a Ele sim podemos olhar, porque Jesus aponta para o próprio Deus, é nossa salvação. A Beleza de Deus pode ser conceituada com duas palavras: amor e graça.

A graça pode ser claramente ilustrada com os cuidados que uma criança recebe de seus pais. Jesus citou um verso da canção de Davi: “Deus ensinou as crianças e as criancinhas a oferecerem o louvor perfeito” (Sl 8:2; Mt 21:16). Esse salmo nos mostra como devemos ser dependentes de Deus e nos render completamente ao seu amor. Teremos acesso ao Reino dos Céus com as asas da humilhação. “[…] Em verdade vos digo que se não vos converterdes e não vos fizerdes como crianças, de modo algum entrareis no reino dos céus.” Jesus (Mt 18:3)

Romanos 11:36:

Porque dele

e por ele,

e para ele,

são todas as coisas;

glória, pois, a ele eternamente.

Amém.

 

Referência:

Bíblia Online. Disponível em e < http://www.sbb.org.br&gt;

CHAMPLIN, Russell Norman. O Antigo Testamento Interpretado: Versículo por versículo. Dicionário A-L. Vol. 6. Editora: Hagnos. Pág. 3746

ZSCHECH, Darlene. Adoração Extravagante. Editora: Atos, 2004. Pág. 85

A Luz da Alvorada

1372678

“A vereda do justo é como a luz da alvorada,

que brilha cada vez mais até ser dia perfeito.”

Provérbios 4:18

Grace-of-God

Maravilhosa graça

“Graças a Deus pela graça de Deus!” (Cf. I Co 1:4)

A pessoa acostumada a dar e receber por interesse, a lutar sozinha pelas conquistas na vida, a viver em benefício próprio, se depara com a graça de Deus. Completamente desconfiada, confusa e cética não consegue receber o presente, vive com todo o peso de vergonha dos seus erros, fracassos e carência de remissão nas costas como penitência. O “véu da desgraça” nega-lhe acesso (Yancey, 2001).

A maravilhosa graça é a mão salvadora que ampara o pecador destinado à ira eterna caindo em queda livre para longe de Deus. Jesus, o presente de Deus para nós, confronta a todos com os princípios do Reino do Céu. Surpreende-nos quando sacrifica a si mesmo, se torna como um de nós – desgraçados e vazios de Deus – para que todos fossem cheios e alcançados por essa graça. Paradoxal, contundente, mas pleno e perfeito.

Assim é a graça. Diferente de tudo que podemos receber neste mundo selfiester. Poder em favor do mais fraco. Entendimento ao leigo. Chuva abundante em corações sedentos. Leve igual ao sorriso de criança.

Ela supera o que entendemos sobre bondade e benignidade. Rompe o véu. E nos abre para o novo para um mundo novo, diferente de tudo que já experimentamos.

“É a aurora que começa a brilhar para os que desejarem entrar.

E a jornada começa”

 love

O caminho ainda mais excelente

“O amor é eterno.” (ICo13:8)

Depois de recebermos tanto, achamos que chegamos à medida e começamos a achar que temos que retribuir. Então, recebemos ainda mais de Deus, infinitamente mais. Quando absorvemos o amor chegamos ao centro do alvo, estamos completos e vivemos em abundância.

Apesar de não conseguirmos definir o amor, ao experimentarmos da excelência concordamos sobre ele nos seguintes aspectos:

  • Não conseguimos descrever:

 “Graças a Deus por seu dom indescritível!” (II Coríntios 9:15)

  • Não podemos medir:

 “Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.” Romanos 8:39

  • Elo perfeito:

“E, sobre tudo isto, revesti-vos de amor, que é o vínculo da perfeição.” Colossenses 3:14

  • Inclusivo:

 “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” João 3:16

  • Questão de escolha:

“Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor; do mesmo modo que eu tenho guardado os mandamentos de meu Pai, e permaneço no seu amor.” João 15:10

  • Retira o medo de punição:

“No amor não há medo; pelo contrário o perfeito amor expulsa o medo, porque o medo supõe castigo. Aquele que tem medo não está aperfeiçoado no amor.” 1 João 4:18

 

O amor nos torna vivos de novo. É nossa segunda chance para o fôlego de vida. O segredo para o reavivamento. Quando nos debruçamos em conhecer a Deus, nos empenhamos em nos submeter ao seu senhorio, nos tornamos à sua imagem e semelhança, nos tornamos um. Mas, só conseguimos porque Ele mesmo nos concede direção, entrada e sustento na caminhada.

A caminhada não é fácil. Na verdade é um teste à nossa decisão. Encontraremos muitos obstáculos. Isso porque estamos na contramão do sistema. O modo como caminhamos revela quem somos. Jesus deixou suas pisaduras e quando aprendemos a segui-lo é que somos chamados seus discípulos. Podemos perder tudo de que ‘gostamos’, e só o amor nos sustenta, nos ajuda à renúncia, superação, adaptação e nós continuamos seguindo em frente, aptos a compartilhar desse amor.

O fim da jornada aqui na terra é o início da vida pura que Deus planejou para sua criatura. O amor é eterno, a prova disso é termos resquícios da eternidade guardada lá no fundo do coração.

“O Senhor encaminhe os vossos corações no amor de Deus e na constância de Cristo.” 2 Tessalonicenses 3:5

P.S.: Há um versículo que gosto muito, está escrito em Isaías 60:1

“Levanta-te, resplandece, porque vem a tua luz, e a glória do SENHOR vai nascendo sobre ti.”

E a música “Wake”, de Hillsong Young & Free, parece ter sido inspirada nesse versículo.

Ana Paula Nóbrega, Pâmela e Gabriela Rocha lançaram a versão em português “Desperta”. Achei que a tradução perdeu um pouco da essência, então mesclei a música original legendada com o vídeo de Timestorm Films – as imagens do amanhecer são incríveis.

 

Referências

YANCEY, Philip D. Maravilhosa Graça. Ed.: Vida, 2001.

Bíblia Online. Disponível em: <www.bibliaonline.com.br>.

Ilustrações de Histórias Bíblicas

Olha só que legais as ilustrações dessas histórias bíblicas:


The Brick Testament é um site que conta várias histórias Bíblicas ilustradas em Lego. Muito legal!

E essa Bíblia em Mangá é muito bacana:


Ainda não foi traduzida para o português, mas está a venda no amazon.com em inglês.

Em português temos uma outra versão da Bíblia em Mangá, o Velho e o Novo Testamento:

Legal, né?

Curioso mesmo é o tamanho dessa Bíblia:


“Fiz-me tudo para todos, para por todos os meios chegar a salvar alguns. E eu faço isto por causa do evangelho, para ser também participante dele.” I Coríntios 9.22b-23