MULHERES DA BÍBLIA 2018: Abril

Continuamos os estudos sobre as mulheres da Bíblia durante o mês de abril.

Para saber como funciona o estudo CLICA AQUI, para acompanhar o plano bíblico em ordem cronológica CLICA AQUI, para acessar a lista de livros das mulheres da Bíblia, clica nesse outro link: MULHERES DA BÍBLIA 2018

Se você ainda não viu a postagem do mês de janeiro e de fevereiro, que somam 45 fichas de mulheres da Bíblia clica nesses links:
MULHERES DA BÍBLIA 2018: Janeiro 1-17
MULHERES DA BÍBLIA 2018: Fevereiro 18-32
MULHERES DA BÍBLIA 2018: Março 33-45

Acompanhe também no Telegram meditações de segunda a sexta sobre as mulheres da Bíblia: @lisland

Abaixo vamos continuar a lista com a numeração e dados das mulheres da Bíblia.

LISTA:

46. A mulher cuxita

47. As esposas de Corá, Datã e Abirão

48. Cosbi e as mulheres de Peor

49. Maalá, Noa, Hogla, Milca e Tirza

50. Mulheres israelitas das terras daquém do Jordão

TOTAIS EM NÚMEROS

51. As mulheres amorreias

DIREITOS E DEVERES DAS MULHERES EM DEUTERONÔMIO

52. Raabe

53. A mãe e as irmãs de Raabe

54. As Mulheres de Jericó

55. As filhas de Acã

56. Acsa

57. Cananeias, heteias, amorreias, perizeias, heveias e jebuseias

58. As mulheres de Ai

FICHAS DE DADOS:

46. MULHER DA BÍBLIA: A mulher cuxita

REFERÊNCIA BÍBLICA: Números 12:1-16

SIGNIFICADO DO NOME: Seu nome não é mencionado.

LOCAL: Etiópia e deserto

ÉPOCA: ~ 1461 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • A Bíblia não relata seu relacionamento com Deus.

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • ESPOSO: Moisés

  • CUNHADOS: Miriã e Arão

RESUMO DA VIDA:

Natural de Cuxe, ou Etiópia, uma região que ficava ao sul do rio Nilo, se tornou a segunda esposa de Moisés (provavelmente após a morte de Zípora). Champlin (2002), acredita que ela era de origem semita, mas de descendência árabe. Foi mencionada na Bíblia pelo descontentamento que a união causou aos irmãos de Moisés, pois segundo o Pacto Abraâmico (Gn 15:19-21) os povos listados seriam expulsos da terra e a nação santa não podia contrair matrimônio com eles. Nesse ponto, Miriã e Arão estavam corretos em se queixarem, entretanto, essa era uma pequena parte do problema. Eles se rebelaram contra a autoridade e liderança de Moisés, que havia sido outorgadas por Deus, utilizando a cuxita como desculpa. Moisés continuou casado com a cuxita, continuou sendo o líder e Miriã e Arão foram severamente repreendidos por Deus.

PROPÓSITO:

  • A união da cuxita com Moisés, pôs à prova as intenções ruins de Miriã e Arão.

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

CHAMPLIN, Russell Norman. DICIONÁRIO A-Z. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 6 e 7.

CHAMPLIN, Russell Norman. O ANTIGO TESTAMENTO INTERPRETADO: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Jó. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 3.

47. MULHERES DA BÍBLIA: As esposas de Corá, Datã e Abirão

REFERÊNCIA BÍBLICA: Números 16:27

SIGNIFICADO DO NOME: Seus nomes não são mencionados

LOCAL: Deserto

ÉPOCA: 1461 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Junto com seus maridos se rebelaram contra Deus

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • Corá, Datã, Abirão, Moisés e Arão

RESUMO DA VIDA:

Corá, um levita descendente de Coate, mas não de Anrão – a linhagem separada para o sacerdócio, junto a Datã e Abirão, da tribo de Rúben, conseguiram persuadir mais 250 príncipes e líderes com suas esposas, contra a liderança de Moisés e Arão. Eles se rebelaram contra uma ordem de Deus e presunçosamente acharam que podiam instituir uma nova ordem política e religiosa e ainda contar com a presença de Deus. As esposas desses homens aprovaram e apoiaram essa ideia. Quando o SENHOR entrou com o julgamento, Corá, Datã, Abirão e suas respectivas esposas foram engolidos vivos pela terra.

PROPÓSITO:

  • Serviram de exemplo para mostrar ao povo de Israel que os rebeldes não subsistem no meio do povo de Deus.

DEVO EVITAR:

  • Não posso apoiar ideias opostas às de Deus, mesmo que elas sejam apregoadas por meu marido.

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

CHAMPLIN, Russell Norman. O ANTIGO TESTAMENTO INTERPRETADO: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Números. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 1.

48. MULHERES DA BÍBLIA: Cosbi e as mulheres de Peor

REFERÊNCIA BÍBLICA: Números 25

SIGNIFICADO DO NOME: Cosbi, princesa midianita, a única das mulheres de Peor citada por nome. Seu nome significa “Volúpia”.

LOCAL: Campinas de Moabe

ÉPOCA: 1423 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Inimigas de Deus, viviam uma vida imoral e idólatra.

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • Cosbi, filha do líder midianita, Zur, se relacionou sexualmente com o príncipe simeonita, Zimri

  • As moabitas e as midianitas envolveram os israelitas em suas práticas religiosas e imorais.

RESUMO DA VIDA:

Moabe, filho de Ló com sua filha mais velha (Gn 19:30-18), e Midiã, filho de Abraão com Quetura (Gn 25:1-2), se tornaram inimigos de Deus e do povo ao qual tinham parentesco. Eles tinham seus próprios deuses, eram imorais e totalmente contrários a Deus. Quando o rei de Moabe, Balaque, viu o grande povo de Israel se aproximar de seu território, aliou-se aos líderes midianitas (Nm 22:4) para procurarem uma forma de derrotá-los. Balaão foi chamado para amaldiçoar o povo, como não conseguiu proferir palavras de maldição, conseguiu amaldiçoar o povo por meio da festa pagã concedida aos israelitas. Nessa festa, os moabitas e midianitas introduziram suas práticas religiosas e imorais. Baal-Peor foi o deus ao qual os israelitas adoraram, por isso esse acontecimento é chamado na Bíblia de o “Negócio de Peor” (Nm 25:18). Vinte e quatro mil israelitas morreram pela praga que o SENHOR enviou e muitos príncipes e pessoas que não morreram da praga foram mortos enforcados e a fio da espada. Mesmo vendo todo o mal que o povo havia praticado, Zimri, príncipe simeonita, acedeu aos seus desejos carnais e trouxe à sua tenda a princesa midianita, Cosbi, para abertamente assumirem seus pecados. O sacerdote Finéias, entrou na tenda onde eles estavam praticando o ato sexual e os transpassou na barriga com uma lança. Somente após a morte de Zimri e Cosbi que a praga cessou. Deus prometeu bênçãos para Finéias e sua descendência devido ao ato zeloso. O SENHOR proibiu que moabitas participassem das assembleias santas até a 3ª geração (Dt 23:3-4), e ordenou o extermínio dos midianitas (Nm 25:16-18).

PROPÓSITO:

  • O propósito original desse povo era de serem preservados, pois Deus havia dito que as terras deles eram intocáveis e Israel receberia a sua própria herança. Mas, como os moabitas e midianitas tentaram e fizeram cair o povo de Deus, foram punidos tal como as outras nações que o SENHOR já havia prometido expulsar de suas terras. O episódio de Peor foi uma mostra do quanto somos fracos e facilmente caímos em tentação se concordarmos com as práticas de quem não serve a Deus.

DEVO EVITAR:

  • Não posso ser pedra de tropeço para um homem de Deus, vivendo em lascívia, sensualidade e imoralidade;

  • Não posso influenciar pessoas a praticarem algo contra a vontade de Deus. O pecado traz a morte.

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

CHAMPLIN, Russell Norman. DICIONÁRIO A-Z. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 6 e 7.

CHAMPLIN, Russell Norman. O ANTIGO TESTAMENTO INTERPRETADO: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Números. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 1.

49. MULHERES DA BÍBLIA: As 5 filhas de Zelofeade: Maalá, Noa, Hogla, Milca e Tirza

REFERÊNCIA BÍBLICA: Números 26:33; Números 27:1-11; Números 36:2,6,10-12

SIGNIFICADO DO NOME:

Maalá (ou Macla): “Enfermidade”

Noa: “Descanso”

Hogla: “Uma perdiz”

Milca: “Rainha” ou “Conselho”

Tirza: “Prazer”

LOCAL: Deserto e Canaã

ÉPOCA: 1423 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Eram mulheres tementes a Deus.

  • Deus as ouviu e concedeu o pedido delas.

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • PAI: Zelofeade

  • ESPOSOS: Primos manassitas

  • Pessoas envolvidas: Moisés, Josué, príncipes de Manassés

RESUMO DA VIDA:

Maalá, Noa, Hogla, Milca e Tirza eram filhas de um príncipe da tribo de Manassés, portanto eram princesas. Por serem mulheres, eram princesas sem herança. Quando o pai delas morreu, elas ainda estavam solteiras. Crendo que Deus lhes daria a terra prometida, elas se colocaram diante de Moisés e líderes de Israel, para fazer um sábio e importante pedido: elas queriam receber a herança que seria destinada ao seu pai se estivesse vivo ou se tivesse um filho, para que seu pai tivesse um memorial em Israel. Moisés considerou a questão diante do SENHOR e obteve a resposta: elas mereciam receber a herança. Com essa resposta, os príncipes de Manassés se atentaram ao fato de que se elas se casassem com homens de outra tribo, a herança passaria para outra tribo e o território de Manassés seria diminuído. Novamente, Moisés apresenta a questão ao SENHOR e recebeu a resposta: elas podiam receber a herança com a condição de se casarem com homens de seu próprio clã (primos da tribo de Manassés). Elas obedeceram a condição e anos mais tarde, no momento da partilha das heranças, elas se colocaram novamente diante dos líderes de Israel (dessa vez, diante de Josué, pois Moisés já tinha falecido) para requisitar seus direitos. Maalá, Noa, Hogla, Milca e Tirza viram todas as promessas de Deus se cumprirem, elas receberam sua porção na sonhada Canaã.

PROPÓSITO:

  • O propósito da atitude dessas 5 mulheres foi a de implementar uma lei em Israel favorável à memória do pai que só tivesse filhas, preservando sua herança.

DEVO IMITAR:

  • Devo imitar a coragem dessas mulheres, levando minhas causas ao meu líder espiritual;

  • Devo ter sabedoria quando tiver de fazer um pedido muito importante para mim;

  • Devo imitar a visão e esperança dessas 5 mulheres, em acreditar que a situação podia mudar favoravelmente para elas;

  • Devo imitar o zelo pela memória e herança da família, obedecendo todas as condições impostas pela lei.

DESTAQUE

“[…] As filhas de Zelofeade tem muito a nos dizer – porém, não na área de direitos da mulher, como a expressão é entendida popularmente! Há outros textos do Antigo Testamento que seriam mais apropriados, caso quiséssemos algo nessa área. Elas não estavam tão interessadas em direitos como tais; estavam interessadas na bênção que são as promessas de Deus concretizadas em suas vidas. E essa me parece ser a opção verdadeira para a mulher de hoje também. […]”

Joyce Elizabeth W. Every-Clayton, em “Fale, Mulher”

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

CHAMPLIN, Russell Norman. DICIONÁRIO A-Z. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 6 e 7.

CHAMPLIN, Russell Norman. O ANTIGO TESTAMENTO INTERPRETADO: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Números. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 1.

EVERY-CLAYTON, Joyce Elizabeth W. FALE, MULHER. Brasília: Rede de Mobilização de Mulheres, 1998.

50. MULHERES DA BÍBLIA: Mulheres israelitas das terras daquém do Jordão

REFERÊNCIA BÍBLICA: Números 32:17, 24, 26

SIGNIFICADO DO NOME: Seus nomes não são citados.

LOCAL: Campos de Jazer e Gileade

ÉPOCA: 1430 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Mulheres tementes a Deus.

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • Mulheres das tribos de Gade, Rúben e metade de Manassés

RESUMO DA HISTÓRIA:

Os chefes das tribos de Gade, Rúben e metade de Manassés acharam por bem ficar nos campos de Gileade, por verem que era o lugar ideal para a criação do gado. Eles prometeram a Moisés e a Josué de se juntarem aos seus irmãos e conquistar a Terra Prometida e só voltar para suas mulheres e filhos quando todos estivessem em seus territórios (a lei do SENHOR proibia de mulheres irem à guerra, por isso elas deviam ficar em casa protegidas). Essas mulheres concordaram em se estabelecer no local que seus maridos escolheram e acreditaram que seriam muito prósperas ali. Enquanto os homens guerreavam, elas certamente permaneciam vigilantes até a completa vitória.

PROPÓSITO:

  • Elas foram fiéis a Deus e aos seus maridos enquanto esperavam a volta triunfal deles para casa.

DEVO IMITAR:

  • Devo imitar a paciência e confiança dessas mulheres na espera.

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

CHAMPLIN, Russell Norman. DICIONÁRIO A-Z. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 6 e 7.

CHAMPLIN, Russell Norman. O ANTIGO TESTAMENTO INTERPRETADO: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Números. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 1.

TOTAIS EM NÚMEROS

NOMES

MULHERES ANÔNIMAS

TEMAS FEMININOS

  1. Cosbi

  2. Hogla

  3. Joquebede

  4. Macla

  5. Milca

  6. Miriã

  7. Noa

  8. Sera

  9. Tirza

  1. A esposa cuxita de Moisés

  2. A esposa de Abirão

  3. A esposa de Corá

  4. A esposa de Datã

  5. Moabitas e midianitas do negócio de Peor

  6. Mulheres das tribos de Rúben, Gade e metade de Manassés

  1. A mulher como despojo de guerra

  2. A mulher e o nazireado

  3. A mulher e o voto

  4. A mulher suspeita de adultério

  5. Ama

  6. Filhas de sacerdotes

  7. Mulheres impuras

  8. Mulheres que prejudicaram alguém

51. MULHERES DA BÍBLIA: Mulheres amorreias

REFERÊNCIA BÍBLICA: Deuteronômio 2:34; Deuteronômio 3:6

SIGNIFICADO DO NOME: Amorreus significa “povos das montanhas”.

LOCAL: Hesbom e Basã

ÉPOCA: 1423 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Elas eram inimigas de Deus.

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • Os amorreus, anteriormente, haviam vencido os moabitas e tomado suas terras.

RESUMO DA VIDA:

Essas mulheres faziam parte do povo amorreu, um povo cruel e transgressor aos princípios de Deus. Eles receberam avisos e um longo tempo para se arrependerem

PROPÓSITO:

  • Elas não viveram os propósitos de Deus para elas. Morreram pelos seus pecados.

DEVO EVITAR:

  • Não posso concordar nem praticar os erros de minha família ou círculo de amigos, para também não receber a punição no coletivo.

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

CHAMPLIN, Russell Norman. O ANTIGO TESTAMENTO INTERPRETADO: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Deuteronômio. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 2.

MCNAIR, S. E. PEQUENO DICIONÁRIO BÍBLICO. Tradução: Degmar Ribas. CPAD: Rio de Janeiro, 2012.

TEMA FEMININO EM DEUTERONÔMIO: Direitos e Deveres das Mulheres

DIREITOS

DEVERES

PROIBIÇÕES

Dt 3:19 Mulheres e crianças dispensadas da guerra

Dt 5:14 Filha ou serva devem guardar o sábado

Dt 4:16 Proibido ídolos à semelhança do homem ou mulher

Dt 14:29 Viúvas recebem alimento dos dízimos das colheitas armazenadas no 3º ano

Dt 5:16 Honrar a mãe

Dt 5:21 proibido cobiçar a mulher ou serva do próximo

Dt 15:12 Mulher vendida como serva recebe a liberdade no 7º ano

Dt 12:12 e 18 Filhas e servas celebram diante do SENHOR no Tabernáculo

Dt 7:3 Filhas israelitas não podem se casar com os filhos das nações, nem os filhos israelitas com as filhas das nações

Dt 16:11 e 14 Filhas, servas e viúvas têm o direito de celebrar as Festas das Semanas e a das Cabanas

Dt 15:17 A escrava que não quiser deixar seu senhor, furará a orelha e será escrava para o resto da vida

Dt 12:31 proibido queimar filhas em sacrifícios a deuses

Dt 20:7 Direitos da recém-casada

Dt 21:18-21 O pai e a mãe do filho rebelde

Dt 13:6 Proibido uma filha ou esposa instigar adoração a outro deus (pena de morte)

Dt 21:10-14 Direitos das mulheres cativas (Dt 20:14)

Dt 22:13-30 Deveres das mulheres no casamento (virgem, jovem prometida em casamento, mulher do pai)

Dt 23:17-18 proibido a prostituição cultual

Dt 21:15-17 Direito das esposas de um mesmo homem

Dt 27:15-26 Maldições para quem cometesse as coisas proibidas

Dt 22:13-30 Direitos das mulheres no casamento (virgem, jovem prometida em casamento, mulher do pai)

Dt28:30, 32, 41, 53, 56, 57; Dt 32:19,25 Maldição para as mulheres quando o povo desobedecesse

Dt 24:1-4 Direitos da mulher divorciada

Dt 24:17-22, 26:12-13 Direitos das viúvas

25:5-10 Direito da viúva sem filhos de se casar com o cunhado

52. MULHER DA BÍBLIA: Raabe

REFERÊNCIA BÍBLICA: Josué 2:1-21; Josué 6:17, 22, 23, 25

SIGNIFICADO DO NOME: Os significados no hebraico variam entre “Tempestade”, “Ferocidade”, “Arrogância”. Em grego a palavra que descreve Raabe é porne, que significa “meretriz”.

LOCAL: Jericó e Israel

ÉPOCA: 1422 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Raabe ao ouvir falar sobre os feitos do Deus de Israel, creu nEle e foi por Ele galardoada.

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • ESPOSO: Salmon

  • FILHO: Boaz

  • BISNETO: Davi

  • Pessoas envolvidas: Os pais e irmãos de Raabe não tem seus nomes registrados; Josué; 2 espias, soldados do rei de Jericó.

RESUMO DA VIDA:

Raabe foi uma prostituta cananeia, que ao ouvir sobre os grandes feitos do Deus de Israel se converteu a Ele em seu coração. Providencialmente, os dois espias enviados secretamente por Josué, chegou à sua casa. Ela os protegeu, ajudou e firmou uma aliança com o povo de quem seu povo era inimigo. A aliança consistia em que Raabe não delatasse os espias, que trouxesse toda sua família à sua casa e que estendesse o cordão escarlate como sinal da casa que não deveria ser tocada pela espada. Deus milagrosamente salvou a Raabe e toda sua família. Todo o muro caiu, somente a casa com o cordão escarlate ficou de pé. Raabe foi integrada à nação israelita de uma forma maravilhosa, ela de casou com o príncipe da tribo de Judá, concebeu Boaz, foi a bisavó do rei Davi, e por fim, foi ascendente de Jesus.

PROPÓSITO:

  • O propósito da vida de Raabe foi cumprido a partir do momento em que ela creu no Deus Jeová. A história dela foi mudada, sua coragem e fé foram recompensadas com a salvação de toda sua família e com o futuro de honra de sua nova casa.

DEVO IMITAR:

  • Devo imitar a fé e temor de Raabe ao único Deus Salvador e galardoador;

  • Devo me aliar ao lado certo, mesmo quando todos estiverem na oposição;

  • Posso usar minha criatividade e eficiência para resolver situações em tempos de crise;

  • Preciso acreditar que Deus perdoa o pior dos meus pecados por Sua graça.

DESTAQUE

“[…] “Os sãos não precisam de médico, e sim os doentes; não vim chamar os justos, e sim pecadores” (Mc 2.17). Raabe é a própria encarnação dessa verdade. É por essa razão que, repetidas vezes, o Novo Testamento a menciona como exemplo de vida do fruto da fé salvadora. Ela é um lembrete vivo de que até mesmo os piores pecadores podem ser redimidos pela graça divina por meio da fé. […] Raabe não foi redimida por qualquer obra meritória que tenha praticado. Ela não obteve o favor de Deus pelas suas boas obras. […] Raabe não é uma lição sobre como melhorar a nós mesmos pela autoajuda. Ela é um lembrete de que Deus, por sua graça, pode redimir até a vida mais horrível. […] O fato perturbador sobre o que outrora ela havia sido simplesmente aumenta a glória da graça divina, que foi o que a transformou nessa mulher notável que ela foi. Essa é, afinal, a lição de toda a sua vida.”

John MacArthur, em “Doze Mulheres Notáveis”

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

CHAMPLIN, Russell Norman. DICIONÁRIO A-Z. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 6 e 7.

CHAMPLIN, Russell Norman. O ANTIGO TESTAMENTO INTERPRETADO: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Josué. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 2.

MACARTHUR, John. DOZE MULHERES NOTÁVEIS: Como Deus Formou Mulheres da Bíblia e o que Ele quer Fazer com Você. Traduzido por Elizabeth Stowell Charles Gomes. 2. Ed. São Paulo: Cultura Cristã, 2014.

53. MULHERES DA BÍBLIA: A mãe e as irmãs de Raabe

REFERÊNCIA BÍBLICA: Josué 2:11-12, 18, 23

SIGNIFICADOS DOS NOMES: Seus nomes não são citados

LOCAL: Jericó e Israel

ÉPOCA: 1422 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Elas foram alcançadas pela fé de Raabe e integradas ao povo de Deus.

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • Raabe, a personagem central, possuía pai, mãe, irmãos e irmãs.

  • Josué, 2 espias, compatriotas de Jericó

RESUMO DA VIDA:

A mãe e as irmãs de Raabe estavam para ser mortas, assim como tantas outras mulheres foram mortas nas grandes cidades cananeias aos quais Josué já havia conquistado. Mas, por uma providência divina elas foram milagrosamente salvas. Elas tiveram uma intercessora cheia de fé no único Deus que podia livrá-las. Raabe fez um acordo com os 2 espias israelitas e as mulheres concordaram em se refugiarem na casa de Raabe, crendo que ali estariam a salvo. E assim aconteceu, elas viram sua antiga cidade destruída, tiveram que se adequar a uma nova cultura, mas por outro lado, elas preservaram suas vidas e conheceram o poder do único Deus verdadeiro.

PROPÓSITO:

  • Mostrar a extensão da graça e do poder salvador de Deus, em alcançar a Raabe e toda sua família que com ela creram.

DEVO IMITAR:

  • Como essas mulheres, devo tomar decisão apoiada na fé de que Deus é o salvador.

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

54. MULHERES DA BÍBLIA: As Mulheres de Jericó

REFERÊNCIA BÍBLICA: Josué 6:21

SIGNIFICADOS DOS NOMES: Seus nomes não são citados.

LOCAL: Jericó

ÉPOCA: 1422 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Elas eram inimigas de Deus.

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • PESSOAS ENVOLVIDAS: Habitantes de Jericó, Josué, guerreiros israelitas.

RESUMO DA VIDA:

As mulheres da cidade de Jericó, viviam uma vida promíscua e protegida dentro da fortaleza que eram os muros da cidade. Esses muros eram tão fortes e largos que podia-se construir casas sobre eles. Apesar da aparente segurança, os habitantes de Jericó ficaram com medo quando o povo de Israel se aproximou de seu território. Todos eles sabiam da força e poder de Deus, entretanto não se humilharam, nem se renderam perante o SENHOR. A ordem do SENHOR para Israel era que todos fossem mortos e que nada deles fosse tocado ou tomado. Israel se santificou, cumpriu todas as ordens do SENHOR, os homens se circuncidaram, se prepararam para a conquista da 1ª cidade da sonhada Terra Prometida. Conforme a ordem do SENHOR, homens, mulheres, crianças, casas, animais, tudo foi destruído em Jericó pelos guerreiros israelitas. Somente Raabe com sua família e bens foram preservados. Josué lançou uma maldição sobre aquele que ousasse reedificar Jericó, quando lançassem o fundamento perderia o primogênito e quando colocasse as portas perderia o caçula (Js 6:26). 700 anos depois da maldição ser proferida, Hiel perdeu seu primogênito e o caçula por ter reedificado a cidade de Jericó.

PROPÓSITO:

  • Mostrar o fim da pessoa que não serve ao SENHOR.

DEVO EVITAR:

  • Não posso endurecer meu coração a ponto de perder a salvação do SENHOR.

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

CHAMPLIN, Russell Norman. DICIONÁRIO A-Z. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 6 e 7.

CHAMPLIN, Russell Norman. O ANTIGO TESTAMENTO INTERPRETADO: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Josué e 1 Reis. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 2.

55. MULHERES DA BÍBLIA: As filhas de Acã

REFERÊNCIA BÍBLICA: Josué 7:24

SIGNIFICADOS DOS NOMES: Seus nomes não são citados. O nome de Acã, pai delas, significa “perturbador”.

LOCAL: Deserto, Canaã e Vale de Acor

ÉPOCA: 1422 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Elas foram punidas por Deus com a maldição de Acã.

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • PAI: Acã

  • IRMÃOS: Seus nomes não são citados.

  • AVÔ: Carmi (da descendência de Zerá, filho de Judá e Tamar)

  • TRIBO: Judá

  • PESSOAS ENVOLVIDAS

RESUMO DA VIDA:

O povo de Israel havia acabado de vencer e conquistar a cidade de Jericó. Ao se dirigirem para uma pequena cidade, chamada Ai, Josué não consultou a Deus e enviou 3 mil homens para conquistarem a cidade. 36 homens morreram e o restante fugiu dos poucos guerreiros de Ai. Quando Josué consultou ao SENHOR, foi revelado que havia pecado em Israel. Tirando a sorte, acharam a Acã, da tribo de Judá. Acã confessou que havia tomado o despojo proibido. Por esse motivo, Israel levou Acã, seus filhos e filhas, juntamente com tudo o que possuía, ao Vale de Acor (que significa “tribulação”) para morrerem apedrejados e depois queimados.

PROPÓSITO:

  • O propósito de vida dessas judias era o de herdar a terra, mas por causa da maldição a que foram envolvidas, morreram sem usufruir o cumprimento dessa promessa de Deus.

DEVO EVITAR:

  • Não posso me associar com pessoas cobiçosas para que não recaia sobre mim a maldição delas.

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

CHAMPLIN, Russell Norman. DICIONÁRIO A-Z. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 6 e 7.

CHAMPLIN, Russell Norman. O ANTIGO TESTAMENTO INTERPRETADO: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Josué. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 2.

56. MULHER DA BÍBLIA: Acsa

REFERÊNCIA BÍBLICA: Josué 15:16-19; Juízes 1:12-15

SIGNIFICADO DO NOME: Em hebraico significa “amuleto”

LOCAL: Deserto, Canaã e Neguebe

ÉPOCA: 1415 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Acsa era uma serva fiel a Deus.

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • PAI: Calebe

  • PRIMO: Otniel

  • ESPOSO: Otniel

  • SOGRO E TIO: Quenaz

  • PESSOAS ENVOLVIDAS: Josué

RESUMO DA VIDA:

Acsa era a filha honrada do servo de Deus, Calebe. Em vez de seu pai dar um dote para casá-la com algum homem, ele fez um desafio para que o homem mais corajoso que conquistasse Debir casasse com Acsa – o que nos faz pensar que ela deveria ser uma moça muito bonita. A história dela pelo deserto não nos foi revelada, somente a chegada à terra conquistada. Lá a vida de Acsa passou por inúmeras mudanças, um novo lar, a vida de casada, uma herança… Mas, para quem passou algum tempo no deserto sabe o valor que tem a água, e em suas terras ela não tinha água. O sábio pedido de Acsa ao seu pai consistia justamente nessa necessidade básica. Seu pai atendeu e concedeu-lhe o pedido, e ela pôde usufruir de águas intermitentes tanto no verão, quanto no inverno. Anos mais tarde, Acsa tornou-se a esposa do 1º juiz de Israel. Otniel, um bravo guerreiro que era, pelejou as guerras do SENHOR, livrando o povo de Deus de seus inimigos.

PROPÓSITO:

  • Destacar o valor de uma mulher sábia.

DEVO IMITAR:

  • Devo aliar a coragem e inteligência de Acsa, para saber como comunicar e solicitar nas minhas necessidades.

DESTAQUE

“Embora a Bíblia não forneça muitos detalhes sobre a vida de Acsa, sua vida apresenta mensagens importantes para nós.

Mensagem nº 1: Cuidar. […] Acsa entendeu que a água em sua propriedade melhoraria o bem-estar de sua família. […]

Mensagem nº 2: Melhorar. […] Acsa observou o que estava faltando em sua propriedade e desejou torná-la mais agradável. […]

Mensagem nº 3: Pedir. Acsa sabia o que queria e de que precisava para aprimorar seu lar, e sabia a quem pedir: a Calebe, seu pai, dono das fontes superiores! […]”

Mulheres que Amaram a Deus, por Elizabeth George

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

CHAMPLIN, Russell Norman. DICIONÁRIO A-Z. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 6 e 7.

CHAMPLIN, Russell Norman. O ANTIGO TESTAMENTO INTERPRETADO: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Josué. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 2.

GEORGE, Elizabeth. MULHERES QUE AMARAM A DEUS. Tradução: Maria Emília de Oliveira. Campinas, SP: Editora United Press, 2001.

57. MULHERES DA BÍBLIA: Cananeias, heteias, amorreias, perizeias, heveias e jebuseias

REFERÊNCIA BÍBLICA: Juízes 3:6-7

SIGNIFICADO DO NOME: Seus nomes não são mencionados

POVOS: Cananeus, heteus, amorreus, perizeus, heveus e jebuseus

ÉPOCA: 1415 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Serviam outros deuses.

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • PESSOAS ENVOLVIDAS: Israelitas

RESUMO DA VIDA:

As mulheres cananeias, heteias, amorreias, perizeias, heveias e jebuseias, serviam vários deuses, o deus que a Bíblia destaca os baalins e Astarote. Baal era um deus cuja ênfase principal era a fertilidade, quando a Bíblia fala de baalins, se refere a várias imagens de esculturas dos povos pagãs, com diferentes ênfases. Astarote era uma deusa da fertilidade humana, animal e das colheitas, que era adorada ao lado de Baal. Quando os israelitas se casam com essas mulheres, muito facilmente foram influenciaram a adorarem os deuses delas, e os cananeus, heteus, amorreus, perizeus, heveus e jebuseus influenciaram suas esposas israelitas a se curvarem diante de seus deuses.

PROPÓSITO:

  • Uma vez que estavam fora dos propósitos de Deus por causa da idolatria, essas mulheres serviram de laço para fazerem os israelitas se afastarem do SENHOR.

DEVO EVITAR:

  • Não posso adorar outro deus, a não ser o Deus Criador dos céus e da terra.

  • Não posso afastar as pessoas de Deus.

  • Não posso me casar com um homem que professe uma fé diferente da minha.

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

CHAMPLIN, Russell Norman. O ANTIGO TESTAMENTO INTERPRETADO: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Juízes. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 2.

58. MULHERES DA BÍBLIA: As mulheres de Ai

REFERÊNCIA BÍBLICA: Josué 8:25

SIGNIFICADOS DOS NOMES: Seus nomes não são citados. O nome da cidade significa, em hebraico, “montão” ou “ruína”.

LOCAL: Ai

ÉPOCA: 1422 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Eram inimigos de Deus.

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • PESSOAS ENVOLVIDAS: Josué, Israel, Acã e Deus.

RESUMO DA VIDA:

O povo de Ai era pequeno e ousadamente achou que venceria a guerra contra Israel, suas mulheres devem ter cantado vitória antes do tempo. Eles caíram numa emboscada e viram sua cidade destruída a fogo e não escaparam da espada. A falta de arrependimento os levou a punição divina.

PROPÓSITO:

  • As mulheres de Ai não se renderam aos planos de Deus, viveram dissolutamente e morreram em seus pecados.

DEVO EVITAR:

  • Não posso perder a realização dos planos de Deus em minha vida. Preciso me humilhar e me submeter a Deus.

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

CHAMPLIN, Russell Norman. DICIONÁRIO A-Z. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 6 e 7.

PDF – MULHERES DA BÍBLIA – ABRIL

Ilustrações em português da “My Creative Bible” – Deuteronômio

Mais um estudo completado, então aí vão algumas ilustrações do livro de Deuteronômio em português da “My Creative Bible”.

Clique nas imagens para salvar, ou se preferir salve em PDF.

PDF – Ilustrações – Deuteronômio

Você encontra mais ilustrações clicando nos nomes dos livros abaixo:

Gênesis

Êxodo

Levítico

Números

Estudo da Bíblia: Deuteronômio 18-34

FUNÇÕES DOS LEVITAS DEPOIS DE ENTRAREM EM CANAÃ
Deuteronômio 18:1-8 → Os levitas não tinham herança como as demais tribos, eram sustentados pelos israelitas, e moravam em 48 cidades ao todo, de forma que cada tribo tinha uma cidade para os levitas. Os levitas estavam subdivididos em 3 famílias principais: Coate, família escolhida para o sacerdócio; Merari e Gérson famílias auxiliares no serviço ao SENHOR. (Êx 28; Lv 8; Nm 17, 18; 1 Cr 23-25) Eram 3 as funções dos levitas:

  1. SUMO SACERDÓCIO → Função exercida apenas pelos descendentes primogênitos da família de Arão, descendente de Coate . Era escolhido 1 sumo sacerdote para exercer as seguintes funções: oráculo principal, consultar o Urim e Tumim; mediar entre Deus e o povo; interceder pelo povo; sacrificar 1 vez por ano no Dia da Expiação (Dia do Perdão); pronunciar a bênção de Israel; oferecer a oferta de cereal diariamente.

  2. SACERDÓCIO → Função exercida apenas pelos descendentes da família de Arão, descendente de Coate. Todos os homens dessa família, dos 20 aos 50 anos, estavam convocados a servirem no templo do seguinte modo: Consultar a vontade de Deus pelo Urim e Tumim; ministrar holocaustos e ofertas a Deus no Santuário; ensinar e julgar ao povo conforme a Lei; atuar como escribas, porteiros e músicos.

  3. LEVITAS → Os gersonitas e meraritas moravam em cidades escolhidas em cada tribo, servindo de juízes, escribas e mestres da lei em cada tribo. Eles também podiam servir no templo como auxiliares dos sacerdotes, suas funções eram: trabalhos manuais e pesados do Santuário, limpeza do Santuário, vasos e utensílios, ordem, recolhimento das imundícias dos sacrifícios para fora, auxílio em servir os pães da proposição e as ofertas, e no cuidado pelo Santuário.

PROIBIÇÕES:

🚫 Deuteronômio 18:9-14 → Proibido passar criança pelo fogo, consultar mortos, ter adivinhador, encantador, agoureiro, feiticeiro e mágicos.

🚫 Deuteronômio 19:14 → Proibido alterar os limites do terreno.

🚫 Deuteronômio 22:5 → Proibido homem vestir roupa de mulher e vice-versa.

🚫 Deuteronômio 22:6-7 → Proibido pegar a mãe com seu ninho, o ninho podia ser pego se deixasse livre a mãe dos pássaros.

🚫 Deuteronômio 22:8 → Proibido construir telhado sem parapeito, para que ninguém caísse (esse tipo de telhado se assemelha a casa com laje, era obrigatório então construir um muro ao redor dessa laje).

🚫 Deuteronômio 22:9 → Proibido semear no campo com 2 tipos diferentes de sementes.

🚫 Deuteronômio 22:10 → Proibido lavrar a terra com 2 tipos de animais de diferente força.

🚫 Deuteronômio 22:11-12 → Proibido misturar lã com linho.

🚫 Deuteronômio 22:31 → Proibido o filho ter relações sexuais com a mulher do pai, é desonroso.

🚫 Deuteronômio 25:13-16 → Proibido ter dois pesos e duas medidas.

UM GRANDE PROFETA
Deuteronômio 18:15-19 → Moisés aponta para a 1ª vinda de Cristo.

DISCERNINDO A PROFECIA
Deuteronômio 18:21-22 → Uma profecia será julgada como verdadeira se a palavra se cumprir. Toda palavra de Deus é verdadeira, se foi Deus quem falou pelo profeta, se cumprirá.

3 CIDADES DE REFÚGIO PARA O HOMICIDA CULPOSO
Deuteronômio 19:1-13 → O vingador ficava proibido de matar o homicida culposo que se escondesse numa cidade de refúgio. Um homicida doloso não podia se refugiar nessas cidades, era condenado à morte, os anciãos eram os responsáveis por retirá-lo a força.

TESTEMUNHAS
Deuteronômio 19:15-21 → O testemunho só é aceitável por 2 ou 3 pessoas, menos disso deve ser rejeitado. A testemunha falsa será punida com o castigo do acusado. Os sacerdotes e juízes quem os ouviam.

REGRAS PARA A GUERRA
Deuteronômio 20:

  1. O SENHOR era com o exército.

  2. Os sacerdotes davam uma palavra de ânimo.

  3. Os oficiais impediam os soldados com casa nova, vinha plantada, recém-casado, medroso e angustiado de irem à guerra.

  4. As cidades distantes de Canaã que fizessem oposição deveriam ser atacadas, despojadas, só deviam ser poupados mulheres, crianças e animais. Caso não fizessem oposição, deveriam servir como tributários e escravos.

  5. As cidades dos cananeus deveriam ser totalmente destruídas, somente não deveriam destruir as árvores frutíferas.

Deuteronômio 23:9-14 → O soldado tinha de estar cerimonialmente puro para a guerra e manter higiene no arraial, as fezes deviam ficar fora do arraial e serem cobertas com uma pá.
Deuteronômio 24:5 → O recém-casado fica 1 ano livre de obrigações militares para desfrutar com sua mulher.
Deuteronômio 21:10-14 → Um israelita que quisesse se casar com uma mulher formosa, prisioneira de guerra, teria que trazê-la à casa, raspar o cabelo e as unhas dela, trocar as roupas do cativeiro, esperar ela chorar 1 mês e depois torná-la sua mulher. Caso se desgostasse dela, a deixaria ir livre, ficando proibida escravizar ou vender a mulher.

HOMICIDA OCULTO
Deuteronômio 21:1-9 → O sacrifício para livrar o povo da culpa era os anciãos degolarem uma bezerra no vale da cidade mais próxima, e fazer saber o caso aos sacerdotes.

O DIREITO DE PRIMOGENITURA
Deuteronômio 21:15-17 → O homem que tivesse 2 mulheres, uma amada e outra aborrecida, o filho que nascesse primeiro, mesmo sendo da esposa aborrecida, recebia o direito da primogenitura.
Observação aos casos de bigamia na Bíblia: A 1ª menção sobre o assunto é encontrada em Gênesis 4:19. Apesar de Deus instituir o casamento monogâmico (Gênesis 2:24), havia casos em que a mulher precisava de proteção e um homem tomava para si mais de 1 esposa. A bigamia ou poligamia causa atritos no ambiente familiar (Gênesis 29:16-35; 1 Samuel 1:6), no Novo Testamento o conselho para os ministros é que se casem com apenas 1 mulher (1 Timóteo 3:2,12 e Tito 1:6).

CONDENAÇÕES
⚖ Deuteronômio 21:18-21 → Os pais entregavam o filho desobediente aos anciãos da cidade, que era condenado ao apedrejamento por ser comilão, beberrão, rebelde e contumaz.
⚖ Deuteronômio 21:22-23 → Uma pessoa digna de morte, que fosse pendurada no madeiro, deveria ser enterrada no mesmo dia, porque o pendurado é maldito aos olhos de Deus.
⚖ Deuteronômio 24:7 → Quem furtasse, vendesse ou obtivesse lucros com o furto, seria condenado a morte.
⚖ Deuteronômio 25:1-3 → Numa condenação de açoites ao que praticou uma injustiça, Deus ordenou dar no máximo 40 chicotadas. Era proibido dar mais que essa conta, por isso, ficou combinado que para não haver injustiça de dar chicotadas a mais, seria contado até 39 chicotadas.
⚖ Deuteronômio 25:11-12 → Quando, numa briga entre dois homens, a esposa de um deles tentasse apartar pegando nas partes íntimas do oponente, teria a mão cortada.

ACHADO É ROUBADO
Deuteronômio 22:1-3 → Quando alguém encontrasse um bem de outra pessoa deveria devolver imediatamente, se o proprietário for desconhecido o bem deveria ficar protegido em casa, até virem buscar.

AJUDA AO PRÓXIMO
Deuteronômio 22:4 → Quando o animal de uma pessoa estivesse caído pelo caminho, a pessoa que passasse deveria ajudar a levantar.

FRANJAS
Deuteronômio 22:5-12 → Colocar franjas nas 4 bordas da manta (Números 15:37-41).

A MULHER E A IMORALIDADE SEXUAL
Deuteronômio 22:13-30, 24:1-5

MULHER CULPADA

PUNIÇÃO

MULHER VÍTIMA

PUNIÇÃO

Mulher que não se casa virgem

Apedrejada por se prostituir

Mulher falsamente acusada de não casar virgem

O homem pagava 100 peças de prata e era obrigado a permanecer com a mulher

Mulher prometida em casamento que tiver relações sexuais com outro homem dentro da cidade e ela não pedir socorro

Ambos são apedrejados fora da cidade

Mulher prometida em casamento que tiver relações sexuais com outro homem no campo e ela não pedir socorro

Apenas o homem será condenado à morte

Mulher casada pega em flagrante de adultério

Os dois são condenados à morte

Homem que tiver relações sexuais com uma moça virgem e solteira Ele terá de pagar 50 peças de prata ao ‘sogro’ e deverá se casar com a moça

O marido descobre algo vergonhoso contra a mulher

Ela fica divorciada e não poderá voltar a casar com ele

PESSOAS PROIBIDAS DE ENTRAR E PARTICIPAR DAS ASSEMBLEIAS SANTAS
Deuteronômio 23:1-8 → Homem com testículos esmagados ou membro amputado, filho ilegítimo, amonita, moabita (a terceira geração dos edomitas e egípcios podem participar).

SERVO FUGITIVO
Deuteronômio 23:15-16 → A pessoa que recebesse o servo fugitivo, deveria proteger o servo.

PROSTITUIÇÃO
Deuteronômio 23:17-18 → Proibido prostituição e ofertas de dinheiro ganhos com a prostituição.

JUROS
Deuteronômio 23:19-20 → Proibido cobrar juros de empréstimos a israelitas, mas é permitido cobrar juros de estrangeiros.

VOTO
Deuteronômio 23:21-23 → É um pecado votar e não cumprir, por isso, quando alguém votar, deve cumprir imediatamente. Não votar, não é pecado.

REGRAS NO CAMPO
Deuteronômio 23:24-25 → Quando entrar na seara do próximo é permitido comer frutos e catar espigas com a mão, mas é proibido colocar frutos no vaso e usar foice para colher espigas no campo do próximo.
Deuteronômio 24:14-15 → O salário de um trabalhador era pago ao final do dia trabalhado.
Deuteronômio 24:17-22 → Os pobres, estrangeiros, viúvas e órfãos tinham direito de colher as sobras no campo de um agricultor israelita.
Deuteronômio 25:4 → Quando trilhar, não amordaçar a boca do animal, para que ele possa se alimentar do cereal enquanto trilha.

A LEPRA
Deuteronômio 24:8-9 → Fica claro aqui, que a lepra era consequência da desobediência ou rebelião. Miriã é citada como exemplo.

SOBRE OS EMPRÉSTIMOS
Deuteronômio 24:10-13, 24:17 → Era permitido emprestar com penhora de bens, mas era proibido aceitar o penhor da viúva ou de um homem pobre.

SOBRE A MALDIÇÃO HEREDITÁRIA
Deuteronômio 24:16 → Cada um morrerá pelo seu próprio pecado.

O LEVIRATO
Deuteronômio 25:5-10 → Quando um irmão casado, morrer sem filhos, o cunhado terá a obrigação de se casar com ela e o filho primogênito gerado será considerado filho do irmão falecido. Uma cerimônia pública era realizada caso o cunhado não cumprisse a obrigação, os pés dele era descalçado, era cuspido e envergonhado publicamente, a casa dele passava a ser chamada de “A Casa do Descalçado” (Rute 4:7).

ORDEM DE DEUS PARA EXTERMINAR AMALEQUE
Deuteronômio 25:17-19 → Ficou determinada a completa destruição de amaleque, por ter atacado o povo fraco que vinha atrás na jornada de Israel pelo deserto (Êx 17:8).

DECLARAÇÃO DE RECEBIDO
Deuteronômio 26:1-11 → Quando o povo conquistasse a terra prometida, deveria comparecer ao lugar do Tabernáculo, para fazer uma cerimônia onde declarariam o recebimento da terra que o SENHOR prometeu dar, com a oferta das primícias da terra.

DÍZIMO DE 3 em 3 ANOS
Deuteronômio 26:12-19 → O dízimo trianual era uma obrigação do povo para sustento do levita, do estrangeiro, do órfão e da viúva.

A LEI DE DEUS ESCRITA EM PEDRAS GRANDES PEDRAS PINTADAS COM CAL
Deuteronômio 27:1-10 → Moisés e os anciãos ordenam que ao entrar em Canaã, o povo escreva a lei detalhadamente em pedras grandes pintadas com cal.

BENÇÃOS E MALDIÇÕES
Deuteronômio 27:11-26, 28

NO MONTE DA BÊNÇÃO: GERIZIM

MONTE DA MALDIÇÃO: EBAL

Tribos separadas para proclamarem no Monte Gerizim as bênçãos proferidas pelos levitas:

  1. Simeão

  2. Levi

  3. Judá

  4. Issacar

  5. José: Manassés e Efraim

  6. Benjamim

Tribos separadas para proclamarem no Monte Ebal as maldições proferidas pelos levitas:

  1. Rúben

  2. Gade

  3. Aser

  4. Zebulom

  5. Naftali

As bênçãos para os obedientes a Deus:

  • Bênçãos em qualquer lugar em que estiver

  • Bendito os filhos, a colheita, os animais

  • Inimigos derrotados

  • Prosperidade

  • Aprovação de Deus

  • Reconhecimento das nações

  • Abundância de riquezas

  • Condições de emprestar e não precisará tomar emprestado

  • Posição de liderança e honra

  • Firmeza espiritual

As maldições para os desobedientes a Deus:

  • Maldições em qualquer lugar onde estiver

  • Malditos os filhos, as colheitas e os animais, perda de bens, filhos no cativeiro

  • Maldição, perturbação e perdição até ser destruído

  • Pestes, pragas, doenças e epidemias até perecer

  • Seca, fome e escassez

  • Inimigos prevalecem e escravizarão

  • Opressão e roubo

  • Posição baixa e de vergonha

  • Falta de esperança e pavores

DESTAQUE PARA DEUTERONÔMIO 29:29

“As cousas encobertas são para o SENHOR nosso Deus,

porém as reveladas são para nós e para nossos filhos para sempre,

para cumprirmos todas as palavras desta lei.”

CORAÇÃO, OLHOS E OUVIDOS
Deuteronômio 29:4 x Deuteronômio 30 → O povo não entendia com o coração, não via com os olhos, nem ouvia com os ouvidos as Palavras do SENHOR, porque não estava voltado para Ele. Quando houvesse conversão ao SENHOR, e obediência às Palavras dEle de coração e alma, aí então o SENHOR daria um coração circuncidado.

Deuteronômio 30:20a em 3 tópicos:

  1. AMAR AO SENHOR;

  2. DAR OUVIDOS À SUA VOZ e

  3. SE ACHEGAR A ELE.

PALAVRAS DE ÂNIMO DE MOISÉS
Deuteronômio 31:6-8 → Moisés anima o povo e ao seu sucessor Josué: Esforçar, animar, não temer, não se espantar, o SENHOR não deixa nem desampara.
Deuteronômio 31:23 → Moisés anima a Josué: esforçar, animar, conquistar a Terra Prometida com a ajuda do SENHOR.

LEITURA DA LEI A CADA SETÊNIOS
Deuteronômio 31:9-13 → Moisés escreveu a Lei, deu aos sacerdotes, para que fosse lida de 7 em 7 anos, no Ano da Remissão (Dt 15).

O CÂNTICO DIDÁTICO DE MOISÉS
Deuteronômio 31:19-30 e 32:1-47 → Cântico de ensino e contratestemunha, contando a história profética de como o povo de Israel agiria erroneamente, apesar de todas as bênçãos de Deus. Moisés e Josué cantam e ensinam ao povo essa canção.

A BÊNÇÃO DE MOISÉS
Deuteronômio 33 → A bênção do patriarca Moisés sobre seu povo era profética.

TRIBO

BÊNÇÃO

Rúben

Vida, apesar de seus erros no passado (Gn 35:22, 49:4).

Judá

Deus ouvir suas orações e obter ajuda de Deus na batalha.

Levi

O serviço ao SENHOR: consulta a Deus, guardar e ensinar a Palavra e oferecer holocaustos ao SENHOR.

Benjamim

Segurança e presença de Deus.

José

A excelência da terra, animais, glória e força. Efraim, maior que Manassés conforme a bênção de Jacó (Gn 48:11-22, 49:22).

Zebulom

Prosperidade com negócios marítimos.

Issacar

Prosperidade com tesouros da terra.

Gade

Guerreiros proeminentes.

Liderança e força (conforme Gn 49:17).

Naftali

Benevolência, bênçãos, terra e luz.

Aser

Prosperidade e força.

Faltou Simeão

Destaque para o versículo:

“O Deus eterno é a tua habitação,

e por baixo estão os braços eternos.”

Deuteronômio 33:27a

DEUS ANUNCIA A MORTE DE MOISÉS
Deuteronômio 32:48-52 e 34:1-8
Local aproximado da morte: Vale do Monte Abarim, na extensão montanhosa do Nebo, em Moabe, próximo a Jericó e Bete-Peor. Ninguém até hoje encontrou o corpo de Moisés (Judas 1:9).
Anos de vida: 120 anos
Terras que Moisés avistou: Gileade a Dã, Naftali, Efraim, Manassés, Judá, campinas do vale de Jericó, a cidade das palmeiras, Zoar, ou seja, toda a terra que Israel ocuparia.
Substituto: Josué, filho de Num.

REFERÊNCIAS CONSULTADAS

BÍBLIA DE ESTUDO APLICAÇÃO PESSOAL. Versão Almeida Revista e Corrigida. Ed. 1995. São Paulo: CPAD, 2010.

BÍBLIA SAGRADA: Anote: Revista e Corrigida na Grafia Simplificada. 1ª ed. Editora Central Gospel: Santo André, São Paulo, 2009.

BÍBLIA SAGRADA: Nova Versão Transformadora. 1. ed. São Paulo: Mundo Cristão, 2016.

CHAMPLIN, Russell Norman. Dicionário A-Z. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 6 e 7.

CHAMPLIN, Russell Norman. O Antigo Testamento Interpretado: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Deuteronômio. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 2.

DAVIS, John D.. Dicionário da Bíblia. Rio de Janeiro: Casa Publicadora Batista, 1965.

Estudo da Bíblia: Deuteronômio 1-17

ÉTIMO DO TÍTULO DO LIVRO: Deuteronômio é forma portuguesa da palavra grega “segunda lei”, Δευτερονόμιον, “Deuteronómion”, significando a segunda vez que a lei foi escrita. Em hebraico o livro se chama “Devarim” (Palavras) vem do primeiro versículo do livro ( “Elleh ha-devarim” Estas são as palavras), é também chamado de “Mishneh Torah”, que significa “repetição” ou “cópia da lei” (Dt 17:18).
AUTOR: Moisés e Josué
DATA: 1047 a.C.
CAPÍTULOS TOTAIS: 34
CONTEÚDO: Repetição de diversas leis.

11 JORNADAS → Comparação de versículos:

DEUTERONÔMIO 1:2-3

ARC

NVT

“Onze jornadas há desde Horebe, caminho da montanha de Seir, até Cades-Barneia. E sucedeu que, no ano quadragésimo, no mês undécimo, no primeiro dia do mês, Moisés falou aos filhos de Israel, conforme tudo o que o SENHOR lhe mandara acerca deles”

“Normalmente, são necessários apenas onze dias para viajar do Monte Sinai* até Cades-Barneia pelo caminho de Seir.

No entanto, quarenta anos depois da saída do Egito, no primeiro dia do décimo primeiro mês, Moisés se dirigiu aos israelitas e lhes transmitiu tudo o que o SENHOR havia ordenado.”

*Em hebraico é “Horebe”

DEUTERONÔMIO 1:12-15 → Moisés relata como foi auxiliado na liderança, nada era imposto, o povo analisava as palavras e tomavam a decisão de seguir.

EDOM, MOABE E AMON
Deuteronômio 2 → Os israelitas foram proibidos por Deus de tocar nesse povo ou em suas terras.

POVO

TERRAS INTOCÁVEIS

COMO FOI CONQUISTADA

EDOM, é Esaú, filho de Isaque (Gênesis 25:25-26; 36:8)

Montanha de Seir

Os edomitas lutaram para expulsar os horeus (Dt 2:12), caftorins e aveus (Dt 2:23).

MOABE, filho de Ló (Gn 19:30-38)

Ar

Os moabitas dominaram os gigantes anaquins, chamados de “emins”, nome em hebraico que significa “temidos” (Dt 2:9-11).

AMON, filho de Ló (Gn 19:30-38)

Amon

Os amonitas dominaram os gigantes, chamados de “zanzumins”, nome em hebraico que significa “poderosos” ou “vigorosos” (Dt 2:20).

POVOS E CIDADES CONQUISTADOS NO TEMPO DE MOISÉS
Deuteronômio 2:22-36 → Hesbom, Aroer, Arnom, Gileade, Midiã, Basã, 60 cidades, Argobe, Salca e Edrei, Hernom (também chamada de Siriom ou Senir), Quinerete, Asdote-Pisga (Dt 4:49).

O “NÃO” DE DEUS AO PEDIDO DE MOISÉS
Deuteronômio 3:26 → Deus mandou Moisés falar à rocha, mas ele feriu segunda vez a rocha (Êx 17:1-2; Nm 20:2-13). A rocha tinha um significado espiritual, representava Cristo, que só podia ser ferido 1 vez na cruz do calvário. A desobediência à ordem de Deus, privou Moisés de entrar na Terra Prometida.

MOISÉS OLHA A TERRA PROMETIDA NO MONTE PISGA (DT 3:27)

Deuteronômio 4:1-40 → Moisés alerta o povo a:

  • Lembrar das ordens de Deus

  • Guardar o cumprimentos das ordens divinas

  • Não fazer imagens de esculturas, nem adorá-las

Destaque para os versículos:

“Pois, que nação há tão grande, que tenha deuses tão chegados como o Senhor nosso Deus, todas as vezes que o invocamos?” Dt 4:7

“Porque o Senhor teu Deus é um fogo que consome, um Deus zeloso.” Dt 4:24

“Então dali buscarás ao Senhor teu Deus, e o acharás, quando o buscares de todo o teu coração e de toda a tua alma.” Dt4:29

3 CIDADES DE REFÚGIO → Deuteronômio 4:41-49

TRIBOS

CIDADES DE REFÚGIO

RÚBEN

Bezer, no deserto

GADE

Ramote, em Gileade

MANASSÉS

Golã, em Basã

MOISÉS ENSINA A LEI DO SENHOR
Deuteronômio 5:1-21

  1. Não terás outros deuses

  2. Não farás imagens de escultura nem as adorarás

  3. Não tomarás o nome do SENHOR em vão

  4. Guardarás o sábado

  5. Honra teu pai e tua mãe

  6. Não matarás

  7. Não adulterarás

  8. Não furtarás

  9. Não dirás falso testemunho contra teu irmão

  10. Não cobiçarás

JESUS CITA A LEI

“Amarás, pois, o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças.” Deuteronômio 6:5

“E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento.” Mateus 22:37

“O SENHOR te humilhou, e te deixou ter fome, e te sustentou com o maná, que tu não conheceste, nem teus pais o conheceram; para te dar a entender que o homem não viverá só de pão, mas de tudo o que sai da boca do Senhor viverá o homem.” Deuteronômio 8:3

“E Jesus lhe respondeu, dizendo: Está escrito que nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra de Deus.” Lucas 4:4

“Agora, pois, ó Israel, que é que o Senhor teu Deus pede de ti, senão que temas o Senhor teu Deus, que andes em todos os seus caminhos, e o ames, e sirvas ao Senhor teu Deus com todo o teu coração e com toda a tua alma, que guardes os mandamentos do Senhor, e os seus estatutos, que hoje te ordeno, para o teu bem?” Deuteronômio 10:12,13

“E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento.” Mateus 22:37


7 POVOS A SEREM REMOVIDOS DE CANAÃ
Deuteronômio 7:1 → 1. Heteus; 2. Girgaseus; 3. Amorreus; 4. Cananeus; 5. Perizeus; 6. Heveus; 7. Jebuseus

MOTIVO DESSES 7 POVOS SEREM REMOVIDOS
“Não é por causa da tua justiça, nem pela retidão do teu coração que entras a possuir a sua terra, mas pela impiedade destas nações o Senhor teu Deus as lança fora, de diante de ti, e para confirmar a palavra que o Senhor jurou a teus pais, Abraão, Isaque e Jacó.” Deuteronômio 9:5 (grifo nosso)

  1. A injustiça dos povos: “E a quarta geração tornará para cá; porque a medida da injustiça dos amorreus não está ainda cheia.” Gênesis 15:16

  2. Uma promessa divina: “E apareceu o Senhor a Abrão, e disse: À tua descendência darei esta terra. E edificou ali um altar ao Senhor, que lhe aparecera.” Gênesis 12:7

BÊNÇÃOS PARA OS OBEDIENTES

MALDIÇÃO PARA OS DESOBEDIENTES

Deuteronômio 7:13-16 → Amor, bênção, filhos, boas colheitas, aumento da fazenda, fertilidade, saúde, vitória entre os povos ao redor.

Deuteronômio 11:8-15 → Conquista da terra, dias prolongados, terra produtiva, chuva temporã e serôdia, fartura de alimento.

Deuteronômio 8:19 → Quem esquece do SENHOR perece.

Deuteronômio 11:16-17 → Ira do SENHOR, sem chuva, sem colheita.

MURMURAÇÕES E INFIDELIDADE DO POVO
Deuteronômio 9:8-21 → O povo adora à imagem do bezerro em Horebe
Deuteronômio 9:22 → Provocações em Tabera (Números 11:3), Massá (Êxodo 17:1-7) e Quibrote-Hataavá (Números 11:34).
Deuteronômio 9:23-24 → Os 10 espias e o povo desacreditam da promessa de Deus.
Deuteronômio 11:6 → Datã e Abirão foram tragados pela terra, por sua rebelião

A VOCAÇÃO DE LEVI
Deuteronômio 10:8-9 → Separados para levar a Arca da Aliança, para estarem diante do SENHOR, para servirem ao SENHOR, para abençoar o povo em nome do Senhor, sem herança terrena, o SENHOR é a porção dos levitas.

MIQUÉIAS CITA A LEI

“Agora, pois, ó Israel, que é que o Senhor teu Deus pede de ti, senão que temas o Senhor teu Deus, que andes em todos os seus caminhos, e o ames, e sirvas ao Senhor teu Deus com todo o teu coração e com toda a tua alma, que guardes os mandamentos do Senhor, e os seus estatutos, que hoje te ordeno, para o teu bem?” Deuteronômio 10:12,13

“Ele te declarou, ó homem, o que é bom; e que é o que o Senhor pede de ti, senão que pratiques a justiça, e ames a benignidade, e andes humildemente com o teu Deus?” Miquéias 6:8

A JUSTIÇA DE DEUS
Deuteronômio 10:17-19 → Deus não faz acepção de pessoas, faz justiça ao órfão e à viúva, ama o estrangeiro dando pão e roupa.

O MONTE DA BÊNÇÃO E O MONTE DA MALDIÇÃO
Deuteronômio 11:26-32 → Uma cerimônia foi ordenada por Moisés, de proferir as bênçãos do SENHOR no Monte Gerizim, um monte fértil e bem regado; e de proferir as maldições no Monte Ebal, que distava do Monte Gerizim cerca de 8km e era seco e infértil.

PROIBIÇÕES:

🚫Proibido comer carne com sangue (Dt 12:16, 22-23)

🚫Proibido sacrificar fora do local estabelecido por Deus (Dt 12:10-12)

🚫Proibido comer os dízimos, primícias e ofertas fora da presença do SENHOR (Dt 12:17)

🚫Proibido abandonar os levitas (Dt 12:19)

🚫Proibido seguir sinal, prodígio ou profecia de quem prega o servir a outros deuses (Dt 13)

🚫Proibido dar golpe e raspar o cabelo acima da testa em sinal de luto (Dt 14:1)

🚫Proibido comer animais imundos (Dt 14:3-21)

🚫 Proibido plantar bosque junto ao altar e levantar estátuas (Dt 16:21-22)

🚫 Proibido sacrificar animais com defeito, sob risco de pena de morte (Dt 17:1-7)

NADA A ACRESCENTAR, NADA A TIRAR

Deuteronômio 12:32

Apocalipse 22:19

“Tudo o que eu te ordeno, observarás para fazer; nada lhe acrescentarás nem diminuirás.”

“E, se alguém tirar quaisquer palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte do livro da vida, e da cidade santa, e das coisas que estão escritas neste livro.”

OS DÍZIMOS
Deuteronômio 14:22-29 → O SENHOR ordenou que anualmente, na data marcada, era para comparecer diante do Tabernáculo, para oferecer as primícias, 10% dos ganhos e holocaustos e comer diante do SENHOR. Se tais ofertas fossem muitas e o caminho extenso, a pessoa podia vender as ofertas e depositar o dinheiro nas mãos do sacerdote. Os dízimos e ofertas serviam de auxílio aos levitas, estrangeiros, viúvas e órfãos.
Objetivo de dar os dízimos: Aprender a temer ao SENHOR todos os dias (Dt 14:23)

ANO DA REMISSÃO, ou ANO DO JUBILEU, ou ANO SABÁTICO

Significado segundo o Dicionário Aurélio de REMISSÃO:

1. Ato ou efeito de remitir.(perdoar; dar-se como pago de; restituir, ceder)

2. Disposição para desobrigar o cumprimento de uma obrigação ou pena.

3. Ato de remeter.

4. Ação de transferir a atenção do leitor ou consulente para outro texto ou outra parte do texto.

5. Falta de energia.

6. Diminuição do sofrimento ou do cansaço.

7. Diminuição momentânea dos sintomas de uma doença.

8. Desaparecimento da febre entre os acessos de malária.

9. sem remissão: inexoravelmente, impreterivelmente.

Deuteronômio 15 → Eram contados de 7 em 7 anos, no 7º ano eram observadas as seguintes ordens:

  • Agricultura e pecuária eram deixados de lado no 7º ano (Lv 25:4-7)

  • O que os israelitas emprestavam cobravam de volta aos estrangeiros, entretanto quando emprestado aos próprios israelitas não se cobrava de volta (Dt 15:1-11)

  • Um podia ficar escravo por 6 anos, no 7º o senhor dava alforria e ainda o despedia com colheitas, animais. Se o escravo hebreu quisesse permanecer com seu senhor, passava por um ritual de furar as orelhas – Escravo de Orelhas Furadas (Dt 15:12-18)

  • Todo animal primogênito sem defeito era separado para ser oferecido ao SENHOR no 7º ano.

Obs.: Eram contados 7 anos vezes 7 anos: 49 anos, no 50º ano era celebrado o Pentecostes.

3 FESTAS ANUAIS REALIZADAS AO REDOR DO TABERNÁCULO

Deuteronômio 16 → Todos os israelitas deveriam sair de suas tribos e comparecer no local onde estivesse o Tabernáculo para as seguintes celebrações:

  1. Páscoa (Dt 16:1-8): Celebrada no 1º mês, no dia 14. Os 7 dias seguintes eram celebrados comendo pães sem fermento. Era determinado um holocausto conforme Números 28:16-25.

  2. A Festa da Colheita, ou Festa das Semanas, e Pentecostes (Dt 16:9-12): Era celebrada 7 semanas depois do primeiro dia da colheita. [Geralmente começava-se a colher na metade do 1º mês, Abibe, então, tornou-se comum contarem 50 dias após o dia 14, o dia da celebração da Páscoa. E o 50º dia após a colheita era o Pentecostes.] As ofertas oferecidas ao SENHOR eram voluntárias. Era determinado um holocausto conforme Números 28:26-31.

  3. Festa dos Tabernáculos ou Festa das Cabanas (Dt 16:13-17): Era celebrada por 7 dias, no 7º mês, todos os israelitas ao redor do Tabernáculo, em cabanas. Para cada dia era ofertado ao SENHOR um holocausto conforme Números 29:12-40.

A INSTITUIÇÃO DE JUÍZES
Deuteronômio 16:18-22, 17:8-13 → Deus ordena que os israelitas pusessem juízes e oficiais para julgarem o povo com justiça. Quando havia uma questão difícil, os israelitas deviam consultar ao sacerdote e juiz no Tabernáculo. Aquele que não fizesse conforme o juízo, seria condenado a morte.

ORDENS DE DEUS PARA QUANDO O POVO INSTITUÍSSE UM REI
Deuteronômio 17:14-20 → O povo pediria um rei e Deus escolheria um homem israelita.
Lei para os futuros reis: Não podia ter muitos cavalos, nem fazer o povo voltar ao Egito, não podia ter muitas mulheres. O rei teria de ler a Lei de Deus todos os dias.

REFERÊNCIAS CONSULTADAS

BÍBLIA DE ESTUDO APLICAÇÃO PESSOAL. Versão Almeida Revista e Corrigida. Ed. 1995. São Paulo: CPAD, 2010.

Bíblia Sagrada: Anote: Revista e Corrigida na Grafia Simplificada. 1ª ed. Editora Central Gospel: Santo André, São Paulo, 2009.

BÍBLIA SAGRADA: Nova Versão Transformadora. 1. ed. São Paulo: Mundo Cristão, 2016.

CHAMPLIN, Russell Norman. Dicionário A-Z. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 6 e 7.

CHAMPLIN, Russell Norman. O Antigo Testamento Interpretado: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Deuteronômio. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 2.

FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Dicionário da língua portuguesa. 5. ed. Curitiba: Positivo, 2010.