Mulheres da Bíblia 2018: Janeiro

Boas vindas aos estudos das Mulheres da Bíblia!

Esta é a 1ª de 12 postagens mensais, que acompanham a ordem cronológica segundo o plano de leitura bíblica em 1 ano. Teremos um novo post igual a esse a cada mês, elencando os dados das mulheres da Bíblia, divididos assim para que não fique muito longo. A cada final de mês, publicarei o arquivo para download em PDF, e ao final do ano disponibilizarei 1 arquivo em PDF completo, contendo todas as postagens desse estudo.

Para saber como funciona o estudo CLICA AQUI, para acompanhar o plano bíblico em ordem cronológica CLICA AQUI, para acessar a lista de livros das mulheres da Bíblia, clica nesse outro link: MULHERES DA BÍBLIA 2018

Esse estudo contém minha pesquisa e impressões de forma resumida. Toda vez que lemos e relemos a Bíblia encontramos aspectos novos, por isso quando você fizer sua própria leitura também descobrirá mais pontos lindos e importantes sobre a vida dessas mulheres.

LISTA:

1. Mulher

2. Eva

3. A Esposa de Caim

4. Ada e Zilá

5. Naamá

6. As filhas dos homens x As filhas de Deus

7. A Esposa de Noé

08. As Esposas de Sem, Cam e Jafé

09. As Semitas

10. Sarai/Sara

11. Milca

12. Hagar

13. A mulher de Ló

14. As duas filhas de Ló

15. A mulher e as servas de Abimeleque

16. Reumá

17. As cananeias x As hebreias

FICHAS DE DADOS:

1. TEMA: Mulher

REFERÊNCIA BÍBLICA: Gênesis 1:27; 2:18,21-25;

COMENTÁRIO:

1. Mulher: Gênesis 1:27 → Ser humano do sexo feminino. No hebraico ishah é traduzido para o português como: mulher, fêmea e “homem” em hebraico é ish, esse jogo de palavras [ishishah] significa que a mulher veio do homem, “tomada do ish”. A mulher foi criada conforme a imagem de Deus, a partir do homem. Em português “mulher” vem do latim, “mulier”, que significa ser humano do sexo feminino que é casada. “Femme” do francês está relacionado a ser fecunda.

Gênesis 1:28 → A benção de Deus e os papéis definidos para o homem e a mulher enquanto moravam no Jardim do Éden é chamado por Champlin (2001) de “Pacto Edênico”:

  1. Ser fértil

  2. Multiplicar

  3. Encher a terra

  4. Subjugar a terra

2. Esposa: Gênesis 2:18 → “Alguém que o auxilie e lhe corresponda”. Esse foi o motivo e objetivo original da criação da mulher: ser companheira do homem, auxiliá-lo a subjugar a terra e corresponder ao homem como par.

3. Varoa: Gênesis 2:21-25 → Quando o 1º homem conhece a última criação de Deus, que veio de sua costela, ele a nomeia de varoa. Em imitação ao hebraico, a Vulgata, versão da Bíblia em latim, traduz ishah – varoa, mulher, fêmea – como “virago”, a forma feminina de “vir” (ish), que em português quer dizer homem, varão. Em português, a palavra “virago” foi traduzida como “varoa”, que segundo o Aurélio significa: mulher forte.

  • DIETA NO JARDIM DO ÉDEN:

Gênesis 1:29 → Deus define a dieta do casal: Plantas com sementes e frutos com sementes.

  • PUNIÇÕES À MULHER:

Gênesis 3:16 →Por causa da desobediência da mulher, Deus sentenciou 2 punições:

  1. O sofrimento na gravidez e muita dor no parto;

  2. Passar de subjugadora da terra, para subjugada ao marido.

  • ROUPAS:

Gênesis 3:7,21 → Após comerem do fruto proibido, eles perceberam que estavam nus e se cobriram desajeitadamente com folhas de figueira. Deus fez roupas adequadas para eles com peles de animais.

4. Humanidade: Gênesis 5:2 → Esse foi o nome pelo qual Deus chamou o homem e a mulher juntos. Na Bíblia Nova Versão Transformadora a palavra no hebraico Adam, que significa “ser humano” foi traduzida como humanidade, na Nova Versão Internacional “Homem”, na Almeida Revista e Corrigida “Adão”.

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

BÍBLIA DE ESTUDO APLICAÇÃO PESSOAL. Versão Almeida Revista e Corrigida. Ed. 1995. São Paulo: CPAD, 2010.

BÍBLIA SAGRADA: Nova Versão Transformadora. 1. ed. São Paulo: Mundo Cristão, 2016.

CHAMPLIN, Russell Norman. Dicionário A-Z. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 6 e 7.

CHAMPLIN, Russell Norman. O Antigo Testamento Interpretado: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Gênesis. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 1.

FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa. 8. ed. Curitiba: Positivo, 2010.


2. Mulher da Bíblia: Eva

REFERÊNCIA BÍBLICA: Gênesis 1:27; 2:18,21-25; 3:2-8,12-13,15-17,20-21; 4:1,25; 5:1

SIGNIFICADO DO NOME: Mãe da Vida

OCUPAÇÃO: Esposa, co-gerenciadora do Éden, dona de casa

LOCAL: Jardim do Éden

ÉPOCA: Criação do Mundo

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Eva se relacionava diretamente com Deus, desobedeceu a Deus, recebeu sua punição e depois da queda, percebe-se que ela buscou remissão pelas palavras depois de gerar o 1º filho: “Com o auxílio do SENHOR tive um filho homem” Gn 4:1.

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • ESPOSO: Adão

  • FILHOS: Caim, Abel, Sete e outros filhos e filhas.

  • Noras: Esposa de Caim e Sete.

  • PESSOAS ENVOLVIDAS: Satanás – A Antiga Serpente (Apocalipse 20:2).

RESUMO DA VIDA:

CRIAÇÃO:

Deus trouxe todos os animais para Adão nomeá-los. Para cada espécie havia o macho e a fêmea que se correspondiam, entretanto não se encontrou uma correspondente para o homem. Deus, então, declarou que faria alguém que lhe correspondesse e auxiliasse, porque não era bom o homem estar só. Deus tirou uma costela do homem e criou uma mulher. O homem e a mulher eram uma só carne. Adão, então, nomeia sua mulher: Eva, a mãe de toda a humanidade.

QUEDA:

Eva estava no Jardim do Éden, sabia que não podia comer do fruto da Árvore do Bem e do Mal, mas ouviu o que a serpente falou, olhou para o aparente sabor agradável da árvore, para a beleza externa do fruto e para a promessa de que teria o mesmo conhecimento que Deus tinha, comeu o fruto proibido e ainda ofereceu ao marido (Adão comeu sabendo qual fruto era aquele).

REMISSÃO:

A mulher foi justa e severamente punida por Deus: dor na conceição e submissão ao marido. Depois de conceber seu 1º filho, reconheceu a ajuda de Deus em ter um filho homem. Eva teve muitos outros filhos e filhas, mas a Bíblia cita apenas o nome de 3 deles: Caim, Abel e Sete.

PROPÓSITO:

Feita com o propósito de ser a companheira para o homem, auxiliá-lo na gerência do Jardim do Éden, Eva, se tornou a mãe da humanidade, a geradora da vida. Ao ser enganada pela serpente, recebeu a punição por desobedecer a Deus, mas também recebeu a promessa de o seu descendente ferir a cabeça da serpente. Isso significa que Deus revelou o plano de Salvação ainda no Éden: uma mulher, descendente de Eva, iria gerar o Filho de Deus, para que Este restaurasse o relacionamento com Deus e a posição original da humanidade, e, também, derrotasse Satanás para sempre.

DEVO IMITAR:

DEVO EVITAR:

  • Depender somente do SENHOR e da capacidade dada por Ele para exercer funções e papéis de mulher, esposa e mãe

  • Manter a fé em Deus e buscar por ajuda, mesmo depois de ter pecado

  • Acreditar na mentira de Satanás

  • Agir sem antes consultar a Deus e ao esposo

  • Influenciar negativamente

  • Perder sua posição por desobedecer

DESTAQUES:

Eva perdeu muito, lembra? Ela perdeu sua comunhão pessoal com Deus, perdeu seu lar no jardim do Éden, perdeu seu filho Abel que foi assassinado por Caim, seu irmão e perdeu Caim que haveria de ‘andar pelo mundo sempre fugindo’ (Gênesis 4:12). Mas ela continuou ao lado de Deus. Você também pode confiar plenamente nEle sejam quais forem as circunstâncias da sua vida.”
Áurea Soares, em “Mulheres da Bíblia: Aprendendo com elas”.

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

BÍBLIA DE ESTUDO APLICAÇÃO PESSOAL. Versão Almeida Revista e Corrigida. Ed. 1995. São Paulo: CPAD, 2010.

BÍBLIA SAGRADA: Nova Versão Transformadora. 1. ed. São Paulo: Mundo Cristão, 2016.

CHAMPLIN, Russell Norman. Dicionário A-Z. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 6 e 7.

CHAMPLIN, Russell Norman. O Antigo Testamento Interpretado: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Gênesis. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 1.

SOARES, Áurea. MULHERES DA BÍBLIA: Aprendendo com elas. São Paulo: Casa Publicadora Brasileira, 2010.

3. MULHER DA BÍBLIA: A Esposa de Caim

REFERÊNCIA BÍBLICA: Gênesis 4:17

SIGNIFICADO DO NOME: A Bíblia não cita o seu nome.

LOCAL: Proximidades do Éden, Node e Enoque

ÉPOCA: ~ 3847 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • As gerações de Caim e sua esposa é considerada ímpia, acredita-se que ela não teve um bom relacionamento com Deus.

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • PAIS: Adão e Eva

  • IRMÃOS: Muito possivelmente eram Caim, Abel, Sete e mais irmãos e irmãs, ou os filhos destes.

  • ESPOSO: Caim

  • FILHO: Enoque

RESUMO DA VIDA:

CASAMENTO:

A Bíblia relata que Adão e Eva tiveram filhos e filhas, além dos 3 homens citados (Gn 5:4). As opiniões se dividem quanto ao parentesco dela com o seu marido, ela pode ser a irmã de Caim, como também a sobrinha de Caim, isso porque a Bíblia não dá mais detalhes sobre a vida dela. De qualquer modo, Deus só proibiu o casamento entre irmãos quase 2000 anos depois (Lv 18:6-18). Para alguns, ela já era casada com Caim, antes de este matar seu irmão. Para outros, o casamento ocorreu depois. O

FILHO:

A Bíblia registra que ela teve a Enoque como filho. Uma cidade foi fundada com o nome dele.

PROPÓSITO:

A Esposa de Caim cumpriu as funções de esposa e mãe, mas falhou no propósito com Deus. Certamente por concordar com as práticas do esposo, que ela assumiu uma postura passiva e sem grandes feitos na vida espiritual.

DEVO IMITAR:

  • Do ponto de vista secular, ela foi uma boa esposa e mãe, mas isso não basta.

DEVO EVITAR:

  • A postura passiva da mulher de Caim, demonstra que estava de acordo com as escolhas erradas do marido, mas cada um responde por si mesmo a Deus (Rm 14:12; Lc 17:34).

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA:

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

A Bíblia em Ordem Cronológica: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

CHAMPLIN, Russell Norman. Dicionário A-Z. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 6 e 7.

CHAMPLIN, Russell Norman. O Antigo Testamento Interpretado: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Gênesis. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 1.

4. MULHERES DA BÍBLIA: As Duas Esposas de Lameque

REFERÊNCIA BÍBLICA: Gênesis 4:19-24

ADA

ZILÁ

SIGNIFICADO DO NOME: “Beleza” ou “Adorno”

SIGNIFICADO DO NOME: “Sombra” ou “Proteção”

LOCAL: Eram nômades

ÉPOCA: ~ 3101 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Ambas pertenciam à geração ímpia de Caim, não é encontrado nenhum relato de que tivessem um bom relacionamento com Deus.

RELACIONAMENTOS DE ADA:

  • DESCENDE de Caim e esposa

  • ESPOSO: Lameque

  • FILHOS: Jabal e Jubal

RELACIONAMENTOS DE ZILÁ:

  • DESCENDE de Caim e esposa

  • ESPOSO: Lameque

  • FILHOS: Tubalcaim e Naamá

HISTÓRIA DE ADA:

Pelo significado do nome, Ada, devia ser uma mulher muito bonita. Ela foi citada antes de Zilá, provavelmente era a 1ª esposa de Lameque. Ela experimentou o primeiro caso de bigamia, mas não é registrado intrigas entre elas, apesar de essa ser a 1ª vez que padrão instituído por Deus foi quebrado dessa forma. Seus filhos foram grandes inventores: Jabal criou tendas e foi um grande pecuarista, e Jubal foi um grande músico e o inventor de instrumentos musicais de cordas e de sopro. A vida nômade de Ada deve ter se tornado mais cômoda e agradável com as invenções deles. A Bíblia relata que foi convocada para uma declaração poética de seu marido, que discorria sobre o terrível crime dele.

HISTÓRIA DE ZILÁ:

Zilá foi a segunda esposa de Lameque. Ela teve um filho e uma filha, o nome desta é registrado na Bíblia, Naamá. Quanto ao filho, Tulbacaim, foi o inventor da metalurgia, ele fabricava peças de bronze e de ferro para a guerra, campo e usos domésticos. Tanto Lameque, seu marido, quanto Tubalcaim, seu filho, eram homens violentos.

PROPÓSITO:

Ada cumpriu seu papel de esposa, ainda que seu esposo tenha tomado uma segunda mulher; ela também, cumpriu o papel de mãe, visto que seus filhos se tornaram homens notáveis; e, por último, ela comparece à convocação de seu esposo, o que demonstra submissão. Entretanto, a Bíblia não menciona se Ada cumpriu o propósito principal: o de servir ao SENHOR.

PROPÓSITO:

Zilá foi uma mulher, esposa e mãe com histórico manchado pela violência. Falhou em seu propósito, ao demonstrar, com seu silêncio, que concordava com as práticas pecaminosas de seu marido. Certamente, a vida dela foi rodeada de tensão e guerras.

DEVO EVITAR:

  • Não posso consentir com as práticas errôneas da minha família

  • Não devo colocar a família antes de minha comunhão com Deus

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA:

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

A Bíblia em Ordem Cronológica: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

CHAMPLIN, Russell Norman. Dicionário A-Z. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 6 e 7.

CHAMPLIN, Russell Norman. O Antigo Testamento Interpretado: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Gênesis. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 1.

SCHIMIDT, Alaid Schiavone. Pequena Enciclopédia Bíblica de temas Femininos Com Ênfase nos Assuntos da Família. São Paulo: Arte Editorial, 2008.

5. MULHER DA BÍBLIA: Naamá

REFERÊNCIA BÍBLICA: Gênesis 4:22

SIGNIFICADO DO NOME: “Doçura”, “Deleite”, “Agradável”

LOCAL: Peregrinações pela Terra

ÉPOCA: ~ 3300

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Nada é mencionado sobre um relacionamento com Deus

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • PAIS: Lameque e Zilá

  • IRMÃO: Tulbacaim

HISTÓRIA: Bisneta de Caim, Naamá, foi a primeira filha cujo nome é citado nas genealogias. Acredita-se que, pelo significado do nome, ela foi uma mulher muito bonita. Um comentário interessante feito por Champlin (2001) sobre ela, é que era tão bela que, tal qual a Helena de Troia, podia dar uma ordem e iniciar uma guerra usando as armas fabricadas por Tulbacaim, seu irmão. Ela se encaixa perfeitamente na descrição de Gênesis 6:1, “os filhos de Deus viram que as filhas dos homens eram bonitas”. Isso significa que havia 2 grupos, o que servia a Deus, eram os filhos de Deus e descendentes de Sete, e o que não servia, os descendentes de Caim. Naamá se encaixa no grupo de pessoas que não servia a Deus.

PROPÓSITO:

Toda mulher deseja ser bonita e investe em sua aparência. Naamá nasceu naturalmente bela, talvez ela fosse a mulher mais bonita do mundo, mas para ser bela aos olhos de Deus ela precisava lapidar o seu coração e interior.

DEVO IMITAR:

  • Irradiar beleza (interna e externa).

DEVO EVITAR:

  • Não devo investir mais na beleza exterior que a interior.

  • Não posso usar minha beleza para interesses escusos.

DESTAQUES:

[…] a ideia de Deus a respeito da beleza é, provavelmente, muito diferente daquilo que eu e você consideramos belo. (E com certeza a ideia que Ele tem da beleza é muito diferente da que o mundo tem!) […] Provérbios 31:10-31 apresenta um retrato do que Deus pensa a respeito da beleza feminina. E, conforme Ele diz a respeito de si mesmo, “[…] os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos, […] os meus caminhos [são] mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos.” (Isaías 55:8-9). Deus existe em um patamar superior ao nosso, assim também acontece com sua ideia a respeito da beleza!”

Elizabeth George, em “Bela aos Olhos de Deus”

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA:

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

A Bíblia em Ordem Cronológica: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

CHAMPLIN, Russell Norman. Dicionário A-Z. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 6 e 7.

CHAMPLIN, Russell Norman. O Antigo Testamento Interpretado: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Gênesis. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 1

GEORGE, Elizabeth. Bela aos Olhos de Deus: Os Tesouros da Mulher de Provérbios 31. [Tradução: Maria Emília de Oliveira] São Paulo: Editora Hagnos, 2004.

6. MULHERES DA BÍBLIA: As filhas dos homens x As filhas de Deus

REFERÊNCIA BÍBLICA: Gênesis 5 e 6:1-7

AS FILHAS DOS HOMENS

AS FILHAS DE DEUS

SIGNIFICADO: Essas mulheres descendem da geração ímpia de Caim

SIGNIFICADO: Essas mulheres são descendentes de Sete

LOCAL: Eram nômades

LOCAL: Arredores do Éden

ÉPOCA: ~ 2553 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • A exemplo de seus pais, não tinham relacionamento com Deus, a ponto de serem chamadas filha dos homens (maus).

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • A exemplo de seus pais e irmãos, tinham um bom relacionamento com Deus, e foram designadas de filhas de Deus.

RELACIONAMENTOS DAS FILHAS DOS HOMENS:

  • Essas mulheres descendem da geração ímpia de Caim e se misturaram com a descendência de Sete ao aceitar se casar com eles.

RELACIONAMENTOS DAS FILHAS DE DEUS:

  • Essas mulheres são descendentes de Sete, pai de Enos que deu início ao culto a Deus na terra.

HISTÓRIA DAS FILHAS DOS HOMENS:

Por serem extremamente belas, atraíram a atenção dos filhos de Deus, conceberam homens muito poderosos (nefilins, pode ser traduzido também como gigantes) e terminaram por perverter os filhos de Deus, corrompendo a humanidade. Por causa da perversidade generalizada Deus decretou 2 condenações:

  • Reduziu o tempo de vida do ser humano, que passou a ser de 120 anos;

  • Destruir toda a terra e renová-la por um homem justo e íntegro (Noé).

HISTÓRIA DAS FILHAS DE DEUS:

No quesito beleza exterior, as filhas de Deus perderam para as filhas dos homens. Mas elas mantiveram sua beleza interior, que tem mais valor para Deus e foram salvas da corrupção no mundo.

PROPÓSITO:

A mulher tem um poder de influência muito grande sobre o homem, e devido à natureza pecaminosa, que sempre pende para o mal, ela falha ao influenciar o esposo a tomar decisões errôneas. Uma forma de cumprir bem esse propósito é se submeter a Deus e usar de sabedoria para auxiliar corretamente o esposo e família nas decisões da vida.

PROPÓSITO:

Quando os filhos de Deus escolheram mulheres mundanas para si, em vez de se casarem com elas, as filhas de Deus venceram a rejeição e aceitaram ficar em segundo plano porque elas mantiveram sua fidelidade a Deus.

DEVO EVITAR:

  • Devo evitar usar minha beleza e influência para o mal.

DEVO IMITAR:

  • Preciso manter minha fidelidade e pureza diante de Deus, mesmo quando for preterida.

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA:

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

A Bíblia em Ordem Cronológica: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

CHAMPLIN, Russell Norman. O Antigo Testamento Interpretado: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Gênesis. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 1.

7. Mulher da Bíblia: A Esposa de Noé

REFERÊNCIA BÍBLICA: Gênesis 6:18; Gênesis 7:6,13; Gênesis 8:15,18

SIGNIFICADO DO NOME: O nome dela não é mencionado.

LOCAL: Proximidades do Éden e Monte Ararate

ÉPOCA: ~ 2439 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Por causa do relacionamento de seu marido com Deus, ela foi incluída na Aliança com o SENHOR.

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • ESPOSO: Noé

  • FILHOS: Sem, Cam e Jafé

  • PESSOAS ENVOLVIDAS: Noras

HISTÓRIA:

PRÉ-DILÚVIO

Ela se casou com um herói da fé: Noé, e quando este tinha 500 anos (Gn 5:32) eles tiveram 3 filhos: Sem, Cam e Jafé. Seus filhos escolheram esposas e se casaram. Eles viviam num mundo tão depravado, como os de hoje, então um certo dia, Noé contou à sua esposa, filhos e noras sobre as Palavras de Deus de destruir a Terra com um dilúvio e o modo como se salvariam. Essa mesma mensagem foi apregoada por Noé, mas as demais pessoas não o ouviram. A esposa de Noé, creu, obedeceu e cooperou com ele.

DILÚVIO

Depois de concluída a construção da grande arca, entraram, segundo a ordem do SENHOR, Noé, sua esposa, seus filhos, suas noras e os animais. Eles ficaram guardados na arca por 377 dias (o calendário contava com 30 dias, para cada mês, e 12 meses totalizavam 360 dias), a data de entrada foi 10/02/600* (Gn 7:6,10 e 11) e a data de saída 27/02/601* (Gn 8:14), 1 ano e 17 dias (*o ano 600 e 601 era a idade de Noé). Nesse período, dentro da arca, ela cuidava do esposo e animais com a ajuda das noras. Eles se alimentavam, banhavam, lavavam roupas e cuidavam dos animais com todos o armazenamento feito por Noé com a orientação de Deus. Do lado de fora da arca, as pessoas, animais e plantas foram destruídas. Eles ouviram a chuva caindo, sentiram a arca navegando por cima das águas, as águas baixaram, espiaram por uma janela o mundo lá fora, até que chegou o dia de saírem.

PÓS-DILÚVIO

Ao saírem da arca, eles estavam ancorados em outro lugar, era um novo mundo, que seria povoado por eles. A esposa de Noé participou da Aliança feita por Deus de que a terra não mais seria destruída pelas águas. Ela também participou da bênção que Deus lhe proporcionara de ser a nova mãe das nações do mundo. Tal como Eva, a sua semente iria repovoar a terra e, como Caim e Sete, seus filhos, Cam e Sem, igualmente se dividiram em amaldiçoados e abençoados por Deus. Seu esposo se tornou dono de uma grande vinha, (o vinho simboliza alegria) e permaneceu fiel até o fim.

Gênesis 9:1-2 → Bênção e domínio: Deus abençoa a Noé e seus filhos com a mesma bênção a Adão e Eva (Gn 1:28), de ser fértil, multiplicar e encher a terra.

Gênesis 9:3-4 → Nova dieta: A dieta prescrita no Éden (Gn 1:29) era somente as plantas e frutos com sementes, dessa vez a nova dieta continha um acréscimo de Deus: os animais estava liberado como alimento, mas deveriam ser comidos sem o sangue.

PROPÓSITOS:

Gerar a nova humanidade.

Auxiliar Noé nos cuidados dentro da arca.

DEVO IMITAR:

  • Devo escolher me casar com um homem com uma fé sólida em Deus, ou, orar para Deus solidificar a fé do meu marido;

  • Devo respeitar, ser submissa e obediente ao meu marido, orientado por Deus, pois isso me poupará da destruição;

  • Preciso aprender a me adaptar e aceitar grandes mudanças;

  • Preciso entender que o chamado e aliança de Deus com meu esposo também se estende a mim.

DEVO EVITAR:

  • Não posso ser rebelde à ordem de Deus entregue pelo meu marido. A esposa de Noé obedeceu a ordem de Deus, dada por Noé e foi salva da destruição do mundo.

DESTAQUES:

“É interessante que a duração da obediência de Noé neste projeto tenha sido maior que o período de vida das pessoas hoje. O único projeto em longo prazo comparável a este é a nossa própria vida. Aqui talvez esteja o grande desafio que a vida de Noé nos oferece – viver, na aceitação da graça de Deus, uma vida inteira de obediência e gratidão.”

Comentário da Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA:

BÍBLIA DE ESTUDO APLICAÇÃO PESSOAL. Versão Almeida Revista e Corrigida. Ed. 1995. São Paulo: CPAD, 2010.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

A Bíblia em Ordem Cronológica: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

CHAMPLIN, Russell Norman. O Antigo Testamento Interpretado: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Gênesis. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 1.

08. MULHERES DA BÍBLIA: As Esposas de Sem, Cam e Jafé

REFERÊNCIA BÍBLICA: Gênesis 6:18; Gênesis 7:6,13; Gênesis 8:15,18; Gênesis 9:1
SIGNIFICADO DO NOME: Seus nomes não são mencionados.
LOCAL: Mesopotâmia e Monte Ararate ÉPOCA: ~ 2419 a.C.
RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Esposa de Sem: Recebeu a principal bênção de Deus, através de seu marido (Gn 9:23, 26)
  • Esposa de Cam: Recebeu a maldição de Deus, por causa do pecado do esposo (Gn 9:22, 25)
  • Esposa de Jafé: Ficou debaixo da bênção de seu irmão Sem (Gn 9:23, 26)
RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • SOGROS: Noé e esposa
  • ESPOSOS: Sem, Cam e Jafé
  • FILHOS:

– Sem e esposa:

Elão (significa “Mocidade”),

Assur (significa “Planície”),

Arfaxade (significado desconhecido),

Lude (significa “Curvando”) e

Arã (significa “Magnificente”).

– Cam e esposa:

Cuxe (significa “Trevas”),

Mizrataim (significa “Terra Roxa”),

Pute (significa “Extensão”) e

Canaã (significa “Negociante” ou “Planície”).

– Jafé e esposa:

Gomer (significa “Completo” ou “Perfeito”),

Magogue (significa “Expansão”),

Madai (significa “Meio” ou “Estendido do SENHOR”),

Javã (significa “Barro” ou “O jovem”),

Tubal (significa “Derramando”),

Meseque (significa “Pronto” ou “Ativo”) e

Tiras (significa “Desejo”).

  • PESSOAS ENVOLVIDAS: Noé e esposa, filhos e netos que foram os pais das nações:– Sem: hebreus, caldeus, assírios, persas, sírios;– Cam: cananeus, egípcios, filisteus, hititas, amorreus;– Jafé: gregos, trácios e citas.
HISTÓRIA:

Do mesmo modo que a esposa de Noé foi obediente à ordem do SENHOR a Noé, as esposas de Sem, Cam e Jafé atenderam, creram e aceitaram o chamado. Elas não tinham filhos antes de entrarem na arca. Dentro da arca elas auxiliaram seus sogros e ficaram confinadas 377 dias. Depois de saírem, elas foram abençoadas pelo SENHOR e conceberam filhos que se tornaram pais das nações do mundo.

Sem e sua esposa tiveram 5 filhos, ele e seus filhos foram os escolhidos por Deus para serem o povo separado para Deus, deles descenderam os hebreus. Pelegue, cujo nome significa “divisão”, se destacou pelo fato de a terra ser dividida (a Pangea se divide ou à época da confusão das línguas na Torre de Babel) quando nasceu.

Cam e esposa tiveram 4 filhos. Por causa da má atitude de Cam com o seu pai, ele e seus descendentes foram amaldiçoados por Deus. Os cananeus e filisteus descenderam dele e foram cruéis inimigos dos hebreus. Na genealogia de Cam, Ninrode se destacou como um valente caçador e fundou Babel (Babilônia).

Jafé e sua esposa tiveram 6 filhos. Eles e seus filhos habitaram nas terras próximas ao mar.

PROPÓSITO:

Atendendo ao chamado e propósito do SENHOR, essas mulheres ficaram livres da destruição e povoaram a terra, gerando filhos que foram os patriarcas de suas nações.

DEVO IMITAR:

  • Obedecer a uma ordem do SENHOR decorre em bênçãos até para as futuras gerações
DESTAQUES:

“Observação: A bênção sempre acompanha a obediência. As noras de Noé deram início a um a nova raça. As inúmeras nações da Terra originaram-se dessas mulheres anônimas, porém obedientes, que amaram a Deus.”

Elizabeth George, em “Mulheres que Amaram a Deus”

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA:

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

A Bíblia em Ordem Cronológica: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

CHAMPLIN, Russell Norman. O Antigo Testamento Interpretado: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Gênesis. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 1

GEORGE, Elizabeth. MULHERES QUE AMARAM A DEUS. Tradução: Maria Emília Campinas. São Paulo: Editora United Press, 2001.

MCNAIR, S. E. Pequeno Dicionário Bíblico. Tradução: Degmar Ribas. CPAD: Rio de Janeiro, 2012.

09. MULHERES DA BÍBLIA: As Semitas

REFERÊNCIA BÍBLICA: Gênesis 11:11-24
SIGNIFICADO DO NOME: A Bíblia não menciona os nomes delas.
LOCAL: Mesopotâmia ÉPOCA: ~ 2319 – 1967 a.C.
RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Toda a descendência de Sem recebeu a bênção de ser uma potência mundial por uma atitude prudente e correta do ancestral (ver Gn 9:25-27)
RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • PESSOAS ENVOLVIDAS: Sem, Arfaxade, Selá, Éber, Pelegue, Reú, Serugue, Naor, Terá, Abrão, Naor, Harã e Ló; esposas, filhos e filhas.
HISTÓRIA:

As semitas, são as mulheres (esposas e filhas) descendentes de Sem, o filho de Noé. A genealogia narrada em Gênesis 5, lista a descendência do Velho Mundo, que vai de Adão até Noé, e em Gênesis 11, a descendência patriarcal, que vai de Sem até Abrão. Em ambas, ficam registrados os principais cabeças (que são 10 em cada) e uma menção aos filhos e filhas de forma geral, porque é apenas uma genealogia representativa, abrangendo várias gerações e épocas. Porque os nomes das descendentes de Sem não estão registrado nome por nome, não significa dizer que elas não tiveram importância. Há 2 aspectos importantes aqui:

  1. A genealogia é representada por homens: Os homens, primogênitos, são os representantes e responsáveis das famílias.
  2. Essas mulheres [… as filhas de…] prepararam o caminho para a criação da nação de Israel e compuseram a genealogia do Messias (Mt 1:23-28 e Lc 3:23-38).
PROPÓSITO:

As semitas estavam casando e tendo filhos com um propósito maior: formarem a nação escolhida por Deus de onde viria o Messias.

DEVO IMITAR:

  • Devo entender que o ciclo da vida tem um propósito divino que abrange eras futuras.
DEVO EVITAR:

  • Não preciso me sentir inferior quando meu nome não for citado em grandes projetos, nem porque devo me submeter ao meu pai e marido.
REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA:

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

CHAMPLIN, Russell Norman. O ANTIGO TESTAMENTO INTERPRETADO: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Gênesis. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 1

10. MULHER DA BÍBLIA: Sarai/Sara

REFERÊNCIA BÍBLICA: Gênesis 11:29-31; Gênesis 12:5-17; Gênesis 16:1-8; Gênesis 17:15-21; Gênesis 18; Gênesis 20:2-18; Gênesis 21:1-12; Gênesis 23:1-19; Gênesis 24:36, 37; Gênesis 25:10, 12; Gênesis 49:31

SIGNIFICADOS DOS NOMES:

Os nomes Sarai e Sara costumam ser definidos como “Princesa”. Mas, devemos estudar os significados desses nomes, comparando com o de Abrão/Abraão no original, em hebraico. Observe os nomes no hebraico antes e depois da mudança:

Uma mesma letra hebraica foi adicionada em ambos os nomes: Hey [ ה ]. Segundo Parsons (2018), Hey [ ה ] é a junção de 2 letras: o Dalet [ ד ], essa letra carrega o significado da quebra do relacionamento do homem com Deus, e o Yod [ י ], essa letra representa a figura de uma mão e compunha o nome de Sarai. A junção das duas letras formou então a letra Hey [ ה ] que significa o homem resgatado por Deus e Deus morando no homem.

Abraão teve acrescentado essa letra em seu nome e Sara teve o Yod [ י ] trocado por essa letra, Hey [ ה ], ampliando assim o seu significado. A letra Hey [ ה ] está em posição diferente nos nomes de Sara e Abraão, porque essa letra no final, torna um substantivo feminino (lembre que as palavras em hebraico são lidas de trás para frente).

Os nomes de Abraão e Sara receberam uma mesma letra em seus nomes, tal como um casal recebe o mesmo sobrenome ao se casar. Além disso, o significado de seus novos nomes foi definido pelo próprio Deus: Abraão, “Pai de Nações”, e Sara, “Mãe de Nações”, deles foi escolhida uma nação feita por Deus e para Deus.

A tradução “Princesa”, também pode ser interpretada pelo seu campo semântico, que abrange “Senhora”, “rainha”, em outras palavras, uma mulher de posição elevada, do mesmo nível de Abraão, o Amigo de Deus, Pai da Fé e Pai de Uma Grande Nação.

Pouco percebemos essas mudanças na tradução para o português. Perderam-se o significado e uma letra, o “i” [SARAI → SARA; Abrão → Abraão], quando, originalmente, a letra foi trocada por outra que ampliou seu significado. Na tradução para o inglês, a letra “i” foi trocada por “h” a letra mais próxima à Hey [ ה ] [SARAI → SARAH; Abram → Abraham]. Toda vez que Deus falava de Sua promessa a Abraão, ele a ampliava.

LOCAL: Ur, Harã, Canaã e Egito. ÉPOCA: ~ 1957 – 1830 a.C. IDADE: 127 anos
RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Sara é conhecida como uma mulher de fé que esperou fielmente em Deus e O agradou com seu espírito manso e tranquilo (1 Pe 3:4-6 e Hb 11:11). Sara tinha muito temor a Deus e teve a oportunidade de Lhe preparar um banquete. O relacionamento dela com Deus era pessoal e de temor.
RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • PAI: Terá
  • ESPOSO: Abrão/Abraão
  • FILHO: Isaque
  • SOGRO: Terá
  • MEIOS-IRMÃOS: Abrão/Abraão, Naor e Harã
  • SOBRINHO: Ló
  • PESSOAS ENVOLVIDAS: Hagar e Ismael, reis do Egito e Gerar, o Anjo do SENHOR
RESUMO DA VIDA:

Sarai/Sara foi a única mulher na qual a Bíblia registra a idade, por isso vamos fazer uma breve biografia pelos seus anos de vida:

1 ano → Sarai nasce em Ur, a grande cidade na baixa Mesopotâmia. Dez anos antes, havia nascido seu irmão por parte de pai, Abrão, seu futuro esposo. No início da vida na terra, era normal parentes próximos casarem entre si.

~ 30 anos → A Bíblia não deixa registrado com quantos anos ela se casou com Abrão, mas intuímos que foi na juventude, KLASENN (2003) aproxima para 30. Sarai descobre que “era estéril, não tinha filhos” (Gn 11:29-30).

~ 50 anos → A Bíblia também não deixa registrado com quantos anos Sarai partiu de Ur (REESE (2003) aproxima para 50 anos) quando Abrão recebeu a ordem e promessa de Deus de morar numa outra terra que seria dada a ele e a sua descendência. Sarai o acompanha. Junto também foram o pai-sogro de Sarai, Terá, e o sobrinho de Abrão, Ló.

65 anos → Terá morre, e Abrão e Sarai, na companhia de Ló, partem de Harã para Canaã, eles foram conhecendo toda a extensão da terra que seus descendentes iriam morar. A fome na terra em que estavam os levou ao Egito, e lá Sarai foi requisitada pelo faraó, tamanha era sua beleza. Para tanto, Abrão e Sarai tinham combinado de falarem que eram irmãos, omitindo a parte de que eram casados (para Abrão, Sarai estaria provando sua lealdade a ele, porque ele temia por sua vida). Quando faraó descobriu a verdade, deu tudo que era necessário para eles partirem dali (provavelmente, foi nessa época que Abrão e Sara adquiriram a serva egípcia, Hagar).

76 anos → Depois de tantos anos, Sarai continuava bela, mas não tinha filhos. Eles voltaram à Canaã e Sarai, então, entrega sua serva, Hagar, para engravidar de Abrão. Com todos os percalços, Ismael nasce, mas Sarai não o torna seu filho como havia pensado.

89 anos → Era primavera, o SENHOR visita Abrão e este lhe prepara um banquete, e delega a Sarai a tarefa de fazer pães, da melhor farinha e sem fermento, para a visita mais ilustre que eles já tinham recebido. Deus muda o nome de Abrão para Abraão e o de Sarai para Sara, explicando que a promessa de uma descendência numerosa também se estendia a ela. Ao ouvir o que o SENHOR dizia, por trás da tenda, Sara ri para si mesma, achando engraçado o fato de ser mãe na velhice ante a impossibilidade. O SENHOR a repreende e corrige, afirmando que o nome do filho deles seria “Isaque”, que significa “Riso”, e que ela engravidaria dali a 1 ano. Sara, mesmo na velhice, tornou a ser cobiçada por outro rei, Abimeleque. Como o combinado eles disseram que eram irmãos, e todas as mulheres da casa de Abimeleque ficaram estéreis, só depois que Sara foi dispensada que elas tornaram a engravidar. Deus não permitiu que outro homem, senão Abraão, seu marido, a tocasse.

90 anos → Sara, enfim, engravida, dá à luz a um lindo menino e dá o nome escolhido por Deus: “Isaque”, que significa “Riso”. Sara riu de felicidade e também por achar engraçado amamentar na velhice. A bênção de Deus trouxe à terra uma novidade milagrosa: uma anciã tornou-se mãe de primeira viagem, provando que para Deus nada é impossível.

~ 93 anos → Isaque foi desmamado, e Sara fala com Abraão para despedir Hagar e Ismael, porque segundo a própria Palavra de Deus, Ismael não herdaria com Isaque.

127 anos → Sara morre e Abraão realiza um grande sepultamento, com direito a um cemitério especial no campo de Macpela, comprado por 400 peças de prata, que correspondia cerca de 4,8 kg de prata. Isaque ficou profundamente triste com a morte de sua mãe, só foi consolado por Rebeca.

PROPÓSITO:

O propósito da vida de Sara foi o de ser a matriarca da grande nação escolhida por Deus, Israel, que culminou no Messias, Jesus, o Filho de Deus. Sara passou pelo teste do tempo e permaneceu confiando e esperando no SENHOR. No final, toda sua espera foi recompensada com alegria. Ela morreu com a esperança do que Deus faria através de seu único filho.

Sara foi a 1ª heroína da fé, seu nome consta na lista em Hebreus 11, tal qual Abraão é o pai da fé, Sara, é a mãe espiritual das mulheres cristãs de todas as épocas, pois, um ícone de beleza, é exemplo de mulher de Deus, esposa e mãe.

DEVO IMITAR:

  • Devo imitar a beleza interior de Sara: com um espírito manso e tranquilo (1 Pe 3:4-6);
  • Devo imitar a submissão de Sara ao seu esposo (ela não tomou nenhuma decisão sem antes receber a autorização de Abraão);
  • Devo imitar a fé, confiança e lealdade de Sara no Deus que realiza o impossível;
  • Devo ter paciência, crendo mesmo contra a esperança (Hb 11:11);
  • Preciso desenvolver meus talentos de cozinheira, anfitriã e hospitaleira, para, tal qual Sara, ser capaz de servir às pessoas como ao SENHOR.
DEVO EVITAR:

  • Não posso tomar uma decisão sem antes consultar a Deus. Abraão aceitou a proposta de Sara de receber Hagar como mulher, mas Deus não. Minha primeira submissão deve ser a Deus, Ele vai me orientar corretamente e evitar problemas futuros;
  • Diante de Deus, não posso esconder a verdade. Ele lê cada pensamento meu e também sabe qual a motivação do meu coração. Não preciso temer, nem me envergonhar de minhas falhas, o SENHOR, que me conhece, deseja injetar fé em meu coração.

DESTAQUES:

“Visitou o SENHOR a Sara, como lhe dissera, e o SENHOR cumpriu o que lhe havia prometido. Sara concebeu e deu à luz um filho Abraão na sua velhice, no tempo determinado, de que Deus lhe falara.” (21:1-2). Sara lhe deu o nome de Isaque, que significa “riso”. “E disse Sara: Deus me deu motivo de riso; E todo aquele que ouvir isso vai rir-se juntamente comigo” (21:6). Assim, ela confessou a risada que antes tentara negar.
Temos aqui um vislumbre fascinante do caráter verdadeiro de Sara pelo fato de que ela viu humor genuíno no modo como Deus tratou com ela. “Quem teria dito a Abraão que Sara amamentaria um filho? Pois na sua velhice lhe Dei um filho” (v.7). […] Depois dos anos de amarga frustração, ela podia apreciar a ironia e ter prazer na graça de ser mãe em idade tão avançada. Sua ambição de vida agora se realizava, e a lembrança dos anos de desencanto amargo desapareceu de vista. Na verdade, Deus havia sido fiel.”

John MacArthur, em “Doze Mulheres Notáveis”

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

BÍBLIA DE ESTUDO APLICAÇÃO PESSOAL: Versão Almeida Revista e Corrigida. Ed. 1995. São Paulo: CPAD, 2010.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA SAGRADA: Nova Versão Transformadora. 1. ed. São Paulo: Mundo Cristão, 2016.

CHAMPLIN, Russell Norman. DICIONÁRIO A-Z. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 6 e 7.

CHAMPLIN, Russell Norman. O ANTIGO TESTAMENTO INTERPRETADO: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Gênesis. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 1.

MACARTHUR, John. DOZE MULHERES NOTÁVEIS: Como Deus Formou Mulheres da Bíblia e o que Ele quer Fazer com Você. Traduzido por Elizabeth Stowell Charles Gomes. 2. Ed. São Paulo: Cultura Cristã, 2014.

PARSONS, John J. HEBREW FOR CHRISTIANS: The Letter Hey. Disponível em: <http://www.hebrew4christians.com/Grammar/Unit_One/Aleph-Bet/Hey/hey.html&gt;. Acesso em: 15 jan. 2018.

11. MULHER DA BÍBLIA: Milca

REFERÊNCIA BÍBLICA: Gênesis 11:29; Gênesis 22:20-24; Gênesis 24:15,24
SIGNIFICADO DO NOME: “No hebraico, conselho. Há algumas variantes textuais, que incluem Melcha (na Septuaginta), e Malka, que já significa «rainha».” CHAMPLIN, 2001
LOCAL: Ur dos Caldeus ÉPOCA: ~ 1957 a.C.
RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Era de uma família tradicional que dava bom exemplo de seguir a Deus.
RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • PAI: Harã
  • IRMÃOS: Iscá e Ló
  • ESPOSO: Naor
  • FILHOS: Uz, Buz, Quemuel, Quésede, Hazo, Pildas, Jidlafe e Betuel
  • NETOS: Labão, Rebeca
  • SOGRO: Terá
  • AVÔ: Terá
HISTÓRIA:

Milca ficou órfã de pai muito cedo. Ela se casou com seu tio, Naor e juntos tiveram 8 filhos. Seu esposo Naor, teve uma concubina chamada Reumá, com quem teve mais 3 filhos. Milca não acompanhou seu sogro-avô, Terá; seu irmão, Ló; seus tios, Abraão e Sara, quando partiram de Ur. Ela teve filhos depois da partida deles. Eleazar levou a neta de Milca, Rebeca, de Ur para Canaã, para ser a esposa de Isaque.

PROPÓSITO:

Milca foi amparada por seu tio, Naor, e juntos, formaram uma família que serviu de referência por pelo menos 2 gerações, mesmo numa terra pagã.

DEVO IMITAR:

  • Manter a tradição: porque Milca manteve a tradição, separada da cultura e práticas local, sua família serviu de referência para Abraão;
  • Ser luz nas trevas: Ur foi o lugar de onde Deus tirou Abraão, uma cidade pagã, mas Milca e família permaneceram lá, sendo o diferencial na terra;
  • Permanecer no lugar em que for chamada: Naor e Milca podiam ter seguido Abraão, mas não receberam a ordem do SENHOR, afinal aquele lugar era a terra deles, permaneceram lá e para lá se dirigiram Eleazar e Jacó.
REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA:

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

CHAMPLIN, Russell Norman. DICIONÁRIO A-Z. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 6 e 7.

SCHIMIDT, Alaid Schiavone. PEQUENA ENCICLOPÉDIA BÍBLICA DE TEMAS FEMININOS – Com Ênfase nos Assuntos da Família. São Paulo: Arte Editorial, 2008.

12. MULHER DA BÍBLIA: Hagar

REFERÊNCIA BÍBLICA: Gênesis 16:1-13; 21:8-20; 25:12
SIGNIFICADO DO NOME: Hagar, é o nome em hebraico da escrava egípcia e pode significar “Estrangeira” ou “Fugitiva”.
LOCAL: Egito, Canaã e Deserto de Parã ÉPOCA: ~ 1950 a.C.
RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Hagar teve 2 encontros marcantes com Deus, em ambos, ela obedece as ordens do SENHOR.
RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • SENHORES: Abraão e Sara
  • FILHO: Ismael
HISTÓRIA:

Hagar, nascida no Egito, foi entregue para ser escrava de Sara, e Sara a entregou para gerar filhos de seu senhor Abraão. Ela se exaltou contra a senhora e fugiu quando foi punida. O SENHOR foi ao encontro dela para corrigi-la e contar-lhe as promessas a respeito do filho que iria gerar, Ismael (significa “Deus ouve”. Ela obedece a ordem do SENHOR de voltar e se humilhar diante de Sara. Não houve mais registros de mau comportamento de Hagar. Catorze anos mais tarde, Abraão e Sara expulsam Hagar e Ismael de casa, por causa da zombaria de Ismael contra Isaque. Hagar passou maus bocados no deserto de Parã, mas Deus a ajudou a se estabilizar. Ela achou uma fonte de água, se instalou ali com Ismael. Mais tarde, ela arranjou uma esposa, sua conterrânea, para seu filho Isaque. Abraão, antes de morrer, deu presentes a Hagar.

PROPÓSITO:

Hagar é usada, por Paulo, para ilustrar o antigo pacto da lei de Deus com Israel (Gálatas 4:21-31) contrapondo com a graça, que é ilustrada por Sara.

DEVO IMITAR:

  • Devo obedecer e ser uma humilde serva do SENHOR
DEVO EVITAR:

  • Não posso ter revoltas ou orgulho em meu coração
DESTAQUES:

“O trágico conflito travado ainda hoje no Oriente pelos filhos de Isaque e Ismael – judeus e árabes – já estava retratado na pequena guerra entre Sara e Agar. Mesmo assim, a história dá um bom exemplo de como Deus protege e dirige por bons caminhos.”

Eva Mündlein, em “Histórias de Mulheres da Bíblia”

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA:

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

BÍBLIA SAGRADA: Nova Versão Transformadora. 1. ed. São Paulo: Mundo Cristão, 2016.

CHAMPLIN, Russell Norman. DICIONÁRIO A-Z. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 6 e 7.

MÜNDLEIN, Eva. HISTÓRIAS DE MULHERES DA BÍBLIA. Tradução: Irene Reinhold. Revisão: Sociedade Bíblica do Brasil. São Paulo: Sociedade Bíblica do Brasil, 2010.

13. MULHER DA BÍBLIA: A Mulher de Ló

REFERÊNCIA BÍBLICA: Gênesis 14:1-16; Gênesis 19:15,16,26
SIGNIFICADO DO NOME: Seu nome não é mencionado
LOCAL: Ur dos Caldeus, Harã, Canaã e Sodoma ÉPOCA: ~ 1957 – 1868 a.C.
RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • A esposa de Ló foi resgatada pelos anjos do SENHOR, mas seu coração estava longe de Deus.
RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • ESPOSO: Ló
  • FILHAS: 2 moças (a Bíblia não cita seus nomes)
RESUMO DA VIDA:

A esposa de Ló é citada e conhecida pelo dia fatídico de sua morte, no entanto podemos nos atentar a alguns detalhes nas entrelinhas. Muito provavelmente ela havia acompanhado Ló desde Ur, para Harã, de Harã para Canaã até chegarem às campinas do Jordão, passaram a morar em Sodoma e viviam em ótimas condições financeiras. Certa vez, ela, seu esposo, Ló, e suas filhas foram levados cativos pelo poderoso rei de Elão, Quedorlaomer. Foram socorridos e trazidos de volta por Abrão e seus confederados. No dia que os dois anjos chegaram para destruir Sodoma, falaram com eles para saírem depressa dali. No entanto, a família se demorava, não se sabe se estavam arrumando a mudança. Quando os anjos viram que a hora de destruir estava chegando, tomaram os quatro: Ló, a esposa e as duas filhas, para se salvarem. Mas, a esposa de Ló não queria ir embora dali, embora fosse um lugar muito bonito, as pessoas haviam ultrapassado os limites de devassidão e pecados. Antes de serem arrancados do lugar a força, o anjo avisou para ninguém olhar para trás e não parar até que chegassem às montanhas. Mas, a esposa de Ló, acabou revelando o que havia em seu coração ao olhar para trás, ela não queria deixar para trás seus bens e riquezas, por isso, foi instantaneamente transformada numa estátua de sal.

PROPÓSITO:

Sua vida acabou sendo tomada como exemplo do que não devemos seguir: uma cristã que vive apegada às coisas terrenas, desatenta à vinda de Jesus.

DEVO EVITAR:

  • Não posso abrigar em meu coração nada que seja mais importante que o SENHOR, Ele deve vir em 1º lugar;
  • Não posso me apegar as coisas da terra;
  • Preciso obedecer fielmente a Palavra de Deus.
DESTAQUE:

Aconteceu a mesma coisa nos dias de Ló. O povo estava comendo e bebendo, comprando e vendendo, plantando e construindo. Mas, no dia em que Ló saiu de Sodoma, choveu fogo e enxofre do céu e os destruiu a todos. Acontecerá exatamente assim no dia em que o Filho do homem for revelado. Naquele dia, quem estiver no telhado de sua casa, não deve descer para apanhar os seus bens dentro de casa. Semelhantemente, quem estiver no campo, não deve voltar atrás por coisa alguma. Lembrem-se da mulher de Ló! Quem tentar conservar a sua vida a perderá, e quem perder a sua vida a preservará.”

Jesus, em Lucas 17:28-32

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

14. MULHERES DA BÍBLIA: As duas filhas de Ló

REFERÊNCIA BÍBLICA: Gênesis 14:1-16; Gênesis 19:6 e 12, 19:14-16, 19:30-38
SIGNIFICADO DO NOME: Seus nomes não são mencionados
LOCAL: Canaã, Sodoma e Zoar ÉPOCA: ~ 1868 a.C.
RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • As filhas de Ló pecaram gravemente contra o SENHOR por não confiar nEle para prover filhos e preservar a linhagem
RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • ESPOSO:
  • FILHOS:
  1. Moabe: filho e neto de Ló com sua primogênita, esse nome significa “água do pai”.
  2. Lo-Ami: filho e neto de Ló com sua caçula, esse nome significa “filho do meu povo”. Lo-Ami é o pai dos filhos de Amom (amonitas).
RESUMO DA VIDA:

As duas filhas de Ló, moravam em Sodoma, quando foram levadas cativos pelo poderoso rei de Elão, Quedorlaomer. Foram socorridas e trazidas de volta por Abrão e seus confederados. No dia que os dois anjos chegaram para destruir Sodoma, seu pai as ofereceram aos homossexuais sodomitas em lugar dos 2 visitantes. Os sodomitas as rejeitaram. Elas estavam noivas de 2 sodomitas, e quando Ló os chamou para se salvarem da destruição iminente, eles desprezaram as palavras de Ló. As duas filhas de Ló salvaram suas vidas, mas perderam a mãe, os noivos, seus bens e a esperança naquela destruição. Elas e seu pai ficaram pouco tempo em Zoar, de um palácio em Sodoma, foram morar numa caverna dos montes. Longe de tudo e de todos, elas não acreditavam que ainda havia homens heterossexuais na terra, por isso embebedaram o pai, e tiveram relações sexuais com ele, com a justificativa de preservar a linhagem. A primogênita engravidou do pai numa noite e a caçula na noite seguinte. Os dois filhos delas, Moabe e Amom, se tornaram num povo belicoso e contra seus parentes, os israelitas.

PROPÓSITO:

Essas duas jovens servem de exemplo do que uma jovem cristã, que deseja casar, NÃO deve fazer. Apesar de toda a dor devido às perdas que sofreram, elas se limitaram a julgar o mundo inteiro por algo que acontecia restritamente em Sodoma, e mais 4 cidades ao arredor (Sodoma, Gomorra, Admar, Zeboim e Zoar – conforme Oséias 11:8, das 5 cidades 4 foram destruídas, ver também Gn 14:2, 19:17-23.

DEVO EVITAR:

  • Não posso tomar decisões importantes quando estiver em estado de choque ou numa situação de crise, porque os resultados são desastrosos;
  • Não posso perder a esperança em Deus e do que Ele pode fazer de bom por mim e para minha família;
  • Quando sofrer perdas, não posso pecar contra Deus, só preciso orar por cura e por ampliação da minha visão de mundo.
DESTAQUE:

“[…] Aqueles que tomam uma decisão ruim atrás da outra tomam decisões durante os “baixos” da vida. […] Encolho-me quando ouço certos oradores dizerem: “É melhor tomar uma decisão errada, imediatamente, que não tomar decisão nenhuma”. Não acredite nisto! […] Usualmente, decisões erradas são feitas na hora errada, e decisões certas são feitas na hora certa. A razão? Deixamos o ambiente controlar o nosso pensamento, que controla as nossas decisões. Por conseguinte, quanto mais tomamos decisões nos momentos calmos da vida, menos as tempestades podem derrubar-nos. […]”

John Maxwell, em “Atitude Vencedora”

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

CHAMPLIN, Russell Norman. DICIONÁRIO A-Z. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 6 e 7.

CHAMPLIN, Russell Norman. O ANTIGO TESTAMENTO INTERPRETADO: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Gênesis. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 1.

MAXWELL, John. ATITUDE VENCEDORA. Rio de Janeiro: Casa Publicadora das Assembleias de Deus, 2004.

15. MULHERES DA BÍBLIA: A esposa e as servas de Abimeleque

REFERÊNCIA BÍBLICA: Gênesis 20; 20:17-18

SIGNIFICADO DO NOME: Não são citados.

OCUPAÇÃO: A esposa de Abimeleque era rainha, e as servas citadas aqui podem ser concubinas, escravas, ou ainda todas súditas em Gerar.

LOCAL: Gerar

ÉPOCA: ~ 1867 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • A esposa e as servas de Abimeleque receberam a punição de Deus (esterilidade), porque Abimeleque havia tomada a Sara como esposa (mesmo não tendo tocado nela).

RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • ESPOSO: Rei Abimeleque (do hebraico “pai real”, um título dos reis filisteus)

  • PESSOA ENVOLVIDA: Abraão e Sara

RESUMO DA VIDA:

A esposa de Abimeleque, era a rainha de Gerar e compartilhava seu marido com muitas outras mulheres (concubinas ou servas) no harém. Era comum um rei ter várias mulheres ao seu dispor, embora tivesse uma esposa, nomeada rainha. O harém era símbolo de poder, por isso, devemos intuir que o rei Abimeleque era um homem muito rico. Somente as mulheres mais bonitas faziam parte do seleto grupo que ficava no harém à disposição do rei. Nesse contexto, que Sara, meia-irmã e esposa de Abraão, entra no harém de Abimeleque, aos 90 anos de idade. Entretanto, após a entrada de Sara ali, a rainha e as servas (ou até mesmo todas as mulheres de Gerar) pararam de engravidar. Após essa indicação de que havia algo de errado, o próprio Abimeleque também fica com problemas e Deus lhe dá um sonho revelador. Abimeleque descobre que na verdade Sara era uma mulher casada e a devolve com muito temor e pacificamente a Abraão. Depois da oração de Abraão, Abimeleque, a rainha e todas as mulheres, voltam a engravidar e ter filhos saudáveis.

PROPÓSITO:

O episódio da infertilidade e a subsequente cura, mostrou a Abimeleque, às mulheres e a todo povo de Gerar, o grande Deus que Abraão servia.

DEVO IMITAR:

  • Depois de confessar meus pecados e ser perdoada, posso ser curada através da oração (Tg 5:15-16).

  • Gerar filhos (biológicos e/ou espirituais) é um dom de Deus.

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

CHAMPLIN, Russell Norman. O ANTIGO TESTAMENTO INTERPRETADO: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Gênesis. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 1.

16. MULHER DA BÍBLIA: Reumá

REFERÊNCIA BÍBLICA: Gênesis 22:24
SIGNIFICADO DO NOME: “Exaltada” ou “Pérola”
LOCAL: Ur dos Caldeus ÉPOCA: ~ 1957
RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Não é citado
RELACIONAMENTOS COM O PRÓXIMO:

  • ESPOSO e senhor: Naor
  • FILHOS: Tebá, Gaã, Taás e Maaca
  • PESSOAS ENVOLVIDAS: Milca, esposa de Naor; Abraão e Sara; Isaque e Rebeca; Jacó
RESUMO DA VIDA:

Reumá era concubina de Naor. As concubinas eram tomadas por mulher, em pelo menos 2 casos:

  1. A mulher era uma escrava muito bonita, nesse caso, ela passava a ter privilégios de esposa
  2. A mulher (escrava ou não) era tomada para dar filhos ao homem, quando a primeira esposa não engravidava. Isso garantia ao homem uma descendência.

Sabemos que Naor havia se casado com Milca, que demorou para lhe dar filhos. Provavelmente, Reumá, foi tomada como mulher para dar uma descendência a Naor. Reumá teve 4 filhos, que se tornaram os ancestrais arameus ao norte de Damasco e sul da Síria: Tebá, Gaã, Taás e Maaca. Maaca se tornou uma grande cidade dos siros, e foi citada em 2 Samuel 10:6 (povo que foi conquistado pelo rei Davi). Ao todo, Naor teve 12 filhos, 8 de sua esposa e mais 4 de Reumá, sua concubina. Coincidentemente, Jacó, cuja mãe e esposa eram da descendência de Naor, também teve 8 filhos das 2 esposas, e 4 das 2 concubinas. Os filhos gerados pelas concubinas, não eram considerados bastardos.

PROPÓSITO:

Mulher que recebeu a honrosa missão de dar filhos a Naor.

DEVO IMITAR:

Devo considerar honrosa a missão de gerar filhos.

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

CHAMPLIN, Russell Norman. Dicionário A-Z. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 6 e 7.

CHAMPLIN, Russell Norman. O Antigo Testamento Interpretado: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Gênesis. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 1.

17. MULHERES DA BÍBLIA: As cananeias x As hebreias

REFERÊNCIA BÍBLICA: Gênesis 24:3-8; Gênesis 28:1-9

CANANEIAS

HEBREIAS

SIGNIFICADO DO NOME:

Cananeia é o adjetivo pátrio das mulheres nascidas em Canaã – Canaã, significa “Negociante”, e é a terra onde o neto de Noé e filho de Cam, Canaã, habitou.

SIGNIFICADO DO NOME:

Hebreia é o adjetivo pátrio dos descendentes de Éber (Gn 10:21), ou o nome dado aos peregrinos que atravessavam o rio para as terras “do outro lado”, ou ainda para as pessoas que falavam a língua hebraica.

LOCAL: Canaã, parte baixa da costa Palestina

LOCAL: Harã, na Mesopotâmia

ÉPOCA: ~ 1827 – 1736 a.C.

ÉPOCA: ~ 1827 – 1736 a.C.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Não eram mulheres tementes a Deus

RELACIONAMENTO COM O PRÓXIMO:

  • Mulheres descendentes de Canaã, filho do amaldiçoado Cam. Eram mulheres cheias de intrigas e maus exemplos.

RELACIONAMENTO COM DEUS:

  • Mulheres tementes a Deus

RELACIONAMENTO COM O PRÓXIMO:

  • Mulheres descendentes de Sem, ascendente de Abraão, Naor e Harã. Eram mulheres que mantinham os princípios divinos.

RESUMO DA VIDA:

As mulheres cananeias eram más, irreverentes e sem princípios. O propósito de Deus ao jurar dar a terra de Canaã a Abraão, consistiu justamente por causa da injustiça praticada pelo povo que habitava lá. Abraão sabia que o seu povo, que ainda habitava na Mesopotâmia (Ur, Harã), mantinha o temor a Deus. Abraão enviou seu servo para lá, a fim de arranjar uma esposa para seu filho Isaque. Mais tarde, Isaque enviou seu filho Jacó para lá, de forma que seu filho se casasse com uma hebreia e não cananeia. Além do propósito divino, havia o cuidado de não misturar os descendentes de Sem, da qual pertencia Abraão, com os descendentes amaldiçoados de Cam, ao qual era o pai de Canaã.

PROPÓSITO:

As hebreias são exemplo de mulheres santas. A santificação consiste em vivermos separados da maldição, do erro e de tudo que esteja fora da vontade de Deus. As cananeias, por outro lado, rejeitavam tudo que dizia respeito a temer a Deus e viver de acordo a vontade dEle.

DEVO IMITAR:

  • Devo imitar a vida de princípios, dedicação e separação das hebreias, ser o exemplo de mulher temente a Deus na terra onde vivo.

DEVO EVITAR:

  • Devo evitar me misturar com pessoas que não possuem os mesmos princípios que eu, para não imitar a má conduta.

REFERÊNCIAS CONSULTADAS:

BÍBLIA DE ESTUDO DA MULHER DE FÉ: Nova Versão Internacional. Editora Geral: Jean E. Syswerda. Tradução: Cecília Eller. São Paulo: Editora Vida, 2014.

A BÍBLIA EM ORDEM CRONOLÓGICA: Nova Versão Internacional/edição autorizada da obra de Edward Reese (org.); tradutor Judson Canto (títulos e textos explicativos). São Paulo: Editora Vida, 2003.

CHAMPLIN, Russell Norman. DICIONÁRIO A-Z. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 6 e 7.

CHAMPLIN, Russell Norman. O ANTIGO TESTAMENTO INTERPRETADO: VERSÍCULO POR VERSÍCULO: Gênesis. São Paulo: Hagnos, 2001. Vol. 1.

DAVIS, John. DICIONÁRIO DA BÍBLIA. Rio de Janeiro: Casa Publicadora Batista, 1965.

SCHIMIDT, Alaid Schiavone. PEQUENA ENCICLOPÉDIA BÍBLICA DE TEMAS FEMININOS – Com Ênfase nos Assuntos da Família. São Paulo: Arte Editorial, 2008.

PDF DO ESTUDO DE JANEIRO

O estudo continua em MULHERES DA BÍBLIA: FEVEREIRO

De segunda a sexta tem transmissão no Telegram de meditações sobre as mulheres da Bíblia: @lisland.

18 comentários

  1. Binda Stefano · janeiro 2, 2018

    Wowow maravilha de estudo

    Curtido por 1 pessoa

    • LisLand · janeiro 2, 2018

      Eu também estou maravilhada!!! Tem sido uma benção mergulhar na Palavra assim.
      Obrigada pela mensagem!!!

      Curtir

      • Daniele Peres · julho 9, 2018

        que Deus te abençoe Lis sempre quis ter uma visao feminina sobre as mulheres da biblia

        Curtido por 1 pessoa

      • LisLand · julho 10, 2018

        Amém, Daniele! Obrigada pelo seu comentário!!!

        Curtir

  2. Querida Lis! Agradeço pelo maná da palavra de Deus !!Crescendo no amor do Pai ! Deus lhe abençoe e obrigada por nos ajudar a crescer na graça e conhecimento da palavra !
    Mulheres virtuosas para agradar o coração do nosso Amado Deus ! Ele tem se agradado do seu disponibilizar de amor por nós , todas as suas seguidoras ! Agradeço imensamente por tudo ! Beijos no coração Vivi

    Curtir

    • LisLand · janeiro 2, 2018

      Oh! Querida, Vivi,
      Muito obrigada pelas suas lindas palavras. Fico tão feliz do que Deus tem feito em nossas vidas! Iniciei o blog com esse intuito de compartilhar as coisas que amo e antes de publicar oro para que o SENHOR realize Sua obra pelo poder da Palavra dEle. Fico feliz demais pelo testemunho que postou, porque Deus atendeu a minha oração!!! Que a Palavra continue transbordando nossos corações de alegria e amor.
      Beijos de coração,
      Lis

      Curtir

      • Amada Lis ! Como é maravilhoso derramar lagrimas de emoção e gratidão por tão lindas palavras ! Eh Espirito Santo que nos toca !!!!Nosso Deus é maravilhoso ! Quanto Amor ! Mesmo no deserto ele nos surpreende !Obrigado por tudo querida. Bjs no seu coração Vivi

        Curtido por 1 pessoa

  3. Ellen Bianca · janeiro 2, 2018

    Texto maravilhoso, Lis!! Vai ser muito bom acompanhar as postagens por aqui, porque assim enriquecemos também os nossos estudos. Vi no seu texto detalhes importantes que não havia observado na leitura, e isso é fundamental.
    Vamos seguir em frente e que o Senhor nos ajude!
    Grande beijo!!

    Curtido por 1 pessoa

    • LisLand · janeiro 3, 2018

      Oh, Ellen! É tão bom estarmos juntas nessa!!! Agora você me deixou curiosa para saber o que descobriu em seus estudos!!! kkkk Muito legal! Vamos seguir em frente, o SENHOR está nos ajudando!
      Beijão!!!

      Curtir

  4. sabrina · setembro 6, 2018

    Fantástico esse material gratuito, so de começar a ler deu a vontade de melhora mais profundo rsrs Nossa que Deus te abençoe muitooo ricamente , descobri agora esse pagina, mais vou profundo. Ja dar ser um discipulado para as mulheres que precisam muito. Nossa pagina Reunidas de Corpo e Alma benção pura !!!

    Curtido por 1 pessoa

  5. Pingback: Sara – A Mulher e sua Essência
  6. Patricia Silva · janeiro 27, 2019

    Graça e Paz, Lis. gostei muito destes estudos, uma perspectiva diferente das mulheres bíblicas. Só descordei de uma posição que foi escrita, sobre EVA. quando diz das funções dela, atribui como Dona de casa. Não consegui ver na palavra de Deus esta colocação, ajudadora não quer dizer dona de casa. Mas no mais tem sido bem proveitoso. Deus está usando vc para nos abençoar!! Muito Obrigada, que o Senhor Jesus te abençoe!!

    Curtir

  7. Sara Rodrigues · fevereiro 11, 2019

    Paz de senhor irmã Lis, mexendo na Internet, encontrei seu site.
    Quero poder ter esses estudos anteriores. Visto q foi iniciando em janeiro de 2018.
    Eu baixei o pdf de janeiro de 2018.
    Os anterior eu sinto consigo.

    Curtir

  8. jessica · outubro 15, 2019

    oi lis, eu estava seguindo no seu blog o estudo sobre as mulheres como eu. eu estou vendo no canal do youtube. mas cheguei a léa, e depois já nao o resto do estudo segundo o cafezinho tarde. gostaria de saber se vai fazer publicar o seu blog ou não. muito obrigada pela atenção.

    Curtido por 1 pessoa

    • LisLand · outubro 21, 2019

      Oi Jessica,
      Vou concluir todo o estudo de Mulheres como eu. A partir de novembro vou publicar as demais mulheres em série.
      Obrigada por acompanhar!

      Curtir

  9. Rosângela Rodrigues de Souza · agosto 19, 2020

    Estou fazendo o estudo das mulheres da biblia. Já terminei Janeiro. Estou aprendendo muito sobre a palavra de Deus. O SENHOR tem transformado a minha vida neste ano.Sou sua fã
    Lislaine assim tbem como da Eyshila .Admiro e amo muito vcs.🌺🌺Glórias a Deus🙏

    Curtido por 1 pessoa

    • LisLand · agosto 26, 2020

      Que bênção! Deus continue abençoando seus estudos bíblicos!

      Curtir

Obrigada por seu comentário! Ele será lido e aprovado em breve.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s